Pesquisas Locais - Offerte
Endereços - Horários - Comentários
Informações Sobre o Tempo
Produtos Quentes

Noticias Fotos Slideshows
Celebridades, People, Sports, High Tech, vlrPhone
   

HOWTO - Respostas Ilustrado
 
Libertar a Animação VR / AR
Jogar para revelar imagens 3D e modelos 3D!
Demonstração A-Frame / Multiplayer
Android app on Google Play
 
vlrPhone / vlrFilter
Softphones projeto com baixo consumo de energia, velocidade e radiação / Filtro Multifuncional de Audio com Controle Remoto!



 

Noticias Slideshows (08/10/2019 19 horas)


  • 1/56   Noticias Fotos Slideshows
    PEOPLE TOPIC NEWS

    Noticias Fotos Slideshows - Tendências - Clique na imagem para visualizar na realidade aumentada ou em 3D estéreo

    Noticias Fotos Slideshows - Tendências - Clique na imagem para visualizar na realidade aumentada ou em 3D estéreo


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.


    Revista de Imprensa


    Cristiano Robaldo   Esquece o PSL   PlayStation 5   Com 13   Helton   O Instagram   Bivar   Android 10   Prateleira 1   Jucilei   Rêgo   Ralf e Gabriel   lover edition   Iranete   Jão - Enquanto Me Beija   Bastian Schweinsteiger   "Seguindo"   Splyce   Tirei Pessoa   Mauro Galvão   The End of the F   Dom Serafim   Caio Ribeiro   Matheus Jesus   DOOM Eternal   Tristeza Profunda   Eduardo Leite   isurus   Blonde   
  • 2/56   Rumor | Apple deve lançar pacote misto com Apple Music e Apple TV+

    Empresa de Cupertino busca fazer com que seus serviços de streaming decolem em um mercado cada vez mais competitivo; Apple Music é a segunda maior plataforma do segmento, enquanto o Apple TV+ será lançado em novembro a preços bem atraentes

    Empresa de Cupertino busca fazer com que seus serviços de streaming decolem em um mercado cada vez mais competitivo; Apple Music é a segunda maior plataforma do segmento, enquanto o Apple TV+ será lançado em novembro a preços bem atraentes


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 3/56   "Ninguém se importa com o notch": juiz nos EUA derruba processo contra Apple

    Empresa recebeu uma ação conjunta por conta do entalhe. Usuário reclamam que a companhia não é clara em informar quantidade de pixels que são prejudicados por conta do desenho. Juiz derrubou caso e disse que “ninguém se importa com isso”

    Empresa recebeu uma ação conjunta por conta do entalhe. Usuário reclamam que a companhia não é clara em informar quantidade de pixels que são prejudicados por conta do desenho. Juiz derrubou caso e disse que “ninguém se importa com isso”


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 4/56   Apple anuncia reparo gratuito para iPhone 6 que não liga

    A Apple irá consertar de graça os modelos iPhone 6s e 6s Plus que apresentam problemas na hora de ligar.

    A Apple irá consertar de graça os modelos iPhone 6s e 6s Plus que apresentam problemas na hora de ligar.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 5/56   Google vai obrigar fabricantes a lançarem smartphones com Android 10

    Medida começará a ser colocada em prática já a partir de janeiro de 2020. A partir da data, novos smartphones só poderão chegar ao mercado com a nova versão do sistema operacional, do contrário as fabricantes poderão perder licença

    Medida começará a ser colocada em prática já a partir de janeiro de 2020. A partir da data, novos smartphones só poderão chegar ao mercado com a nova versão do sistema operacional, do contrário as fabricantes poderão perder licença


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 6/56   Apple Music promete melhorar pagamento a artistas a partir de 2020

    Executivos da plataforma de streaming da Apple ressaltam que, ao contrário de concorrentes como Spotify, TIDAL e Deezer, o seu serviço prioriza o artista e o compositor; empresa promete que, no próximo ano, a compensação aos artistas e músicos deve melhorar

    Executivos da plataforma de streaming da Apple ressaltam que, ao contrário de concorrentes como Spotify, TIDAL e Deezer, o seu serviço prioriza o artista e o compositor; empresa promete que, no próximo ano, a compensação aos artistas e músicos deve melhorar


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 7/56   Instagram ganha modo escuro no iOS 13; veja como ativar

    Ainda que de maneira indireta, agora é possível deixar a rede social de fotos e vídeos com aparência mais escura. Basta ativar o recurso nativo do sistema da Apple que o aplicativo se transformará automaticamente. O recurso deve aparecer no Android em breve

    Ainda que de maneira indireta, agora é possível deixar a rede social de fotos e vídeos com aparência mais escura. Basta ativar o recurso nativo do sistema da Apple que o aplicativo se transformará automaticamente. O recurso deve aparecer no Android em breve


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 8/56   Como consultar um CEP no site dos Correios e no Google

    Você não precisa recorrer a um guia de páginas amarelas para achar o CEP de alguma rua. No site dos Correios e no Google, você pode encontrar todos os detalhes sobre o logradouro que você está procurando em poucos minutos

