Pesquisas Locais - Offerte
Endereços - Horários - Comentários
Informações Sobre o Tempo
Produtos Quentes

Noticias Fotos Slideshows
Celebridades, People, Sports, High Tech, vlrPhone
   

HOWTO - Respostas Ilustrado
 
Libertar a Animação VR / AR
Jogar para revelar imagens 3D e modelos 3D!
Demonstração A-Frame / Multiplayer
Android app on Google Play
 
vlrPhone / vlrFilter
Softphones projeto com baixo consumo de energia, velocidade e radiação / Filtro Multifuncional de Audio com Controle Remoto!



 

Noticias Slideshows (13/09/2019 07 horas)


  • 1/56   Noticias Fotos Slideshows
    PEOPLE TOPIC NEWS

    Noticias Fotos Slideshows - Tendências - Clique na imagem para visualizar na realidade aumentada ou em 3D estéreo

    Noticias Fotos Slideshows - Tendências - Clique na imagem para visualizar na realidade aumentada ou em 3D estéreo


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.


    Revista de Imprensa


    Sexta-feira 13   Bentinho   Cam Newton   Dom Casmurro   Panthers   Luana Berti   Machado de Assis   Vai Malandra   Mobi   Leon   Targaryen   Jake Peralta   Escobar   Gina 4   Badim   Shake It   Marighella   Essa FABIANA   Miley Cyrus e Lana Del Rey   Sextou 13   Manu Gavassi   Paula Araújo   Ron Rivera   Amor de Índio   NÃO ME CHAME DE ANJO   Winston   O Auto da Compadecida   alan mineiro   CPI da Vaza Jato   White Mercedes   Nightmare   
  • 2/56   Apple divulga principais títulos do catálogo do Apple Arcade

    Hot Lava , Skate City , Jenny LeClue e Sayonara: Wild Hearts são os principais títulos divulgados por meio de um teaser do Apple Arcade. No evento destinando à imprensa, a Apple anunciou várias novidades do serviço, incluindo data de lançamento e preço

    Hot Lava , Skate City , Jenny LeClue e Sayonara: Wild Hearts são os principais títulos divulgados por meio de um teaser do Apple Arcade. No evento destinando à imprensa, a Apple anunciou várias novidades do serviço, incluindo data de lançamento e preço


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 3/56   Google vai começar a priorizar notícias originais nos resultados de busca

    Em breve, o Google vai começar a priorizar conteúdos de notícias originais no topo das buscas, ou seja, aqueles que foram os primeiros a noticiar algo, sendo referência para outros sites jornalísticos. Para isso, será feita uma avaliação da reputação e qualidade

    Em breve, o Google vai começar a priorizar conteúdos de notícias originais no topo das buscas, ou seja, aqueles que foram os primeiros a noticiar algo, sendo referência para outros sites jornalísticos. Para isso, será feita uma avaliação da reputação e qualidade


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 4/56   Google muda algoritmo e prioriza notícias originais na busca

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Google anunciou nesta quinta-feira (12) mudanças no algoritmo que determina a classificação de notícias no seu sistema de busca. Passa a priorizar veículos que tenham publicado a história primeiro -o furo, no jargão jornalístico. A empresa, que ao longo dos últimos anos atraiu parte significativa do anúncio publicitário do jornalismo, afirmou em publicação no seu blog oficial que a medida visa apoiar o trabalho das organizações jornalísticas. A mudança é uma forma de tentar garantir que a receita de anunciantes seja direcionada às companhias que investiram no trabalho de reportagem. A medida também é um aceno às empresas de mídia que há anos demandam do Google repasse pela verba que ele obtém a partir do conteúdo de terceiros indexado em seu site. O impasse já levou, há cerca de sete anos, os principais jornais brasileiros a deixarem a área Google Notícias. Hoje eles estão na plataforma.  A reordenação, segundo o Google, vai permitir que reportagens apuradas e publicadas por um jornal, site, blog ou revista permaneçam em destaque na primeira página da busca e não acabem escondidas pela repercussão que geram em outros veículos. "Com isso, leitores interessados nas últimas notícias podem encontrar também a matéria que deu origem à cobertura subsequente. As empresas de jornalismo, por outro lado, se beneficiam de uma exposição mais ampla e prolongada de seu conteúdo original", disse Richard Gingras, vice-presidente do setor de notícias da companhia. Até então, o sistema de busca priorizava versões mais recentes ou abrangentes de um assunto, o que dificultava a busca do leitor pela notícia que deu origem à cobertura.  Ao pesquisar Marcos Cintra (secretário da Receita demitido na quarta-feira), por exemplo, o leitor poderia encontrar a repercussão da demissão entre membros do governo e não a informação pioneira sobre sua demissão.  Como há diferentes critérios para definições de reportagens originais em redações, a empresa deixa esse conceito em aberto. Diz que seu "trabalho terá de continuar evoluindo para compreendermos o ciclo de vida das matérias". O Google tem mais de 10 mil pessoas que avaliam o desempenho dos seus algoritmos. Entre as diretrizes a esses profissionais, orienta que destaquem "reportagens originais que contenham informações que, de outro modo, não seriam conhecidas sem a existência daquele artigo". Também pede que considerem a "reputação dos veículos", como prêmios jornalísticos atribuídos a eles. Como exemplo de conteúdo original, cita o caso Panama Papers, divulgado primeiro pelo jornal alemão Süddeutsche Zeitung, e a cobertura da crise dos opioides nos Estados Unidos, feita pelo jornal americano The Washington Post.  O algoritmo do Google leva centenas de fatores em consideração, entre eles a legitimidade de um site, a popularidade de um conteúdo e o horário da publicação -além de sinais como uso de palavras-chave que se aproximem do vocabulário médio do leitor e hiperlinks no texto. A receita publicitária mundial do gigante americano em 2018 foi de US$ 116,3 bilhões, segundo análise de dados do portal alemão Statista.

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Google anunciou nesta quinta-feira (12) mudanças no algoritmo que determina a classificação de notícias no seu sistema de busca. Passa a priorizar veículos que tenham publicado a história primeiro -o furo, no jargão jornalístico. A empresa, que ao longo dos últimos anos atraiu parte significativa do anúncio publicitário do jornalismo, afirmou em publicação no seu blog oficial que a medida visa apoiar o trabalho das organizações jornalísticas. A mudança é uma forma de tentar garantir que a receita de anunciantes seja direcionada às companhias que investiram no trabalho de reportagem. A medida também é um aceno às empresas de mídia que há anos demandam do Google repasse pela verba que ele obtém a partir do conteúdo de terceiros indexado em seu site. O impasse já levou, há cerca de sete anos, os principais jornais brasileiros a deixarem a área Google Notícias. Hoje eles estão na plataforma.  A reordenação, segundo o Google, vai permitir que reportagens apuradas e publicadas por um jornal, site, blog ou revista permaneçam em destaque na primeira página da busca e não acabem escondidas pela repercussão que geram em outros veículos. "Com isso, leitores interessados nas últimas notícias podem encontrar também a matéria que deu origem à cobertura subsequente. As empresas de jornalismo, por outro lado, se beneficiam de uma exposição mais ampla e prolongada de seu conteúdo original", disse Richard Gingras, vice-presidente do setor de notícias da companhia. Até então, o sistema de busca priorizava versões mais recentes ou abrangentes de um assunto, o que dificultava a busca do leitor pela notícia que deu origem à cobertura.  Ao pesquisar Marcos Cintra (secretário da Receita demitido na quarta-feira), por exemplo, o leitor poderia encontrar a repercussão da demissão entre membros do governo e não a informação pioneira sobre sua demissão.  Como há diferentes critérios para definições de reportagens originais em redações, a empresa deixa esse conceito em aberto. Diz que seu "trabalho terá de continuar evoluindo para compreendermos o ciclo de vida das matérias". O Google tem mais de 10 mil pessoas que avaliam o desempenho dos seus algoritmos. Entre as diretrizes a esses profissionais, orienta que destaquem "reportagens originais que contenham informações que, de outro modo, não seriam conhecidas sem a existência daquele artigo". Também pede que considerem a "reputação dos veículos", como prêmios jornalísticos atribuídos a eles. Como exemplo de conteúdo original, cita o caso Panama Papers, divulgado primeiro pelo jornal alemão Süddeutsche Zeitung, e a cobertura da crise dos opioides nos Estados Unidos, feita pelo jornal americano The Washington Post.  O algoritmo do Google leva centenas de fatores em consideração, entre eles a legitimidade de um site, a popularidade de um conteúdo e o horário da publicação -além de sinais como uso de palavras-chave que se aproximem do vocabulário médio do leitor e hiperlinks no texto. A receita publicitária mundial do gigante americano em 2018 foi de US$ 116,3 bilhões, segundo análise de dados do portal alemão Statista.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 5/56   Os melhores apps Android da semana (12/09/2019)

    De navegadores mais velozes e intuitivos, passando por utilitários, apps educativos e até um jogo baseado em um certo anime muito querido pelos fãs, a seleção de aplicativos dessa semana não deixa nada a desejar

    De navegadores mais velozes e intuitivos, passando por utilitários, apps educativos e até um jogo baseado em um certo anime muito querido pelos fãs, a seleção de aplicativos dessa semana não deixa nada a desejar


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 6/56   Apple estaria pronta para lançar um novo iPhone SE em 2020

    Sucessor de um dos modelos mais populares da marca estaria sendo mantido como "plano B" para o caso do iPhone 11 não vender o esperado, e muito tomaria o espaço do iPhone 8 na atual linha de produtos da Apple