    Você não precisa recorrer a um guia de páginas amarelas para achar o CEP de alguma rua. No site dos Correios e no Google, você pode encontrar todos os detalhes sobre o logradouro que você está procurando em poucos minutos


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 9/56   Google impõe seu sistema de navegação por gestos em Android de terceiros

    Documentação sobre o novo sistema de navegação por gestos do Android 10 revela que a companhia faz exigências agressivas para manter o método em evidência, sem que os fabricantes possam promover suas próprias alternativas

    Documentação sobre o novo sistema de navegação por gestos do Android 10 revela que a companhia faz exigências agressivas para manter o método em evidência, sem que os fabricantes possam promover suas próprias alternativas


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 10/56   Governo quer fatiar projeto de TV paga para destravar compra da Warner pela AT&T

    BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O governo negocia com o Senado para que o projeto de lei que modifica as regras da TV paga seja fatiado. A ideia é manter na proposta o trecho que abre o caminho para que a compra da Warner Media pela gigante de telefonia americana AT&T; seja efetivada no país. Já a discussão sobre regras de programação audiovisual transmitida pela internet, que tem dividido o Senado, se daria em um novo projeto. Esse assunto é polêmico e coloca grandes grupos de mídia, como Netflix e Google, contra produtores de conteúdo brasileiros. O fatiamento da proposta tem sido costurado por interlocutores do Palácio do Planalto. Essa foi a solução encontrada para que o impasse no Congresso não atrapalhe os planos do presidente Jair Bolsonaro em agradar o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. De autoria do senador Vanderlan Cardoso (PP-GO), a versão original do projeto tinha apenas três artigos, eliminando da lei de TVs por assinatura a norma que restringe a participação acionária cruzada entre operadoras de telefonia (AT&T;) e grupos de conteúdo (Time Warner). Combinação dos logotipos da AT&T; e da Time Warner Saul Loeb e Stan Honda/AFP         A lei determina que uma tele pode ter até 50% do capital de uma produtora de conteúdo (emissora, estúdio ou produtora), que, por sua vez, só pode deter até 30% de uma tele. A pedido de Trump, Bolsonaro e um dos filhos, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), têm atuado para destravar o negócio, que envolve 17 países e a União Europeia. A transação, anunciada em 2016, só aguarda o aval das agências regulatórias brasileiras para ser concretizado. No fim de agosto, Bolsonaro recebeu o presidente da AT&T;, Randall Stephenson. Na mesma época, o filho dele foi à Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) pressionar pela aprovação da compra da Warner pela gigante de telefonia americana. Em defesa do negócio, Eduardo publicou seus argumentos nas redes sociais por meio de um vídeo --com legendas em inglês. O aval à transação foi uma das condições impostas por Trump ao Brasil em troca da parceria estratégica.  Mas o impasse em relação ao projeto de Cardoso ganhou um novo contorno no fim de setembro quando o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), apresentou um ofício para que a proposta fosse encaminhada à Secretaria-Geral da Mesa da Casa. Esse pedido tem potencial de travar o projeto, que ficaria parado até que o governo respondesse a alguns questionamentos. Segundo parlamentares que acompanham as discussões, a decisão de Alcolumbre foi uma forma de atender líderes partidários contrários à nova versão do texto. Na CCT (Comissão de Ciência e Tecnologia) do Senado, foi incorporado ao projeto o debate sobre normas para a programação audiovisual transmitida pela internet. O governo, então, passou a negociar com grandes grupos de mídia, como Amazon e Netflix, entre outros que distribuem conteúdo via internet.  Essas empresas querem ficar livres de regulação, diferentemente das empresas que distribuem canais por pacotes e são obrigados, por exemplo, a cumprir cota de conteúdo local. Emissoras de TV brasileiras também estão investindo na oferta de programas pela internet ou aplicativos e querem que uma lei acabe com a insegurança jurídica nesse mercado. Por isso, algumas articulam um artigo que deixe esse serviço, explicitamente, livre de regulação. "O mercado audiovisual pode afundar", diz o presidente da Apaci (Associação Paulista de Cineastas), André Klotzel. Ele e outros representantes de produtores locais têm acompanhado as discussões do projeto de lei no Senado para que a regulação do serviço de transmissão de conteúdo via internet não prejudique o mercado nacional. Klotzel é contra o fatiamento da proposta que tramita no Senado, pois considera urgente a definição de regras para os serviços que estão crescendo no Brasil. "Queremos aproveitar a questão inicial [restrições a operações como a compra da Warner pela AT&T;] e colocar globalmente o problema. Vamos atualizar a legislação de TV por assinatura e vamos colocar a internet dentro [dessas regras]", sustenta.

    BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O governo negocia com o Senado para que o projeto de lei que modifica as regras da TV paga seja fatiado. A ideia é manter na proposta o trecho que abre o caminho para que a compra da Warner Media pela gigante de telefonia americana AT&T; seja efetivada no país. Já a discussão sobre regras de programação audiovisual transmitida pela internet, que tem dividido o Senado, se daria em um novo projeto. Esse assunto é polêmico e coloca grandes grupos de mídia, como Netflix e Google, contra produtores de conteúdo brasileiros. O fatiamento da proposta tem sido costurado por interlocutores do Palácio do Planalto. Essa foi a solução encontrada para que o impasse no Congresso não atrapalhe os planos do presidente Jair Bolsonaro em agradar o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. De autoria do senador Vanderlan Cardoso (PP-GO), a versão original do projeto tinha apenas três artigos, eliminando da lei de TVs por assinatura a norma que restringe a participação acionária cruzada entre operadoras de telefonia (AT&T;) e grupos de conteúdo (Time Warner). Combinação dos logotipos da AT&T; e da Time Warner Saul Loeb e Stan Honda/AFP         A lei determina que uma tele pode ter até 50% do capital de uma produtora de conteúdo (emissora, estúdio ou produtora), que, por sua vez, só pode deter até 30% de uma tele. A pedido de Trump, Bolsonaro e um dos filhos, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), têm atuado para destravar o negócio, que envolve 17 países e a União Europeia. A transação, anunciada em 2016, só aguarda o aval das agências regulatórias brasileiras para ser concretizado. No fim de agosto, Bolsonaro recebeu o presidente da AT&T;, Randall Stephenson. Na mesma época, o filho dele foi à Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) pressionar pela aprovação da compra da Warner pela gigante de telefonia americana. Em defesa do negócio, Eduardo publicou seus argumentos nas redes sociais por meio de um vídeo --com legendas em inglês. O aval à transação foi uma das condições impostas por Trump ao Brasil em troca da parceria estratégica.  Mas o impasse em relação ao projeto de Cardoso ganhou um novo contorno no fim de setembro quando o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), apresentou um ofício para que a proposta fosse encaminhada à Secretaria-Geral da Mesa da Casa. Esse pedido tem potencial de travar o projeto, que ficaria parado até que o governo respondesse a alguns questionamentos. Segundo parlamentares que acompanham as discussões, a decisão de Alcolumbre foi uma forma de atender líderes partidários contrários à nova versão do texto. Na CCT (Comissão de Ciência e Tecnologia) do Senado, foi incorporado ao projeto o debate sobre normas para a programação audiovisual transmitida pela internet. O governo, então, passou a negociar com grandes grupos de mídia, como Amazon e Netflix, entre outros que distribuem conteúdo via internet.  Essas empresas querem ficar livres de regulação, diferentemente das empresas que distribuem canais por pacotes e são obrigados, por exemplo, a cumprir cota de conteúdo local. Emissoras de TV brasileiras também estão investindo na oferta de programas pela internet ou aplicativos e querem que uma lei acabe com a insegurança jurídica nesse mercado. Por isso, algumas articulam um artigo que deixe esse serviço, explicitamente, livre de regulação. "O mercado audiovisual pode afundar", diz o presidente da Apaci (Associação Paulista de Cineastas), André Klotzel. Ele e outros representantes de produtores locais têm acompanhado as discussões do projeto de lei no Senado para que a regulação do serviço de transmissão de conteúdo via internet não prejudique o mercado nacional. Klotzel é contra o fatiamento da proposta que tramita no Senado, pois considera urgente a definição de regras para os serviços que estão crescendo no Brasil. "Queremos aproveitar a questão inicial [restrições a operações como a compra da Warner pela AT&T;] e colocar globalmente o problema. Vamos atualizar a legislação de TV por assinatura e vamos colocar a internet dentro [dessas regras]", sustenta.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 11/56   Twitch lança aplicativo oficial para Apple TV

    Em setembro deste ano, o Twitch já tinha lançado a versão beta do seu aplicativo. Com a versão oficial disponível, agora é pra valer. O aplicativo Twitch para Apple TV oferece os mesmos recursos encontrados nos aplicativos iOS e Mac

    Em setembro deste ano, o Twitch já tinha lançado a versão beta do seu aplicativo. Com a versão oficial disponível, agora é pra valer. O aplicativo Twitch para Apple TV oferece os mesmos recursos encontrados nos aplicativos iOS e Mac


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 12/56   MacOS Catalina já pode ser baixado gratuitamente a partir desta segunda (7)

    Nova versão do sistema operacional para computadores Apple aposenta o iTunes, traz diversas melhorias de segurança, algumas mudanças de design e uma nova função que permite transformar seu iPad em uma mesa digitalizadora

    Nova versão do sistema operacional para computadores Apple aposenta o iTunes, traz diversas melhorias de segurança, algumas mudanças de design e uma nova função que permite transformar seu iPad em uma mesa digitalizadora


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 13/56   Waymo vai começar a testar seus carros autônomos em Los Angeles

    A Waymo, fabricante de veículos autônomos da Alphabet, do Google, vai começar a testar seus carros na cidade de Los Angeles. Primeiro, será feito o mapeamento da cidade para a verificação se haverá uma adequação ao ambiente

    A Waymo, fabricante de veículos autônomos da Alphabet, do Google, vai começar a testar seus carros na cidade de Los Angeles. Primeiro, será feito o mapeamento da cidade para a verificação se haverá uma adequação ao ambiente


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 14/56   Google Shopping alerta usuários quando produtos têm redução de preços