    Sucessor de um dos modelos mais populares da marca estaria sendo mantido como "plano B" para o caso do iPhone 11 não vender o esperado, e muito tomaria o espaço do iPhone 8 na atual linha de produtos da Apple


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 7/56   Apple tem mensagem secreta para fãs em “tela azul da morte”

    Companhia lançou um vídeo com os “melhores momentos” do anúncio dos novos iPhones e outras novidades na última terça-feira (10) e em um dos frames é possível ver uma mensagem codificada em uma “tela azul da morte” igual à dos PC Windows

    Companhia lançou um vídeo com os “melhores momentos” do anúncio dos novos iPhones e outras novidades na última terça-feira (10) e em um dos frames é possível ver uma mensagem codificada em uma “tela azul da morte” igual à dos PC Windows


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 8/56   Microsoft faz mais um convite a evento do Surface com nova imagem de divulgação

    Em agosto, a Microsoft fez um convite a jornalistas para comparecerem ou assistirem a um evento de lançamento de novos dispositivos Surface. Agora, a companhia está reforçando os convites, mas com uma nova imagem de divulgação

    Em agosto, a Microsoft fez um convite a jornalistas para comparecerem ou assistirem a um evento de lançamento de novos dispositivos Surface. Agora, a companhia está reforçando os convites, mas com uma nova imagem de divulgação


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 9/56   Rumor | Samsung planeja sua própria versão do Deep Fusion

    A Apple anunciou várias novidades em seu evento especial. Não só produtos, como também recursos. É o caso do Deep Fusion, que tira 9 imagens sequenciais, analisa e faz a combinação para gerar uma imagem final de alta qualidade. Parece que a Samsung também quer

    A Apple anunciou várias novidades em seu evento especial. Não só produtos, como também recursos. É o caso do Deep Fusion, que tira 9 imagens sequenciais, analisa e faz a combinação para gerar uma imagem final de alta qualidade. Parece que a Samsung também quer


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 10/56   Vazamento revela todas as especificações do Galaxy M10s

    Com tela de 6,4 polegadas Super AMOLED, processador Exynos 7885, 3 GB de memória RAM, 32 GB de armazenamento, duas câmeras traseiras, um frontal, bateria de 4000 mAh e Android 9 Pie, o Galaxy M10s promete ser uma boa opção para quem busca um smartphone de até US$ 150

    Com tela de 6,4 polegadas Super AMOLED, processador Exynos 7885, 3 GB de memória RAM, 32 GB de armazenamento, duas câmeras traseiras, um frontal, bateria de 4000 mAh e Android 9 Pie, o Galaxy M10s promete ser uma boa opção para quem busca um smartphone de até US$ 150


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 11/56   Bill Gates revela o que ele mais invejava em Steve Jobs

    Bill Gates fala em entrevista o que ele mais invejava no Steve Jobs, fundador da Apple. O executivo disse que desenvolveu a habilidade de falar em público, mas que para Steve Jobs, isso era um dom natural invejável.

    Bill Gates fala em entrevista o que ele mais invejava no Steve Jobs, fundador da Apple. O executivo disse que desenvolveu a habilidade de falar em público, mas que para Steve Jobs, isso era um dom natural invejável.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 12/56   Google pagará 965 milhões de euros para concluir processo fiscal na França

    A gigante americana Google pagará 965 milhões de euros ao Estado francês para resolver seus problemas fiscais no país, segundo os termos de um acordo validado por um tribunal de Paris.

    A gigante americana Google pagará 965 milhões de euros ao Estado francês para resolver seus problemas fiscais no país, segundo os termos de um acordo validado por um tribunal de Paris.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 13/56   Microsoft corrige problema do Windows 10 que “fritava” CPU de PCs

    Atualização do começo do mês fazia com que função da Cortana usasse até 40% do total de processamento de um computador. Novo update lançado nesta terça-feira (10) resolveu este e outro problema que deixava telas de usuários alaranjadas

    Atualização do começo do mês fazia com que função da Cortana usasse até 40% do total de processamento de um computador. Novo update lançado nesta terça-feira (10) resolveu este e outro problema que deixava telas de usuários alaranjadas


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 14/56   iOS 13 chega em 19 de setembro. Saiba se seu aparelho será atualizado

    Apple informou que iPhones a partir da linha 6 e vários iPads serão atualizados com as versões mais recentes dos sistemas operacionais. Tablets, contudo, recebem iPadOS 13 somente em 30 de setembro com ferramentas exclusivas

    Apple informou que iPhones a partir da linha 6 e vários iPads serão atualizados com as versões mais recentes dos sistemas operacionais. Tablets, contudo, recebem iPadOS 13 somente em 30 de setembro com ferramentas exclusivas


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 15/56   Google Play Store ganha modo escuro no Android 10

    Empresa atualizou o programa em aparelhos da linha Pixel que contam já com o novo sistema operacional. Com isso, a loja conta com tema escuro em todas suas abas. Companhia já tinha prometido modificar outros aparelhos também com visual dark

    Empresa atualizou o programa em aparelhos da linha Pixel que contam já com o novo sistema operacional. Com isso, a loja conta com tema escuro em todas suas abas. Companhia já tinha prometido modificar outros aparelhos também com visual dark


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 16/56   Google Pixel 4 cai novamente na rede com a publicação de três vídeos de hands-on

    Próximo smartphone da Google novamente é vítima de vazamento, cortesia de três youtubers vietnamitas que publicaram vídeos com impressões do aparelho; material divulgado traz a visão mais detalhada do celular até agora, mas ele ainda não tem data oficial de lançamento

    Próximo smartphone da Google novamente é vítima de vazamento, cortesia de três youtubers vietnamitas que publicaram vídeos com impressões do aparelho; material divulgado traz a visão mais detalhada do celular até agora, mas ele ainda não tem data oficial de lançamento


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 17/56   Linha Motorola One pode ganhar versão com foto em macro

    Site norte-americano mostrou fotos do aparelho. Chamado de One Macro, ele ainda não tem data de lançamento. Smartphone chega com processador da MediaTek e pode contar com Android 9, apesar de ser a linha voltada a versões mais leves do sistema operacional

    Site norte-americano mostrou fotos do aparelho. Chamado de One Macro, ele ainda não tem data de lançamento. Smartphone chega com processador da MediaTek e pode contar com Android 9, apesar de ser a linha voltada a versões mais leves do sistema operacional


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 18/56   HomePod terá suporte a vários usuários e transferência de músicas ainda este ano

    O smart speaker da Apple deve ganhar em breve suporte para até seis pessoas com perfis diferentes, ferramenta para transmissão contínua de canções de outros dispositivos e sons ambientes para relaxamento

    O smart speaker da Apple deve ganhar em breve suporte para até seis pessoas com perfis diferentes, ferramenta para transmissão contínua de canções de outros dispositivos e sons ambientes para relaxamento


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 19/56   Veja os cases anunciados pela Apple para os novos iPhones 11

    Empresa de Cupertino confirmou a disponibilidade de três variações de cases para os iPhones anunciados em 2019. As “capinhas” contemplam o iPhone 11, iPhone 11 Pro e iPhone 11 Pro Max e possuem preços que vão de US$ 39 até US$ 129

    Empresa de Cupertino confirmou a disponibilidade de três variações de cases para os iPhones anunciados em 2019. As “capinhas” contemplam o iPhone 11, iPhone 11 Pro e iPhone 11 Pro Max e possuem preços que vão de US$ 39 até US$ 129


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 20/56   A mesmice do iPhone 11 e o fim da era dos smartphones como a conhecemos

    Celulares com as mesmas câmeras, telas, recursos e design já não despertam a atenção do público como acontecia antes. A atual fase dos smartphones começa a se aproximar do fim. Mas as fabricantes já estão se preparando para a nova era mobile

    Celulares com as mesmas câmeras, telas, recursos e design já não despertam a atenção do público como acontecia antes. A atual fase dos smartphones começa a se aproximar do fim. Mas as fabricantes já estão se preparando para a nova era mobile


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 21/56   Apple transforma o AppleCare+ em um serviço de assinatura mensal

    Mudança ainda não foi divulgada oficialmente pela empresa, mas já pode ser vista nos termos de contrato da serviço que foram atualizados na última terça (10), deixando claro que o AppleCare+ irá cobrir o usuário pelo tempo que ele pagar, sem uma data limite

    Mudança ainda não foi divulgada oficialmente pela empresa, mas já pode ser vista nos termos de contrato da serviço que foram atualizados na última terça (10), deixando claro que o AppleCare+ irá cobrir o usuário pelo tempo que ele pagar, sem uma data limite


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 22/56   Senado aprova novo marco das teles e pode destravar R$ 34 bi em investimentos

    BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (11) o projeto de lei que modifica o marco das telecomunicações vigente desde 1997. A votação foi simbólica. Horas antes, o texto havia sido aprovado na Comissão de Ciência e Tecnologia. Agora, como não houve modificações, seguirá para sanção presidencial. O projeto tramita há quase três anos no Congresso e prevê a possibilidade de as operadoras de telefonia migrarem dos atuais contratos de concessão para termos de autorização, como funciona na telefonia celular. Os contratos de concessão foram definidos pela União durante a privatização, há mais de duas décadas. As autorizações são concedidas pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) para todas as empresas interessadas em prestar serviços de telefonia móvel e internet. O modelo de concessão entrou em desuso com o avanço da internet, o que torna essas contratos desinteressantes para o setor privado. Por isso, o governo vinha estudando mudar as regras para estimular uma nova rodada de investimentos no setor decorrente da possibilidade de migração da concessão para autorização. Pelo texto no Senado, as concessionárias de telefonia fixa poderão migrar antecipadamente dos atuais contratos de concessão para termos de autorização, pagando um valor a ser definido pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). Estimativas feitas pela equipe econômica indicam algo em torno de R$ 34 bilhões. A mudança é uma ajuda para a Oi, maior concessionária de telefonia fixa do país que está em recuperação judicial com uma dívida de cerca de R$ 20 bilhões —considerando o plano de descontos e alongamento dos pagamentos a credores aprovado pela Justiça. Sem as amarras definidas pelos atuais contratos de concessão, a tele terá chance de atrair um comprador ou novos investidores. Os chineses e a americana AT&T; são os mais interessados. A concessão engessa investimentos para áreas que não são mais rentáveis. Um exemplo: a Oi é obrigada a manter orelhões em funcionamento sob pena de multa e gasta o equivalente a R$ 1 bilhão por ano, em troca de menos de R$ 20 milhões gerados em receita por esses aparelhos. A Anatel também fará um levantamento para definir o valor dos bens usados na prestação da telefonia fixa (equipamentos e imóveis) e descontará os investimentos realizados e ainda não amortizados pelas teles na atualização desse parque técnico. Essa diferença de valor terá de ser reinvestida na melhoria da capacidade de transmissão de dados pela rede de fibra óptica das operadoras em locais hoje sem grande atrativo comercial. A relatora do texto, senadora Daniella Ribeiro (PP-PB), chegou a cogitar uma emenda de redação, alterando o texto que saiu da Câmara, mas recuou no início desta semana. Se isso fosse feito, o projeto teria de passar por outras comissões e até voltar para a Câmara depois. Agora, ele segue ao plenário sob regime de urgência e pode ser votado ainda nesta quarta. Se aprovado, vai para sanção presidencial. Telefônica, Embratel, Algar e Sercomtel, que também operam como concessionárias, poderão migrar seus contratos caso o plenário do Senado aprove o texto como está. Outra mudança que causou controvérsia com os partidos de oposição e foi mantida no projeto de lei é a possibilidade de as operadoras comercializarem suas frequências. Frequências são como avenidas no ar por onde as teles fazem trafegar seus sinais. Para evitar interferências, cada empresa tem suas faixas de frequências —todas adquiridas em leilão. A transferência terá de ser submetida para anuência da Anatel. Essa abertura vai criar um mercado secundário, permitindo novos negócios especialmente em regiões de pouco interesse para as grandes operadoras. Essa troca de licenças terá validade de vinte anos, podendo ser prorrogada por igual período. Para as emissoras de rádio e TV, houve a garantia de que ficarão fora da contribuição feita ao Fust (Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações), única exigência para que não dificultassem a aprovação do projeto. Grandes grupos de mídia, como Netflix e Google, esperavam garantir, expressamente no texto, que a programação audiovisual transmitida pela internet fossem livres de qualquer regulação e, portanto, de cumprimento de cotas de produção de conteúdo local e do pagamento de contribuições para fundos setoriais como a Condecine (Contribuição para o Desenvolvimento da Indústria Cinematográfica nacional). Um projeto específico tramita no Senado e deve resolver essa situação que os gigantes de mídia chamam de “insegurança jurídica”. De autoria do senador Vanderlan Cardoso (PP-GO), o texto poderia ter sido votado em conjunto com o novo marco regulatório das teles, mas foi adiado para a próxima semana. Um dos pontos de embate do governo com as empresas de mídia se refere à arrecadação para o Condecine. O governo concorda que essas empresas fiquem livre de regulação na transmissão de conteúdos audiovisuais pela internet, mas não abre mão da arrecadação ao fundo. Esse projeto está sendo conduzido para atender a um pedido do presidente dos EUA, Donald Trump, que, em troca de uma parceria com o Brasil, quer que Jair Bolsonaro convença a Anatel a aprovar a compra da Warner Media pela operadora AT&T.;A lei vigente veda que uma operadora de telefonia (a AT&T;, no caso) detenha o controle de uma produtora de conteúdo (Warner Media). No Brasil, a AT&T; é dona da Sky, empresa de TV paga e internet por satélite. Foi por esse motivo que a Globo teve de vender o controle da Sky. Hoje, ela é acionista minoritária, com cerca de 5% de participação.

    BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (11) o projeto de lei que modifica o marco das telecomunicações vigente desde 1997. A votação foi simbólica. Horas antes, o texto havia sido aprovado na Comissão de Ciência e Tecnologia. Agora, como não houve modificações, seguirá para sanção presidencial. O projeto tramita há quase três anos no Congresso e prevê a possibilidade de as operadoras de telefonia migrarem dos atuais contratos de concessão para termos de autorização, como funciona na telefonia celular. Os contratos de concessão foram definidos pela União durante a privatização, há mais de duas décadas. As autorizações são concedidas pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) para todas as empresas interessadas em prestar serviços de telefonia móvel e internet. O modelo de concessão entrou em desuso com o avanço da internet, o que torna essas contratos desinteressantes para o setor privado. Por isso, o governo vinha estudando mudar as regras para estimular uma nova rodada de investimentos no setor decorrente da possibilidade de migração da concessão para autorização. Pelo texto no Senado, as concessionárias de telefonia fixa poderão migrar antecipadamente dos atuais contratos de concessão para termos de autorização, pagando um valor a ser definido pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). Estimativas feitas pela equipe econômica indicam algo em torno de R$ 34 bilhões. A mudança é uma ajuda para a Oi, maior concessionária de telefonia fixa do país que está em recuperação judicial com uma dívida de cerca de R$ 20 bilhões —considerando o plano de descontos e alongamento dos pagamentos a credores aprovado pela Justiça. Sem as amarras definidas pelos atuais contratos de concessão, a tele terá chance de atrair um comprador ou novos investidores. Os chineses e a americana AT&T; são os mais interessados. A concessão engessa investimentos para áreas que não são mais rentáveis. Um exemplo: a Oi é obrigada a manter orelhões em funcionamento sob pena de multa e gasta o equivalente a R$ 1 bilhão por ano, em troca de menos de R$ 20 milhões gerados em receita por esses aparelhos. A Anatel também fará um levantamento para definir o valor dos bens usados na prestação da telefonia fixa (equipamentos e imóveis) e descontará os investimentos realizados e ainda não amortizados pelas teles na atualização desse parque técnico. Essa diferença de valor terá de ser reinvestida na melhoria da capacidade de transmissão de dados pela rede de fibra óptica das operadoras em locais hoje sem grande atrativo comercial. A relatora do texto, senadora Daniella Ribeiro (PP-PB), chegou a cogitar uma emenda de redação, alterando o texto que saiu da Câmara, mas recuou no início desta semana. Se isso fosse feito, o projeto teria de passar por outras comissões e até voltar para a Câmara depois. Agora, ele segue ao plenário sob regime de urgência e pode ser votado ainda nesta quarta. Se aprovado, vai para sanção presidencial. Telefônica, Embratel, Algar e Sercomtel, que também operam como concessionárias, poderão migrar seus contratos caso o plenário do Senado aprove o texto como está. Outra mudança que causou controvérsia com os partidos de oposição e foi mantida no projeto de lei é a possibilidade de as operadoras comercializarem suas frequências. Frequências são como avenidas no ar por onde as teles fazem trafegar seus sinais. Para evitar interferências, cada empresa tem suas faixas de frequências —todas adquiridas em leilão. A transferência terá de ser submetida para anuência da Anatel. Essa abertura vai criar um mercado secundário, permitindo novos negócios especialmente em regiões de pouco interesse para as grandes operadoras. Essa troca de licenças terá validade de vinte anos, podendo ser prorrogada por igual período. Para as emissoras de rádio e TV, houve a garantia de que ficarão fora da contribuição feita ao Fust (Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações), única exigência para que não dificultassem a aprovação do projeto. Grandes grupos de mídia, como Netflix e Google, esperavam garantir, expressamente no texto, que a programação audiovisual transmitida pela internet fossem livres de qualquer regulação e, portanto, de cumprimento de cotas de produção de conteúdo local e do pagamento de contribuições para fundos setoriais como a Condecine (Contribuição para o Desenvolvimento da Indústria Cinematográfica nacional). Um projeto específico tramita no Senado e deve resolver essa situação que os gigantes de mídia chamam de “insegurança jurídica”. De autoria do senador Vanderlan Cardoso (PP-GO), o texto poderia ter sido votado em conjunto com o novo marco regulatório das teles, mas foi adiado para a próxima semana. Um dos pontos de embate do governo com as empresas de mídia se refere à arrecadação para o Condecine. O governo concorda que essas empresas fiquem livre de regulação na transmissão de conteúdos audiovisuais pela internet, mas não abre mão da arrecadação ao fundo. Esse projeto está sendo conduzido para atender a um pedido do presidente dos EUA, Donald Trump, que, em troca de uma parceria com o Brasil, quer que Jair Bolsonaro convença a Anatel a aprovar a compra da Warner Media pela operadora AT&T.;A lei vigente veda que uma operadora de telefonia (a AT&T;, no caso) detenha o controle de uma produtora de conteúdo (Warner Media). No Brasil, a AT&T; é dona da Sky, empresa de TV paga e internet por satélite. Foi por esse motivo que a Globo teve de vender o controle da Sky. Hoje, ela é acionista minoritária, com cerca de 5% de participação.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 23/56   iOS 13.1 terá visualizador de letras de músicas para o Apple Music

    Vice-presidente sênior de Engenharia de Software da Apple confirmou que o recurso vem sendo desenvolvido já há algum tempo, e é preciso realizar ajustes para evitar que ele drene a bateria dos iPhones de maneira indesejada

    Vice-presidente sênior de Engenharia de Software da Apple confirmou que o recurso vem sendo desenvolvido já há algum tempo, e é preciso realizar ajustes para evitar que ele drene a bateria dos iPhones de maneira indesejada


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 24/56   Quanto será que custa assinar todos os serviços da Apple em 2019?