    Plataforma de busca de preços passou por extensa atualização, apresentando nova interface, com uma organização melhor de ofertas e lojas, além da função de marcar produtos de interesse e ser avisado por ela quando eles receberem descontos

    Plataforma de busca de preços passou por extensa atualização, apresentando nova interface, com uma organização melhor de ofertas e lojas, além da função de marcar produtos de interesse e ser avisado por ela quando eles receberem descontos


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 15/56   Atualização do PlayStation 4 trará suporte ao Remote Play para todos os Android

    Versão 7.00 da firmware do console vai expandir função que antes existia exclusivamente em smartphones fabricados pela Sony; aprimoramentos no número de participantes simultâneos em chats de áudio e comando de transcrição voz para texto também serão incluídos

    Versão 7.00 da firmware do console vai expandir função que antes existia exclusivamente em smartphones fabricados pela Sony; aprimoramentos no número de participantes simultâneos em chats de áudio e comando de transcrição voz para texto também serão incluídos


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 16/56   Microsoft registra patente de tapete de realidade virtual com suporte ao Xbox

    Registrado na última semana no Escritório de Marcas e Patentes dos EUA, o documento prevê um aparelho de RV que delimitaria os limites de ação nos games graças ao tapete e que, além de ser usado no PC, poderia ser usado no console, com a ajuda do Kinect

    Registrado na última semana no Escritório de Marcas e Patentes dos EUA, o documento prevê um aparelho de RV que delimitaria os limites de ação nos games graças ao tapete e que, além de ser usado no PC, poderia ser usado no console, com a ajuda do Kinect


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 17/56   Spotify ganha compatibilidade com Siri e programa para Apple TV

    Empresa atualizou o aplicativo para usuários do iOS 13. Assim, usuário pode abrir uma música somente usando a assistente pessoal da Apple. Programa também é compatível com novo modo de economia de dados do sistema operacional

    Empresa atualizou o aplicativo para usuários do iOS 13. Assim, usuário pode abrir uma música somente usando a assistente pessoal da Apple. Programa também é compatível com novo modo de economia de dados do sistema operacional


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 18/56   Apple TV+ | Confira tudo que já está confirmado para o streaming da Apple

    No dia primeiro de novembro deste ano, será lançada a plataforma de streaming Apple TV+. A novidade já está com alguns títulos prontos para chegarem às televisões, enquanto outros ainda estão em desenvolvimento ou em fase de acertos de detalhes

    No dia primeiro de novembro deste ano, será lançada a plataforma de streaming Apple TV+. A novidade já está com alguns títulos prontos para chegarem às televisões, enquanto outros ainda estão em desenvolvimento ou em fase de acertos de detalhes


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 19/56   Servant, série perturbadora de M. Night Syamalan para o Apple TV+, ganha teaser

    No próximo dia 28 de novembro, estreia a nova série de M. Night Shyamalan no Apple TV+: Servant. A trama conta a história de um casal que, ao perder seu bebê, começa a cuidar de um boneco realista e contrata uma babá para ajudar

    No próximo dia 28 de novembro, estreia a nova série de M. Night Shyamalan no Apple TV+: Servant. A trama conta a história de um casal que, ao perder seu bebê, começa a cuidar de um boneco realista e contrata uma babá para ajudar


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 20/56   Aeronave elétrica do criador do Google voa praticamente sem barulho

    A terceira espaçonave apresentada pela startup Kitty Hawk, fundada pelo criador do Google, promete viagens sem barulho interno e facilidade na hora do pouso, além de grande economia de energia quando comprado aos outros veículos do mercado

    A terceira espaçonave apresentada pela startup Kitty Hawk, fundada pelo criador do Google, promete viagens sem barulho interno e facilidade na hora do pouso, além de grande economia de energia quando comprado aos outros veículos do mercado


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 21/56   Apple pode ter comprado IKinema, estúdio de animação em tempo real

    Documento mostra negociação entre as duas companhias. Tecnologia permite reproduzir movimentos dentro de um universo virtual. Dona do iPhone pode estar interessada em desenvolvimento em games para suas plataformas

    Documento mostra negociação entre as duas companhias. Tecnologia permite reproduzir movimentos dentro de um universo virtual. Dona do iPhone pode estar interessada em desenvolvimento em games para suas plataformas


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 22/56   Investigação quer esclarecer se houve pagamento por conversas hackeadas

    BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Passados 75 dias das primeiras prisões e com duas operações deflagradas, a investigação da Polícia Federal sobre a invasão de contas de Telegram de autoridades já chegou aos suspeitos do hackeamento, descobriu o modus operandi do grupo e caminha para uma terceira fase. A apuração busca esclarecer se há pessoas acima das já identificadas no esquema, continua à procura de eventual pagamento pela divulgação das mensagens da Lava Jato e quer garantir que todo o conteúdo capturado de autoridades tenha sido recuperado. A expectativa é que o estudante Luiz Henrique Molição, 19, preso em setembro na segunda etapa da Operação Spoofing, possa dar detalhes da divulgação das conversas de procuradores da Lava Jato, como Deltan Dallagnol, e do ex-juiz Sergio Moro, atual ministro do governo Bolsonaro. Molição é suspeito de ter feito parte dos contatos com o jornalista Glenn Greenwald, do site The Intercept Brasil, a pedido do principal investigado pelos hackeamentos, Walter Delgatti Neto. Enquanto os outros presos estão no presídio da Papuda, Molição permanece numa cela na Superintendência da PF em Brasília, onde é mais fácil para a polícia ouvi-lo e onde ele não tem contato com os demais investigados. Delgatti, que foi preso na primeira fase da Spoofing, em julho, afirmou à PF que agiu sozinho e repassou as mensagens ao Intercept de forma anônima, voluntária e sem pagamento. A polícia, contudo, tem indícios fortes de que ele não atuou sozinho, mas com ajuda dos dois rapazes presos posteriormente: Molição, seu colega de classe em um curso de direito em Ribeirão Preto (SP), e Thiago Eliezer Martins Santos, um morador de Brasília especialista em informática. A investigação conseguiu acessar os arquivos de um computador da marca Apple apreendido com Delgatti e encontrou duas pastas contendo conversas com uma pessoa apelidada de "Crash" -que a PF suspeita que seja Thiago Eliezer- e outra, de "Molissaum", que seria Molição. No computador de Delgatti foi achado um áudio do jornalista Glenn conversando com um rapaz -que, mais tarde, foi identificado como Molição. "Como tá agora tá saindo muita notícia sobre isso, a gente chego... Chegamos à conclusão que eles estão fazendo um jogo pra tentar desmoralizar o que tá acontecendo", disse Molição. "Hã ham", respondeu Glenn, num trecho transcrito pela PF. O rapaz menciona que o "'grupo' pegou o Telegram de várias pessoas no ano passado (2018)", de acordo com a PF, o que contradiz outro trecho da oitiva de Delgatti, segundo o qual os hackeamentos tinham começado neste ano. Molição teria sido incumbido de falar com Glenn porque Delgatti se desentendia com o jornalista quanto a pagamentos e não compreendia bem seu sotaque --o editor do Intercept é norte-americano. O estudante falou à polícia, em 25 de setembro, que "Walter [Delgatti] tentou vender o conteúdo de contas de Telegram para Glenn Greenwald", conforme mensagens que leu em um celular dado a ele pelo colega, "entretanto Glenn teria se recusado a efetuar qualquer tipo de pagamento em troca do conteúdo". O celular mencionado, um iPhone apelidado por Delgatti de "biriri", "espelhava" contas de terceiros. Nesse aparelho, Molição disse ter visto conversas de Telegram da deputada Joice Hasselmann (PSL-SP). Ele também confirmou à PF que escreveu um texto crítico ao Ministério Público Federal, a pedido de Delgatti, para enviar a um jornalista como se tivesse partido de Joice. Eliezer é suspeito de ter ensinado Delgatti a efetuar as invasões, pois tem conhecimentos avançados em informática e trabalhava