    São vários os serviços que a Apple dispõe ao seu público, como Armazenamento no iCloud, Apple Music, Apple Arcade, Apple TV+. Usuários do Reddit calcularam mais ou menos quanto um usuário gastaria para ter todos eles

    São vários os serviços que a Apple dispõe ao seu público, como Armazenamento no iCloud, Apple Music, Apple Arcade, Apple TV+. Usuários do Reddit calcularam mais ou menos quanto um usuário gastaria para ter todos eles


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 25/56   Arcade | Afinal, quem vai se atrair pelo serviço de jogos da Apple?

    Plataforma será lançada a um preço equivalente a R$ 20 com acesso a mais de 100 jogos. Contudo, dentro de um mercado cheio de concorrência, com Sony, Microsoft, Nintendo e até Google, será que a Apple consegue seu espaço?

    Plataforma será lançada a um preço equivalente a R$ 20 com acesso a mais de 100 jogos. Contudo, dentro de um mercado cheio de concorrência, com Sony, Microsoft, Nintendo e até Google, será que a Apple consegue seu espaço?


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 26/56   Número de ataques de phishing contra usuários Apple cresce 9%

    1,6 milhão de ataques de phishing foram descobertos contra usuários Apple durante o primeiro semestre de 2019. As fraudes mais comuns são aquelas criadas para simular a página do iCloud e roubar Apple IDs

    1,6 milhão de ataques de phishing foram descobertos contra usuários Apple durante o primeiro semestre de 2019. As fraudes mais comuns são aquelas criadas para simular a página do iCloud e roubar Apple IDs


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 27/56   Médicos estendem repouso de Bolsonaro após cirurgia
    SCIENCE TOPIC NEWS

    O presidente Jair Bolsonaro, que se recupera de uma cirurgia no abdômen, não poderá retomar suas funções antes da quarta-feira da semana que vem, quatro dias depois do previsto, informou seu porta-voz nesta quinta (12).

    O presidente Jair Bolsonaro, que se recupera de uma cirurgia no abdômen, não poderá retomar suas funções antes da quarta-feira da semana que vem, quatro dias depois do previsto, informou seu porta-voz nesta quinta (12).


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 28/56   Uma nova Terra?
    SCIENCE TOPIC NEWS

    Ingo Waldmann é um dos astrônomos da University College de Londres e co-autor do estudo que revelou a descoberta de um exoplaneta com temperatura similar à Terra. Os cientistas também identificaram a presença de vapor de água na atmosfera do planeta rochoso.
                    
                    +++ ATENÇÃO, EDITOR! CONTÉM RESTRIÇÕES/ORIENTAÇÕES. VER DOPESHEET +++

    Ingo Waldmann é um dos astrônomos da University College de Londres e co-autor do estudo que revelou a descoberta de um exoplaneta com temperatura similar à Terra. Os cientistas também identificaram a presença de vapor de água na atmosfera do planeta rochoso. +++ ATENÇÃO, EDITOR! CONTÉM RESTRIÇÕES/ORIENTAÇÕES. VER DOPESHEET +++


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 29/56   Líder da UE denuncia os antivacinas que "brincam com fogo"
    SCIENCE TOPIC NEWS

    O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, denunciou nesta quinta-feira aqueles que "brincam com fogo" por rejeitar as vacinas, durante a primeira "cúpula mundial" organizada em Bruxelas junto com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

    O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, denunciou nesta quinta-feira aqueles que "brincam com fogo" por rejeitar as vacinas, durante a primeira "cúpula mundial" organizada em Bruxelas junto com a Organização Mundial da Saúde (OMS).


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 30/56   Número de mortos por dengue quadruplica no Brasil em 2019
    SCIENCE TOPIC NEWS

    Ao menos 591 pessoas morreram de dengue no Brasil de janeiro até o último dia 24 de agosto, quatro vezes mais do que no mesmo período de 2018, informou nesta quarta-feira o Ministério da Saúde, que examina outras 486 mortes por suspeita do vírus.

    Ao menos 591 pessoas morreram de dengue no Brasil de janeiro até o último dia 24 de agosto, quatro vezes mais do que no mesmo período de 2018, informou nesta quarta-feira o Ministério da Saúde, que examina outras 486 mortes por suspeita do vírus.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 31/56   Parentes de vítimas de Pinochet querem responsabilizar ministros
    SCIENCE TOPIC NEWS

    Familiares de vítimas da ditadura de Augusto Pinochet no Chile apresentaram, nesta quarta-feira (11), uma ação penal para responsabilizar seus ministros como cúmplices do regime - até agora fora do alcance da Justiça.

    Familiares de vítimas da ditadura de Augusto Pinochet no Chile apresentaram, nesta quarta-feira (11), uma ação penal para responsabilizar seus ministros como cúmplices do regime - até agora fora do alcance da Justiça.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 32/56   Para Ernesto Araújo, 'climatismo' seria forma de atacar soberania
    SCIENCE TOPIC NEWS

    O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, afirmou, nesta quarta-feira (11), nos Estados Unidos, que os esforços internacionais para combater as mudanças climáticas são, na verdade, um complô para destruir a soberania nacional.

    O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, afirmou, nesta quarta-feira (11), nos Estados Unidos, que os esforços internacionais para combater as mudanças climáticas são, na verdade, um complô para destruir a soberania nacional.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 33/56   Embriões são criados para salvar rinoceronte branco do Norte da extinção
    SCIENCE TOPIC NEWS

    Dois embriões de rinoceronte branco do Norte foram criados em laboratório para tentar salvar a espécie da extinção - anunciaram nesta quarta-feira (11), em Cremona, norte da Itália, os cientistas que participam do projeto.

    Dois embriões de rinoceronte branco do Norte foram criados em laboratório para tentar salvar a espécie da extinção - anunciaram nesta quarta-feira (11), em Cremona, norte da Itália, os cientistas que participam do projeto.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 34/56   Justiça absolve médica holandesa por eutanasiar mulher com demência
    SCIENCE TOPIC NEWS

    A justiça holandesa absolveu, nesta quarta-feira, uma médica acusada de praticar a eutanásia em 2016 em uma paciente com Alzheimer sem ter assegurado de modo suficiente o consentimento da paciente, um caso inédito no país, um dos primeiros do mundo a legalizar a morte assistida.

    A justiça holandesa absolveu, nesta quarta-feira, uma médica acusada de praticar a eutanásia em 2016 em uma paciente com Alzheimer sem ter assegurado de modo suficiente o consentimento da paciente, um caso inédito no país, um dos primeiros do mundo a legalizar a morte assistida.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 35/56   América Latina ante o desafio de alimentar o mundo sob a mudança climática
    SCIENCE TOPIC NEWS

    A América Latina e o Caribe se destacam como a principal região de exportação líquida de alimentos no mundo, na frente da Europa e dos Estados Unidos, mas têm o desafio de se transformar e de trabalhar para lidar com a mudança climática que altera sua produção.

    A América Latina e o Caribe se destacam como a principal região de exportação líquida de alimentos no mundo, na frente da Europa e dos Estados Unidos, mas têm o desafio de se transformar e de trabalhar para lidar com a mudança climática que altera sua produção.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 36/56   Balanço da passagem do furacão Dorian pelas Bahamas sobe para 50 mortos
    SCIENCE TOPIC NEWS

    O furacão Dorian provocou a morte de pelo menos 50 pessoas nas Bahamas e muitos moradores continuam desaparecidos, de acordo com um balanço provisório atualizado divulgado pela polícia do arquipélago.

    O furacão Dorian provocou a morte de pelo menos 50 pessoas nas Bahamas e muitos moradores continuam desaparecidos, de acordo com um balanço provisório atualizado divulgado pela polícia do arquipélago.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 37/56   Veja como fica a relação entre EUA e Venezuela após saída de Bolton
    WORLD TOPIC NEWS

    A saída do assessor de segurança nacional da Casa Branca, John Bolton, que defendia uma linha-dura com a Venezuela, abre questionamentos sobre a política americana, embora o presidente Donald Trump tenha descartado, nesta quinta-feira (12), uma postura mais conciliadora com relação a Caracas.