nessa área. Para a PF, Eliezer era "ao menos conhecedor das invasões de contas do Telegram que eram realizadas por Walter Delgatti Neto". Molição contou que, depois que Delgatti foi preso, recebeu uma mensagem de uma pessoa que ele acredita ser Eliezer, que escreveu: "Você deve saber quem eu sou, eu ajudava o garoto". Foram localizadas 14 transferências de pequenos valores de Delgatti para Eliezer, como uma de R$ 4.500 em abril deste ano. A investigação, por ora, não afirma que as transferências tenham relação com as invasões de Telegram porque os dois são suspeitos também de praticarem fraudes eletrônicas para ganhar dinheiro. Em seu primeiro depoimento em julho, Delgatti ficou em silêncio quando a polícia perguntou se ele conhecia Eliezer. Depois, disse que o conheceu pela internet e comprou dele uma Land Rover em 2018. PF e Ministério Público Federal apontam suspeitas de uma série de crimes: invasão de dispositivo de informática de autoridades públicas, violação de sigilo telefônico sem autorização judicial, fraudes bancárias, estelionatos, lavagem de dinheiro e crime contra a Segurança Nacional (espionagem) -cuja pena é a mais alta, podendo chegar a 15 anos de prisão. Na primeira fase da Spoofing, foram presos, além de Delgatti, Danilo Marques, Gustavo Henrique Elias Santos e sua mulher, Suelen Oliveira. Não há informações conhecidas de que os três tenham invadido o Telegram de autoridades, mas há indícios de que praticavam fraudes bancárias e estelionatos eletrônicos. A Folha de S.Paulo não conseguiu contato ou não obteve resposta dos advogados de Delgatti, Eliezer, Elias Santos e Suelen. "A defesa reitera a convicção na inocência de Luiz Molição", diz um dos advogados do estudante, Ademar Costa. A defensora pública federal Manoela Cavalcanti Barros, que representa Danilo Marques, afirmou, em nota, que a prisão preventiva dele é ilegal porque, passados mais de 70 dias, "ainda não houve qualquer aprofundamento das investigações acerca das fraudes bancárias". QUEM SÃO OS INVESTIGADOS Walter Delgatti Neto Preso em 23.jul Apontado como o principal suspeito de ter invadido contas de Telegram de autoridades. Disse à PF que atuou sozinho e repassou as mensagens ao jornalista Glenn Greenwald, do site Intercept, de forma anônima, voluntária e sem receber dinheiro. Também é suspeito de ter cometido fraudes bancárias Thiago Eliezer Martins Santos Preso em 19.set É suspeito de ter ensinado a Delgatti como fazer as invasões. PF aponta que, ao menos, ele sabia dos hackeamentos Também é suspeito de envolvimento em fraudes eletrônicas anteriores Luiz Henrique Molição Preso em 19.set Colega de classe de Delgatti num curso de direito em Ribeirão Preto (SP), é suspeito de ter feito boa parte dos contatos com o jornalista Glenn a pedido do hacker. Para a PF, Molição colaborou com parte das invasões ou ao menos sabia bastante sobre elas Danilo Marques Preso em 23.jul Amigo de Delgatti, é suspeito de emprestar seu nome para o hacker alugar uma casa em Ribeirão Preto (SP), contratar serviços de internet e abrir uma conta bancária. Pode não ter participado do hackeamento, mas soube que Delgatti divulgou as mensagens É suspeito de fraudes eletrônicas e bancárias Gustavo Henrique Elias Santos Preso em 23.jul Amigo de Delgatti de Araraquara (SP), cidade natal de ambos, não há informações, por ora, de que tenha participado das invasões de Telegram É suspeito de fraudes bancárias Suelen Oliveira Presa em 23.jul e solta em 2.out Mulher de Elias Santos, não teria participado dos hackeamentos É suspeita de ser parceira do marido em fraudes bancárias

    BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Passados 75 dias das primeiras prisões e com duas operações deflagradas, a investigação da Polícia Federal sobre a invasão de contas de Telegram de autoridades já chegou aos suspeitos do hackeamento, descobriu o modus operandi do grupo e caminha para uma terceira fase. A apuração busca esclarecer se há pessoas acima das já identificadas no esquema, continua à procura de eventual pagamento pela divulgação das mensagens da Lava Jato e quer garantir que todo o conteúdo capturado de autoridades tenha sido recuperado. A expectativa é que o estudante Luiz Henrique Molição, 19, preso em setembro na segunda etapa da Operação Spoofing, possa dar detalhes da divulgação das conversas de procuradores da Lava Jato, como Deltan Dallagnol, e do ex-juiz Sergio Moro, atual ministro do governo Bolsonaro. Molição é suspeito de ter feito parte dos contatos com o jornalista Glenn Greenwald, do site The Intercept Brasil, a pedido do principal investigado pelos hackeamentos, Walter Delgatti Neto. Enquanto os outros presos estão no presídio da Papuda, Molição permanece numa cela na Superintendência da PF em Brasília, onde é mais fácil para a polícia ouvi-lo e onde ele não tem contato com os demais investigados. Delgatti, que foi preso na primeira fase da Spoofing, em julho, afirmou à PF que agiu sozinho e repassou as mensagens ao Intercept de forma anônima, voluntária e sem pagamento. A polícia, contudo, tem indícios fortes de que ele não atuou sozinho, mas com ajuda dos dois rapazes presos posteriormente: Molição, seu colega de classe em um curso de direito em Ribeirão Preto (SP), e Thiago Eliezer Martins Santos, um morador de Brasília especialista em informática. A investigação conseguiu acessar os arquivos de um computador da marca Apple apreendido com Delgatti e encontrou duas pastas contendo conversas com uma pessoa apelidada de "Crash" -que a PF suspeita que seja Thiago Eliezer- e outra, de "Molissaum", que seria Molição. No computador de Delgatti foi achado um áudio do jornalista Glenn conversando com um rapaz -que, mais tarde, foi identificado como Molição. "Como tá agora tá saindo muita notícia sobre isso, a gente chego... Chegamos à conclusão que eles estão fazendo um jogo pra tentar desmoralizar o que tá acontecendo", disse Molição. "Hã ham", respondeu Glenn, num trecho transcrito pela PF. O rapaz menciona que o "'grupo' pegou o Telegram de várias pessoas no ano passado (2018)", de acordo com a PF, o que contradiz outro trecho da oitiva de Delgatti, segundo o qual os hackeamentos tinham começado neste ano. Molição teria sido incumbido de falar com Glenn porque Delgatti se desentendia com o jornalista quanto a pagamentos e não compreendia bem seu sotaque --o editor do Intercept é norte-americano. O estudante falou à polícia, em 25 de setembro, que "Walter [Delgatti] tentou vender o conteúdo de contas de Telegram para Glenn Greenwald", conforme mensagens que leu em um celular dado a ele pelo colega, "entretanto Glenn teria se recusado a efetuar qualquer tipo de pagamento em troca do conteúdo". O celular mencionado, um iPhone apelidado por Delgatti de "biriri", "espelhava" contas de terceiros. Nesse aparelho, Molição disse ter visto conversas de Telegram da deputada Joice Hasselmann (PSL-SP). Ele também confirmou à PF que escreveu um texto crítico ao Ministério Público Federal, a pedido de Delgatti, para enviar a um jornalista como se tivesse partido de Joice. Eliezer é suspeito de ter ensinado Delgatti a efetuar as invasões, pois tem conhecimentos avançados em informática e trabalhava nessa área. Para a PF, Eliezer era "ao menos conhecedor das invasões de contas do Telegram que eram realizadas por Walter Delgatti Neto". Molição contou que, depois que Delgatti foi preso, recebeu uma mensagem de uma pessoa que ele acredita ser Eliezer, que escreveu: "Você deve saber quem eu sou, eu ajudava o garoto". Foram localizadas 14 transferências de pequenos valores de Delgatti para Eliezer, como uma de R$ 4.500 em abril deste ano. A investigação, por ora, não afirma que as transferências tenham relação com as invasões de Telegram porque os dois são suspeitos também de praticarem fraudes eletrônicas para ganhar dinheiro. Em seu primeiro depoimento em julho, Delgatti ficou em silêncio quando a polícia perguntou se ele conhecia Eliezer. Depois, disse que o conheceu pela internet e comprou dele uma Land Rover em 2018. PF e Ministério Público Federal apontam suspeitas de uma série de crimes: invasão de dispositivo de informática de autoridades públicas, violação de sigilo telefônico sem autorização judicial, fraudes bancárias, estelionatos, lavagem de dinheiro e crime contra a Segurança Nacional (espionagem) -cuja pena é a mais alta, podendo chegar a 15 anos de prisão. Na primeira fase da Spoofing, foram presos, além de Delgatti, Danilo Marques, Gustavo Henrique Elias Santos e sua mulher, Suelen Oliveira. Não há informações conhecidas de que os três tenham invadido o Telegram de autoridades, mas há indícios de que praticavam fraudes bancárias e estelionatos eletrônicos. A Folha de S.Paulo não conseguiu contato ou não obteve resposta dos advogados de Delgatti, Eliezer, Elias Santos e Suelen. "A defesa reitera a convicção na inocência de Luiz Molição", diz um dos advogados do estudante, Ademar Costa. A defensora pública federal Manoela Cavalcanti Barros, que representa Danilo Marques, afirmou, em nota, que a prisão preventiva dele é ilegal porque, passados mais de 70 dias, "ainda não houve qualquer aprofundamento das investigações acerca das fraudes bancárias". QUEM SÃO OS INVESTIGADOS Walter Delgatti Neto Preso em 23.jul Apontado como o principal suspeito de ter invadido contas de Telegram de autoridades. Disse à PF que atuou sozinho e repassou as mensagens ao jornalista Glenn Greenwald, do site Intercept, de forma anônima, voluntária e sem receber dinheiro. Também é suspeito de ter cometido fraudes bancárias Thiago Eliezer Martins Santos Preso em 19.set É suspeito de ter ensinado a Delgatti como fazer as invasões. PF aponta que, ao menos, ele sabia dos hackeamentos Também é suspeito de envolvimento em fraudes eletrônicas anteriores Luiz Henrique Molição Preso em 19.set Colega de classe de Delgatti num curso de direito em Ribeirão Preto (SP), é suspeito de ter feito boa parte dos contatos com o jornalista Glenn a pedido do hacker. Para a PF, Molição colaborou com parte das invasões ou ao menos sabia bastante sobre elas Danilo Marques Preso em 23.jul Amigo de Delgatti, é suspeito de emprestar seu nome para o hacker alugar uma casa em Ribeirão Preto (SP), contratar serviços de internet e abrir uma conta bancária. Pode não ter participado do hackeamento, mas soube que Delgatti divulgou as mensagens É suspeito de fraudes eletrônicas e bancárias Gustavo Henrique Elias Santos Preso em 23.jul Amigo de Delgatti de Araraquara (SP), cidade natal de ambos, não há informações, por ora, de que tenha participado das invasões de Telegram É suspeito de fraudes bancárias Suelen Oliveira Presa em 23.jul e solta em 2.out Mulher de Elias Santos, não teria participado dos hackeamentos É suspeita de ser parceira do marido em fraudes bancárias