    A saída do assessor de segurança nacional da Casa Branca, John Bolton, que defendia uma linha-dura com a Venezuela, abre questionamentos sobre a política americana, embora o presidente Donald Trump tenha descartado, nesta quinta-feira (12), uma postura mais conciliadora com relação a Caracas.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 38/56   Ernesto relativiza tratado e diz que ninguém fala em ação armada na Venezuela
    WORLD TOPIC NEWS

    WASHINGTON, EUA (FOLHAPRESS) - O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, relativizou nesta quinta (12) os termos do Tiar (Tratado Interamericano de Assistência Recíproca), que prevê defesa mútua dos países-membros em caso de ataques externos, e disse que sua ativação não significa uma intervenção militar na Venezuela. "Cada vez está mais claro que a situação da Venezuela é uma ameaça à segurança da região e que, portanto, o Tiar tem vocação de tratar desse tipo de desafio [...] Não significa ação militar, de forma nenhuma, não é isso que nós queremos", afirmou o chanceler em Washington. "O Tiar não é simplesmente um acordo de ação militar, é um acordo para ação coletiva diante de ameaças à segurança." O chanceler relativizou os termos do pacto assinado em 1947 --que trata de ameaça externa para que seja ativado-- e disse que o governo brasileiro vislumbra apenas ações diplomáticas contra o regime de Nicolás Maduro. A ala militar do governo brasileiro sempre advogou contra qualquer ação intervencionista no país vizinho, mas as posições públicas do presidente Jair Bolsonaro são dúbias sobre o assunto. O chanceler endossou ainda o discurso do governo colombiano de que a presença de integrantes das Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) na Venezuela agravou a crise e exige uma tomada de posição coletiva dos países do continente. Na quarta (11), o Brasil apoiou o presidente interino na Venezuela, Juan Guiadó, na OEA (Organização dos Estados Americanos), para aprovar a convocação de uma reunião que pode ativar o Tiar. A resolução --chancelada por 12 dos 19 países que participaram do acordo-- prevê que os chanceleres das nações participantes se reúnam na segunda quinzena de setembro para tratar do tema. O encontro está previsto para a semana do dia 23 de setembro, às vésperas da abertura da Assembleia-Geral da ONU, em Nova York. Na sessão da OEA, o Brasil chegou a rechaçar uma emenda proposta pela Costa Rica que apoiava a convocação de uma reunião, mas que excluía medidas "que impliquem o emprego de força armada". Questionado sobre a postura da delegação brasileira, Ernesto mais uma vez minimizou o cenário, disse que, "na verdade, não é que a gente seja a favor". "Ninguém está falando de ação armada", repetiu.

    WASHINGTON, EUA (FOLHAPRESS) - O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, relativizou nesta quinta (12) os termos do Tiar (Tratado Interamericano de Assistência Recíproca), que prevê defesa mútua dos países-membros em caso de ataques externos, e disse que sua ativação não significa uma intervenção militar na Venezuela. "Cada vez está mais claro que a situação da Venezuela é uma ameaça à segurança da região e que, portanto, o Tiar tem vocação de tratar desse tipo de desafio [...] Não significa ação militar, de forma nenhuma, não é isso que nós queremos", afirmou o chanceler em Washington. "O Tiar não é simplesmente um acordo de ação militar, é um acordo para ação coletiva diante de ameaças à segurança." O chanceler relativizou os termos do pacto assinado em 1947 --que trata de ameaça externa para que seja ativado-- e disse que o governo brasileiro vislumbra apenas ações diplomáticas contra o regime de Nicolás Maduro. A ala militar do governo brasileiro sempre advogou contra qualquer ação intervencionista no país vizinho, mas as posições públicas do presidente Jair Bolsonaro são dúbias sobre o assunto. O chanceler endossou ainda o discurso do governo colombiano de que a presença de integrantes das Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) na Venezuela agravou a crise e exige uma tomada de posição coletiva dos países do continente. Na quarta (11), o Brasil apoiou o presidente interino na Venezuela, Juan Guiadó, na OEA (Organização dos Estados Americanos), para aprovar a convocação de uma reunião que pode ativar o Tiar. A resolução --chancelada por 12 dos 19 países que participaram do acordo-- prevê que os chanceleres das nações participantes se reúnam na segunda quinzena de setembro para tratar do tema. O encontro está previsto para a semana do dia 23 de setembro, às vésperas da abertura da Assembleia-Geral da ONU, em Nova York. Na sessão da OEA, o Brasil chegou a rechaçar uma emenda proposta pela Costa Rica que apoiava a convocação de uma reunião, mas que excluía medidas "que impliquem o emprego de força armada". Questionado sobre a postura da delegação brasileira, Ernesto mais uma vez minimizou o cenário, disse que, "na verdade, não é que a gente seja a favor". "Ninguém está falando de ação armada", repetiu.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 39/56   Protesto em Buenos Aires contra censura a beijo gay na Bienal do Rio
    WORLD TOPIC NEWS

    Um grupo de jovens protestou nesta quinta-feira com um "beijaço" diante da embaixada do Brasil em Buenos Aires contra a tentativa de censura, na Bienal do Livro do Rio de Janeiro, de uma revista em quadrinhos onde dois personagens masculinos se beijam, comprovou a AFP.

    Um grupo de jovens protestou nesta quinta-feira com um "beijaço" diante da embaixada do Brasil em Buenos Aires contra a tentativa de censura, na Bienal do Livro do Rio de Janeiro, de uma revista em quadrinhos onde dois personagens masculinos se beijam, comprovou a AFP.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 40/56   Bolsonaro ficará mais 4 dias afastado da Presidência
    WORLD TOPIC NEWS

    SÃO PAULO, SP, E BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro (PSL) ficará fora do cargo mais tempo do que previa com a realização da quarta cirurgia decorrente da facada que levou um ano atrás durante ato de campanha. Por orientação médica, ele seguirá afastado da Presidência da República por mais quatro dias. A previsão inicial era que Bolsonaro reassumisse nesta sexta-feira (13), mas a equipe sugeriu maior período de descanso. O vice-presidente, Hamilton Mourão (PRTB), ficará no posto até terça-feira (17). O porta-voz da Presidência, general Otávio do Rêgo Barros, disse que, apesar do adiamento da volta de Bolsonaro ao cargo, seu quadro clínico "evolui positivamente" e que ele caminhou duas vezes pelo quarto nesta quinta-feira. O governo diz que ele estará restabelecido a tempo de discursar na Assembleia Geral da ONU, em 24 de setembro, em Nova York. Na tentativa de mostrar que está bem de saúde, Bolsonaro fez nesta quinta uma live para as redes sociais do quarto do hospital onde está internado. Com roupa hospitalar e sonda nasogástrica, ele demonstrou sinais de cansaço na voz e anunciou que, por recomendação médica, falaria apenas por dois minutos, apesar da transmissão online ter durado cerca de três minutos. Em breve discurso, Bolsonaro enumerou iniciativas já anunciadas pelo governo, como a medida provisória que criou a carteira estudantil digital, a concessão de pensão vitalícia para crianças com microcefalia e o recebimento pelas Forças Armadas da aeronave KC-390. O prolongamento da permanência de Bolsonaro já havia ocorrido no começo do ano, por ocasião de outra cirurgia decorrente da facada --para retirada da bolsa de colostomia. A operação foi seguida de imprevistos na saúde do presidente. Desta vez, a cirurgia foi para a correção de uma hérnia. O presidente foi internado no sábado (7) e passou pelo procedimento no domingo (8), no Hospital Vila Nova Star, na região sul de São Paulo. No dia seguinte à cirurgia, Bolsonaro passou a se alimentar com uma dieta líquida, mas, na terça (10), foi colocada a sonda e a alimentação voltou a ser feita pelas veias. O médico responsável pela cirurgia, Antônio Macedo, disse que isso não representava uma regressão no quadro. "Não houve um retrocesso, houve uma intercorrência. Ou seja, ele saiu da cirurgia com bons movimentos, sem muita dor. Então, nós não colocamos sonda gástrica. Porém anteontem [terça, 10], o intestino distendeu no fim da tarde e nós fomos obrigados a colocar a sonda, que drenou bastante ar e líquido ontem [quarta, 11]." Bolsonaro continua se alimentando por sonda e as visitas permanecem restritas.

    SÃO PAULO, SP, E BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro (PSL) ficará fora do cargo mais tempo do que previa com a realização da quarta cirurgia decorrente da facada que levou um ano atrás durante ato de campanha. Por orientação médica, ele seguirá afastado da Presidência da República por mais quatro dias. A previsão inicial era que Bolsonaro reassumisse nesta sexta-feira (13), mas a equipe sugeriu maior período de descanso. O vice-presidente, Hamilton Mourão (PRTB), ficará no posto até terça-feira (17). O porta-voz da Presidência, general Otávio do Rêgo Barros, disse que, apesar do adiamento da volta de Bolsonaro ao cargo, seu quadro clínico "evolui positivamente" e que ele caminhou duas vezes pelo quarto nesta quinta-feira. O governo diz que ele estará restabelecido a tempo de discursar na Assembleia Geral da ONU, em 24 de setembro, em Nova York. Na tentativa de mostrar que está bem de saúde, Bolsonaro fez nesta quinta uma live para as redes sociais do quarto do hospital onde está internado. Com roupa hospitalar e sonda nasogástrica, ele demonstrou sinais de cansaço na voz e anunciou que, por recomendação médica, falaria apenas por dois minutos, apesar da transmissão online ter durado cerca de três minutos. Em breve discurso, Bolsonaro enumerou iniciativas já anunciadas pelo governo, como a medida provisória que criou a carteira estudantil digital, a concessão de pensão vitalícia para crianças com microcefalia e o recebimento pelas Forças Armadas da aeronave KC-390. O prolongamento da permanência de Bolsonaro já havia ocorrido no começo do ano, por ocasião de outra cirurgia decorrente da facada --para retirada da bolsa de colostomia. A operação foi seguida de imprevistos na saúde do presidente. Desta vez, a cirurgia foi para a correção de uma hérnia. O presidente foi internado no sábado (7) e passou pelo procedimento no domingo (8), no Hospital Vila Nova Star, na região sul de São Paulo. No dia seguinte à cirurgia, Bolsonaro passou a se alimentar com uma dieta líquida, mas, na terça (10), foi colocada a sonda e a alimentação voltou a ser feita pelas veias. O médico responsável pela cirurgia, Antônio Macedo, disse que isso não representava uma regressão no quadro. "Não houve um retrocesso, houve uma intercorrência. Ou seja, ele saiu da cirurgia com bons movimentos, sem muita dor. Então, nós não colocamos sonda gástrica. Porém anteontem [terça, 10], o intestino distendeu no fim da tarde e nós fomos obrigados a colocar a sonda, que drenou bastante ar e líquido ontem [quarta, 11]." Bolsonaro continua se alimentando por sonda e as visitas permanecem restritas.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 41/56   Após retorno adiado, Bolsonaro faz vídeo com roupa hospitalar e sonda
    WORLD TOPIC NEWS

    BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Na tentativa de mostrar que está bem de saúde, após o seu período de afastamento do cargo ter sido prolongado por mais quatro dias, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) fez nesta quinta-feira (12) uma live para as redes sociais do quarto do hospital onde está internado desde o final de semana. Com roupa hospitalar e sonda nasogástrica, ele demonstrou sinais de cansaço na voz e anunciou que, por recomendação médica, falaria apenas por dois minutos, apesar da transmissão online ter durado cerca de três minutos. "Essa live não pode durar mais de dois minutos por determinação médica. Então, vamos lá", disse. "Como toda semana, temos muita coisa boa para informar ao Brasil", acrescentou. Em um breve discurso, ele enumerou iniciativas já anunciadas pelo governo, como a medida provisória que criou a carteira estudantil digital, a concessão de pensão vitalícia para crianças com microcefalia e o recebimento pelas Forças Armadas da aeronave KC-390. O presidente também disse que recebeu a visita do cirurgião Luiz Henrique Borsato, da Santa Casa de Juiz de Fora, que é chefe da equipe médica que o atendeu após ter sido atacado na campanha eleitoral. "Eu agradeço pela minha vida e a Deus, em primeiro lugar. E nós temos uma missão: ajudar a mudar o destino desse grande país chamado Brasil", afirmou. "Até quinta-feira, se Deus quiser, com uma live com boas notícias como sempre estamos trazendo", ressaltou. A previsão inicial era que Bolsonaro assumisse o posto nesta sexta-feira (13). Por recomendação médica, no entanto, o vice-presidente Hamilton Mourão seguirá no comando interino do Palácio do Planalto até terça-feira (17). O porta-voz da Presidência da República, general Otávio do Rêgo Barros, disse que, apesar do adiamento da volta de Bolsonaro ao cargo, seu quadro clínico "evolui positivamente" e que ele caminhou duas vezes pelo quarto. O Palácio do Planalto diz que, apesar do adiamento, o presidente estará restabelecido a tempo de discursar na Assembleia Geral da ONU, em 24 de setembro, em Nova York.  Na semana passada, ele disse que compareceria à reunião mundial nem que fosse de cadeira de rodas. O prolongamento da permanência já havia ocorrido no começo do ano, por ocasião de outra cirurgia decorrente da facada -para retirada da bolsa de colostomia. A operação foi seguida de imprevistos na saúde do presidente. Desta vez, a cirurgia foi para a correção de uma hérnia. O presidente foi internado no sábado (7) e passou pelo procedimento no domingo (8), no Hospital Vila Nova Star, na região sul de São Paulo. No dia seguinte à cirurgia, Bolsonaro passou a se alimentar com uma dieta líquida, mas, na terça (10), foi colocada a sonda e a alimentação voltou a ser feita pelas veias.

    BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Na tentativa de mostrar que está bem de saúde, após o seu período de afastamento do cargo ter sido prolongado por mais quatro dias, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) fez nesta quinta-feira (12) uma live para as redes sociais do quarto do hospital onde está internado desde o final de semana. Com roupa hospitalar e sonda nasogástrica, ele demonstrou sinais de cansaço na voz e anunciou que, por recomendação médica, falaria apenas por dois minutos, apesar da transmissão online ter durado cerca de três minutos. "Essa live não pode durar mais de dois minutos por determinação médica. Então, vamos lá", disse. "Como toda semana, temos muita coisa boa para informar ao Brasil", acrescentou. Em um breve discurso, ele enumerou iniciativas já anunciadas pelo governo, como a medida provisória que criou a carteira estudantil digital, a concessão de pensão vitalícia para crianças com microcefalia e o recebimento pelas Forças Armadas da aeronave KC-390. O presidente também disse que recebeu a visita do cirurgião Luiz Henrique Borsato, da Santa Casa de Juiz de Fora, que é chefe da equipe médica que o atendeu após ter sido atacado na campanha eleitoral. "Eu agradeço pela minha vida e a Deus, em primeiro lugar. E nós temos uma missão: ajudar a mudar o destino desse grande país chamado Brasil", afirmou. "Até quinta-feira, se Deus quiser, com uma live com boas notícias como sempre estamos trazendo", ressaltou. A previsão inicial era que Bolsonaro assumisse o posto nesta sexta-feira (13). Por recomendação médica, no entanto, o vice-presidente Hamilton Mourão seguirá no comando interino do Palácio do Planalto até terça-feira (17). O porta-voz da Presidência da República, general Otávio do Rêgo Barros, disse que, apesar do adiamento da volta de Bolsonaro ao cargo, seu quadro clínico "evolui positivamente" e que ele caminhou duas vezes pelo quarto. O Palácio do Planalto diz que, apesar do adiamento, o presidente estará restabelecido a tempo de discursar na Assembleia Geral da ONU, em 24 de setembro, em Nova York.  Na semana passada, ele disse que compareceria à reunião mundial nem que fosse de cadeira de rodas. O prolongamento da permanência já havia ocorrido no começo do ano, por ocasião de outra cirurgia decorrente da facada -para retirada da bolsa de colostomia. A operação foi seguida de imprevistos na saúde do presidente. Desta vez, a cirurgia foi para a correção de uma hérnia. O presidente foi internado no sábado (7) e passou pelo procedimento no domingo (8), no Hospital Vila Nova Star, na região sul de São Paulo. No dia seguinte à cirurgia, Bolsonaro passou a se alimentar com uma dieta líquida, mas, na terça (10), foi colocada a sonda e a alimentação voltou a ser feita pelas veias.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 42/56   Suprema Corte do Peru reduz pena de Keiko Fujimori
    WORLD TOPIC NEWS

    A Suprema Corte do Peru reduziu nesta quinta-feira (12) de 36 para 18 meses a prisão preventiva cumprida pela líder opositora Keiko Fujimori, presa há 10 meses pelo escândalo de corrupção da Odebrecht.

    A Suprema Corte do Peru reduziu nesta quinta-feira (12) de 36 para 18 meses a prisão preventiva cumprida pela líder opositora Keiko Fujimori, presa há 10 meses pelo escândalo de corrupção da Odebrecht.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 43/56   Congresso convoca negociador dos EUA com talibãs para esclarecimentos
    WORLD TOPIC NEWS

    O enviado dos Estados Unidos para as negociações com os talibãs no Afeganistão, Zalmay Khalilzad, foi convocado a comparecer na Câmara de Representantes, controlada pelos democratas, para esclarecer detalhes mantidos em segredo no processo de paz.

    O enviado dos Estados Unidos para as negociações com os talibãs no Afeganistão, Zalmay Khalilzad, foi convocado a comparecer na Câmara de Representantes, controlada pelos democratas, para esclarecer detalhes mantidos em segredo no processo de paz.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 44/56   Emocionada com fim de mandato, Dodge se diz preocupada com democracia
    WORLD TOPIC NEWS

    BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Em uma das raras vezes em que falou com jornalistas durante seu mandato à frente da Procuradoria-Geral da República, Raquel Dodge disse estar preocupada com a democracia e, emocionada, destacou que procurou trabalhar em "áreas mais nodais" em busca de uma sociedade mais igualitária e justa. O mandato de Dodge como procuradora-geral termina na próxima terça-feira (17). Nesta quinta (12), ela participou de sua última sessão plenária no Supremo Tribunal Federal. Ao final, respondeu a perguntas dos jornalistas. "Acho que a democracia é uma obra coletiva, da sociedade, das instituições. Na minha mensagem final aqui no Supremo procurei enfatizar que nós levamos 30 anos para erguer a democracia do Brasil e fizemos isso numa onda internacional de criação das democracias liberais em vários países", disse Dodge. "Acho que o grande desafio do século 21 é não deixar que as democracias morram. Muitas vezes acontecem avanços e também retrocessos, e eu percebo com alguma preocupação muitos sinais de retrocesso no tocante às democracias liberais no mundo. Eu espero que isso não aconteça no Brasil." Para Dodge, a sociedade está atenta, cobrando resultados das instituições. Retomando o discurso que fez quando assumiu o cargo, em setembro de 2017, ela defendeu a melhoria da educação e dos serviços públicos em geral, com destaque para a segurança pública, e disse que é preciso dar condições para os jovens das periferias. "Eu me empenhei muito para trabalhar nessas áreas mais nodais, achando que, fazendo assim, a gente conseguiria fortalecer essa promessa de sociedade que está na nossa Constituição", afirmou, sem conter as lágrimas. Questionada sobre as críticas que recebeu dentro e fora do Ministério Público Federal por, supostamente, ter diminuído o ritmo da Lava Jato, Dodge disse que seu legado nessa seara ainda vai aparecer. "A maior parte das peças que ajuizei no Supremo estão em segredo de Justiça e no tempo próprio elas expressarão o empenho com que eu trabalhei no enfrentamento da corrupção naquilo que me cabe aqui", respondeu. "No tocante à atuação dos meus colegas, tenho certeza de que dei a eles toda a estrutura necessária para o enfrentamento à corrupção, dotando não só cada Procuradoria com a verba necessária como também apoiando todas as iniciativas que eles tiveram", disse. Segundo Dodge, sua gestão ampliou o número de procuradores em todas as forças-tarefa da Lava Jato, no Paraná, em São Paulo e no Rio de Janeiro. "Deferi a remessa de todas as verbas necessárias. Além disso, em relação a todos os recursos que chegaram para minha atuação, empenhei-me também muito pessoalmente em sustentar todas as teses necessárias para enfrentamento da corrupção, do crime organizado e da lavagem de dinheiro." Indagada sobre alguma frustração que tenha tido nesses dois anos no cargo, Dodge afirmou que é otimista, que trabalhou com zelo e empenho e atingiu muitas das metas que estabeleceu, "todas voltadas para o fortalecimento da democracia brasileira, da defesa de direitos fundamentais e da atuação do Ministério Público". Ela disse que pretende fazer uma transição tranquila na instituição. O indicado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) para substituí-la é Augusto Aras, que deverá ser sabatinado pelo Senado no próximo dia 25. Aras foi escolhido sem participar da eleição interna no MPF. Foi a primeira vez, em 16 anos, que um presidente da República ignorou a lista tríplice feita pela categoria. Seguir a lista não é uma imposição legal, mas havia se tornado uma tradição no Ministério Público Federal.

    BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Em uma das raras vezes em que falou com jornalistas durante seu mandato à frente da Procuradoria-Geral da República, Raquel Dodge disse estar preocupada com a democracia e, emocionada, destacou que procurou trabalhar em "áreas mais nodais" em busca de uma sociedade mais igualitária e justa. O mandato de Dodge como procuradora-geral termina na próxima terça-feira (17). Nesta quinta (12), ela participou de sua última sessão plenária no Supremo Tribunal Federal. Ao final, respondeu a perguntas dos jornalistas. "Acho que a democracia é uma obra coletiva, da sociedade, das instituições. Na minha mensagem final aqui no Supremo procurei enfatizar que nós levamos 30 anos para erguer a democracia do Brasil e fizemos isso numa onda internacional de criação das democracias liberais em vários países", disse Dodge. "Acho que o grande desafio do século 21 é não deixar que as democracias morram. Muitas vezes acontecem avanços e também retrocessos, e eu percebo com alguma preocupação muitos sinais de retrocesso no tocante às democracias liberais no mundo. Eu espero que isso não aconteça no Brasil." Para Dodge, a sociedade está atenta, cobrando resultados das instituições. Retomando o discurso que fez quando assumiu o cargo, em setembro de 2017, ela defendeu a melhoria da educação e dos serviços públicos em geral, com destaque para a segurança pública, e disse que é preciso dar condições para os jovens das periferias. "Eu me empenhei muito para trabalhar nessas áreas mais nodais, achando que, fazendo assim, a gente conseguiria fortalecer essa promessa de sociedade que está na nossa Constituição", afirmou, sem conter as lágrimas. Questionada sobre as críticas que recebeu dentro e fora do Ministério Público Federal por, supostamente, ter diminuído o ritmo da Lava Jato, Dodge disse que seu legado nessa seara ainda vai aparecer. "A maior parte das peças que ajuizei no Supremo estão em segredo de Justiça e no tempo próprio elas expressarão o empenho com que eu trabalhei no enfrentamento da corrupção naquilo que me cabe aqui", respondeu. "No tocante à atuação dos meus colegas, tenho certeza de que dei a eles toda a estrutura necessária para o enfrentamento à corrupção, dotando não só cada Procuradoria com a verba necessária como também apoiando todas as iniciativas que eles tiveram", disse. Segundo Dodge, sua gestão ampliou o número de procuradores em todas as forças-tarefa da Lava Jato, no Paraná, em São Paulo e no Rio de Janeiro. "Deferi a remessa de todas as verbas necessárias. Além disso, em relação a todos os recursos que chegaram para minha atuação, empenhei-me também muito pessoalmente em sustentar todas as teses necessárias para enfrentamento da corrupção, do crime organizado e da lavagem de dinheiro." Indagada sobre alguma frustração que tenha tido nesses dois anos no cargo, Dodge afirmou que é otimista, que trabalhou com zelo e empenho e atingiu muitas das metas que estabeleceu, "todas voltadas para o fortalecimento da democracia brasileira, da defesa de direitos fundamentais e da atuação do Ministério Público". Ela disse que pretende fazer uma transição tranquila na instituição. O indicado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) para substituí-la é Augusto Aras, que deverá ser sabatinado pelo Senado no próximo dia 25. Aras foi escolhido sem participar da eleição interna no MPF. Foi a primeira vez, em 16 anos, que um presidente da República ignorou a lista tríplice feita pela categoria. Seguir a lista não é uma imposição legal, mas havia se tornado uma tradição no Ministério Público Federal.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 45/56   Cuba denuncia censura do Twitter por bloqueio de contas
    WORLD TOPIC NEWS

    Autoridades cubanas denunciaram nesta quinta-feira (12) uma "censura" do Twitter, após a suspensão de dezenas de contas de veículos de imprensa e órgãos oficiais, enquanto a rede social destacou violações em suas normas sobre múltiplas contas.

    Autoridades cubanas denunciaram nesta quinta-feira (12) uma "censura" do Twitter, após a suspensão de dezenas de contas de veículos de imprensa e órgãos oficiais, enquanto a rede social destacou violações em suas normas sobre múltiplas contas.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 46/56   Justiça dos EUA mantém Toledo na prisão por caso Odebrecht
    WORLD TOPIC NEWS

    Um tribunal federal da Califórnia confirmou nesta quinta-feira sua decisão de manter sob custódia o ex-presidente peruano Alejandro Toledo, para evitar sua fuga enquanto aguarda o processo de extradição ao Peru por envolvimento no escândalo de corrupção da Odebrecht.

    Um tribunal federal da Califórnia confirmou nesta quinta-feira sua decisão de manter sob custódia o ex-presidente peruano Alejandro Toledo, para evitar sua fuga enquanto aguarda o processo de extradição ao Peru por envolvimento no escândalo de corrupção da Odebrecht.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 47/56   Câmara dos Deputados argentina aprova lei de emergência alimentar
    BUSINESS TOPIC NEWS

    A Câmara dos Deputados da Argentina aprovou por unanimidade nesta quinta-feira (12) um projeto de lei alimentar de emergência que deve ser submetido a ratificação no Senado para permitir maiores recursos aos programas sociais.

    A Câmara dos Deputados da Argentina aprovou por unanimidade nesta quinta-feira (12) um projeto de lei alimentar de emergência que deve ser submetido a ratificação no Senado para permitir maiores recursos aos programas sociais.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 48/56   Arte de alunos de Nova Iguaçu vai estampar uniformes escolares no Rio
    BUSINESS TOPIC NEWS

    Três alunos do Ciep General Osório, de Nova Iguaçu, venceram o concurso para criação de uma logo para os novos uniformes da rede de ensino estadual do Rio.A arte estampará 2,1 milhões de uniformes que serão distribuídos a 700 mil alunos de todo o estado em 2020. Será a primeira vez, em dez anos, que a rede estadual de educação vai distribuir uniformes a seus alunos.A equipe vencedora, formada pelos alunos do ensino médio José Nascimento, Kellytha dos Santos e Vitor Paiva, foi recebida hoje (12) pelo governador Wilson Witzel e pelo secretário de Educação, Pedro Fernandes. Witzel prometeu um prêmio extra aos estudantes: uma viagem a Miami (EUA), onde conhecerão empresas do setor de design.Governador do Rio, Wilson Witzel, recebe os alunos do Ciep Nova Iguaçu, vencedores do concurso da nova logo que vai estampar os uniformes escolares no próximo ano - Paulo Fernando/Secretaria de Educação do RioA diretora do CIEP General Osório, Leandra Aleixo Nunes, disse que todos ficaram emocionados com a vitória dos alunos. “A gente ficou sem palavras, porque é todo um trabalho desenvolvido com eles. Vibramos muito até porque a escola inteira participou pedindo curtições. Todo mundo envolvido, os professores, a família. Todos pedindo voto”.O prêmio extra anunciado pelo governador pegou a todos de surpresa, disse Leandra. A diretora aguarda contato da secretaria para formalizar a viagem dos estudantes.A logo vencedora foi escolhida em votação que mobilizou 217 mil pessoas nas redes sociais da Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro (Seeduc). A equipe vencedora recebeu 9.719 curtidas - o equivalente a 23% do total de votos. O concurso sobre o tema Juventude pela Paz nas Escolas foi realizado entre os dias 2 e 10 deste mês, na rede estadual de ensino. ReconhecimentoJosé Nascimento, 19 anos, aluno da 1ª série do ensino médio no CIEP General Osório, é o autor da ideia que os colegas Kellytha e Vitor reproduziram no computador. “Nós tivemos ajuda dos professores e do pessoal da escola”, disse à Agência Brasil.Segundo ele, a equipe pensou em conjunto como poderia traduzir o tema do concurso em uma logo para ser usada nos uniformes da rede pública. “É muito gratificante saber que o trabalho vai ser reconhecido daqui a meses. Todas as escolas vão ter esse trabalho nas camisas. É bom porque é um trabalho que vai ser reconhecido pelo povo, não só pelos alunos, mas pelos diretores, pelos professores, toda a rede estadual de escolas. É muito gratificante”, reforçou.O estudante acredita também que a vitória pode estimulá-los a seguir a carreira de designer. Por enquanto, o sonho do estudante é trabalhar na área de segurança. “Uma carreira básica”, definiu.O secretário de estado de Educação, Pedro Fernandes, agradeceu a todas as escolas que participaram do processo e parabenizou os moradores de Nova Iguaçu e, em especial, os alunos vencedores.“Ano que vem, serão 2,1 milhões de novos uniformes distribuídos para os nossos alunos, com a logo que vocês escolheram”, afirmou.

    Três alunos do Ciep General Osório, de Nova Iguaçu, venceram o concurso para criação de uma logo para os novos uniformes da rede de ensino estadual do Rio.A arte estampará 2,1 milhões de uniformes que serão distribuídos a 700 mil alunos de todo o estado em 2020. Será a primeira vez, em dez anos, que a rede estadual de educação vai distribuir uniformes a seus alunos.A equipe vencedora, formada pelos alunos do ensino médio José Nascimento, Kellytha dos Santos e Vitor Paiva, foi recebida hoje (12) pelo governador Wilson Witzel e pelo secretário de Educação, Pedro Fernandes. Witzel prometeu um prêmio extra aos estudantes: uma viagem a Miami (EUA), onde conhecerão empresas do setor de design.Governador do Rio, Wilson Witzel, recebe os alunos do Ciep Nova Iguaçu, vencedores do concurso da nova logo que vai estampar os uniformes escolares no próximo ano - Paulo Fernando/Secretaria de Educação do RioA diretora do CIEP General Osório, Leandra Aleixo Nunes, disse que todos ficaram emocionados com a vitória dos alunos. “A gente ficou sem palavras, porque é todo um trabalho desenvolvido com eles. Vibramos muito até porque a escola inteira participou pedindo curtições. Todo mundo envolvido, os professores, a família. Todos pedindo voto”.O prêmio extra anunciado pelo governador pegou a todos de surpresa, disse Leandra. A diretora aguarda contato da secretaria para formalizar a viagem dos estudantes.A logo vencedora foi escolhida em votação que mobilizou 217 mil pessoas nas redes sociais da Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro (Seeduc). A equipe vencedora recebeu 9.719 curtidas - o equivalente a 23% do total de votos. O concurso sobre o tema Juventude pela Paz nas Escolas foi realizado entre os dias 2 e 10 deste mês, na rede estadual de ensino. ReconhecimentoJosé Nascimento, 19 anos, aluno da 1ª série do ensino médio no CIEP General Osório, é o autor da ideia que os colegas Kellytha e Vitor reproduziram no computador. “Nós tivemos ajuda dos professores e do pessoal da escola”, disse à Agência Brasil.Segundo ele, a equipe pensou em conjunto como poderia traduzir o tema do concurso em uma logo para ser usada nos uniformes da rede pública. “É muito gratificante saber que o trabalho vai ser reconhecido daqui a meses. Todas as escolas vão ter esse trabalho nas camisas. É bom porque é um trabalho que vai ser reconhecido pelo povo, não só pelos alunos, mas pelos diretores, pelos professores, toda a rede estadual de escolas. É muito gratificante”, reforçou.O estudante acredita também que a vitória pode estimulá-los a seguir a carreira de designer. Por enquanto, o sonho do estudante é trabalhar na área de segurança. “Uma carreira básica”, definiu.O secretário de estado de Educação, Pedro Fernandes, agradeceu a todas as escolas que participaram do processo e parabenizou os moradores de Nova Iguaçu e, em especial, os alunos vencedores.“Ano que vem, serão 2,1 milhões de novos uniformes distribuídos para os nossos alunos, com a logo que vocês escolheram”, afirmou.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 49/56   Após demissão, Cintra diz que CPMF dá 'excelentes resultados' na Argentina
    BUSINESS TOPIC NEWS

    Defensor da criação de um tributo sobre pagamentos no Brasil aos moldes da extinta CPMF, Cintra foi demitido na quarta-feira (11).

    Defensor da criação de um tributo sobre pagamentos no Brasil aos moldes da extinta CPMF, Cintra foi demitido na quarta-feira (11).


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 50/56   BCE prevê fragilidade prolongada da economia da zona do euro
    BUSINESS TOPIC NEWS

    Sob pressão inédita, o Banco Central Europeu (BCE) adotou, nesta quinta-feira uma série de medidas para apoiar uma conjuntura fragilizada na zona do euro, ao mesmo tempo em que pediu para os governos da reunião assumirem suas responsabilidades em termos de aumento dos gastos públicos.

    Sob pressão inédita, o Banco Central Europeu (BCE) adotou, nesta quinta-feira uma série de medidas para apoiar uma conjuntura fragilizada na zona do euro, ao mesmo tempo em que pediu para os governos da reunião assumirem suas responsabilidades em termos de aumento dos gastos públicos.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 51/56   C&A dá partida em processo de IPO no Brasil
    BUSINESS TOPIC NEWS

    A C&A, uma das maiores varejistas de moda no país, pediu aval para uma oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês).

    A C&A, uma das maiores varejistas de moda no país, pediu aval para uma oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês).


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 52/56   Cerca de 150 CEOs pressionam Congresso dos EUA por ação contra armas
    BUSINESS TOPIC NEWS

    Líderes de 145 importantes corporações dos Estados Unidos pediram a aprovação de uma regulação mais estrita sobre as armas de fogo, em uma carta dirigida ao Senado americano.

    Líderes de 145 importantes corporações dos Estados Unidos pediram a aprovação de uma regulação mais estrita sobre as armas de fogo, em uma carta dirigida ao Senado americano.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 53/56   Premiê britânico nega ter mentido para rainha para suspender Parlamento
    BUSINESS TOPIC NEWS

    O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, rejeitou nesta quinta-feira (12) as críticas recebidas pela publicação de um relatório sobre as consequências caóticas de um "Brexit duro" e as acusações de que teria ocultado da rainha seus motivos para suspender o Parlamento.

    O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, rejeitou nesta quinta-feira (12) as críticas recebidas pela publicação de um relatório sobre as consequências caóticas de um "Brexit duro" e as acusações de que teria ocultado da rainha seus motivos para suspender o Parlamento.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 54/56   Indústria do ouro adota princípios de responsabilidade para mineração
    BUSINESS TOPIC NEWS

    O Conselho Mundial do Ouro (WGC, na sigla em inglês) convidou, nesta quinta-feira, seus membros e associados a respeitar novos princípios de responsabilidade na mineração, em particular para promover o respeito aos direitos humanos e ao meio ambiente.

    O Conselho Mundial do Ouro (WGC, na sigla em inglês) convidou, nesta quinta-feira, seus membros e associados a respeitar novos princípios de responsabilidade na mineração, em particular para promover o respeito aos direitos humanos e ao meio ambiente.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 55/56   Cinco cidades francesas proíbem uso de pesticidas
    BUSINESS TOPIC NEWS

    Paris e outras quatro cidades francesas anunciaram, nesta quinta-feira, a proibição do uso de pesticidas em seu território, com a esperança de mudar a lei, em plena polêmica nacional sobre o uso dos produtos químicos na agricultura.

    Paris e outras quatro cidades francesas anunciaram, nesta quinta-feira, a proibição do uso de pesticidas em seu território, com a esperança de mudar a lei, em plena polêmica nacional sobre o uso dos produtos químicos na agricultura.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 56/56   Começa no Japão julgamento de empresa acusada de assédio moral após licença-paternidade
    BUSINESS TOPIC NEWS

    O julgamento de uma empresa acusada por um funcionário de assédio moral depois que ele tirou a licença-paternidade começou nesta quinta-feira em Tóquio, o tipo de caso que raras vezes chega aos tribunais japoneses.

    O julgamento de uma empresa acusada por um funcionário de assédio moral depois que ele tirou a licença-paternidade começou nesta quinta-feira em Tóquio, o tipo de caso que raras vezes chega aos tribunais japoneses.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.

 
 


       

A Síntese de Voz
A Microsoft SAPI 5 objeto ActiveX é necessária.
Na opção de segurança do seu navegador, você não deve desabilitar a inicialização de controles ActiveX não assinados.
Você pode instalar e utilizar qualquer Inglês voz compatível com SAPI 5.
(tais como o discurso componente da Microsoft).
Não Voz Título Título e Documento
Voz e Audio Output



Velocidade

 

 
Volume

 

 

Velocidade Slideshow (Quick para Lento)
Zero Um Dois Três Quatro Cinco
Blog e RSS Feed URLs
http://moblog.whmsoft.net/pt
http://moblog.whmsoft.net/pt/?feed=rss2

Subscribe to Notícias Fotos Slideshows by Email
Subscrite para o RSS feed com Google Subscrite para o RSS feed com Yahoo! Subscrite para o RSS feed com AOL Subscrite para o RSS feed com Bloglines
Subscrite para o RSS feed com Netvibes Subscrite para o RSS feed com Newsgator Subscrite para o RSS feed com Pageflakes Subscrite para o RSS feed com Rojo

Slideshows - Fotos Noticias - Desde Yahoo! Noticias
Esporte



Encontros

Comentar