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 23/56   Novo Google Shopping permite rastreamento de preços e roupas com o Google Lens

    A tecnologia de reconhecimento de imagem inteligente do Google pode trazer resultados semelhantes a alguma roupa de loja ou mesmo do seu guarda-roupa. A experiência atualizada do Google Shopping inclui uma página inicial personalizada e notifica quando tem promoção

    A tecnologia de reconhecimento de imagem inteligente do Google pode trazer resultados semelhantes a alguma roupa de loja ou mesmo do seu guarda-roupa. A experiência atualizada do Google Shopping inclui uma página inicial personalizada e notifica quando tem promoção


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 24/56   Gerenciagram: aumente seus seguidores e interações no Instagram com o app

    O Gerenciagram permite impulsionar seu perfil do Instagram, seguindo contas automaticamente e divulgando sua marca ou conta pessoal. Para utilizá-lo, basta baixar o aplicativo em seu iPhone ou Android

    O Gerenciagram permite impulsionar seu perfil do Instagram, seguindo contas automaticamente e divulgando sua marca ou conta pessoal. Para utilizá-lo, basta baixar o aplicativo em seu iPhone ou Android


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 25/56   Confira aplicativos que permitem ler mangá online

    Se você deseja ler mangás online, existem diversos aplicativos que podem ser utilizados legalmente. Quase todos podem ser baixados tanto em smartphones Android quanto iOS e garantem acesso a um conteúdo bem amplo

    Se você deseja ler mangás online, existem diversos aplicativos que podem ser utilizados legalmente. Quase todos podem ser baixados tanto em smartphones Android quanto iOS e garantem acesso a um conteúdo bem amplo


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 26/56   Hackers iranianos promovem ataque em candidato presidencial dos EUA

    Descoberto pela Microsoft, ataque aconteceu entre agosto e setembro deste ano e teve como alvo um dos candidatos a presidente nas eleições que acontecem nos EUA em 2020. Acontecimentos recentes colocam a equipe de Joe Biden como principal vítima em potencial

    Descoberto pela Microsoft, ataque aconteceu entre agosto e setembro deste ano e teve como alvo um dos candidatos a presidente nas eleições que acontecem nos EUA em 2020. Acontecimentos recentes colocam a equipe de Joe Biden como principal vítima em potencial


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 27/56   Fundo Global espera arrecadar US$ 14 bi para eliminar aids, tuberculose e malária
    SCIENCE TOPIC NEWS

    O Fundo Global de combate à aids, tuberculose e malária tentará, na quinta-feira (10), arrecadar US$ 14 bilhões em Lyon para financiar suas ações, um "desafio" necessário para superar essas epidemias até 2030.

    O Fundo Global de combate à aids, tuberculose e malária tentará, na quinta-feira (10), arrecadar US$ 14 bilhões em Lyon para financiar suas ações, um "desafio" necessário para superar essas epidemias até 2030.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 28/56   Trio de cosmólogos vence o Nobel de Física
    SCIENCE TOPIC NEWS

    O canadense-americano James Peebles e os suíços Michel Mayor e Didier Queloz foram anunciados nesta terça-feira como os vencedores do prêmio Nobel de Física por seus trabalhos em cosmologia.

    O canadense-americano James Peebles e os suíços Michel Mayor e Didier Queloz foram anunciados nesta terça-feira como os vencedores do prêmio Nobel de Física por seus trabalhos em cosmologia.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 29/56   Trio de cosmólogos vence o Nobel de Física
    SCIENCE TOPIC NEWS

    O canadense-americano James Peebles e os suíços Michel Mayor e Didier Queloz foram anunciados nesta terça-feira como os vencedores do prêmio Nobel de Física por seus trabalhos em cosmologia.

    O canadense-americano James Peebles e os suíços Michel Mayor e Didier Queloz foram anunciados nesta terça-feira como os vencedores do prêmio Nobel de Física por seus trabalhos em cosmologia.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 30/56   'Rebelião Internacional' contra mudanças climáticas toma cidades do mundo
    SCIENCE TOPIC NEWS

    Militantes do movimento ecologista de desobediência civil Extinction Rebellion (XR) iniciaram nesta segunda-feira (7) uma mobilização de duas semanas com atos no mundo todo, de Sydney e Nova York a Londres e Paris, passando por Buenos Aires e Rio de Janeiro, em protesto contra a falta de ação ante as mudanças climáticas.

    Militantes do movimento ecologista de desobediência civil Extinction Rebellion (XR) iniciaram nesta segunda-feira (7) uma mobilização de duas semanas com atos no mundo todo, de Sydney e Nova York a Londres e Paris, passando por Buenos Aires e Rio de Janeiro, em protesto contra a falta de ação ante as mudanças climáticas.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 31/56   Bernie Sanders tem alta e médicos confirmam que sofreu infarto
    SCIENCE TOPIC NEWS

    Bernie Sanders, pré-candidato democrata às presidenciais de 2020 nos Estados Unidos, teve alta nesta sexta-feira do hospital onde foi internado, em Las Vegas, após sofrer um ataque cardíaco, segundo o diagnóstico de seus médicos.

    Bernie Sanders, pré-candidato democrata às presidenciais de 2020 nos Estados Unidos, teve alta nesta sexta-feira do hospital onde foi internado, em Las Vegas, após sofrer um ataque cardíaco, segundo o diagnóstico de seus médicos.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 32/56   Suprema Corte dos EUA analisará polêmica lei de aborto
    SCIENCE TOPIC NEWS

    A Suprema Corte dos Estados Unidos acordou nesta sexta-feira (4) examinar uma lei da Luisiana, acusada de restringir o acesso ao aborto, em um caso altamente sensível que colocará à prova os nove juízes nomeados pelo presidente Donald Trump.

    A Suprema Corte dos Estados Unidos acordou nesta sexta-feira (4) examinar uma lei da Luisiana, acusada de restringir o acesso ao aborto, em um caso altamente sensível que colocará à prova os nove juízes nomeados pelo presidente Donald Trump.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 33/56   De Hitler a Michael Jackson, veja alguns candidatos curiosos ao Nobel da Paz
    SCIENCE TOPIC NEWS

    Apresentado como "o príncipe de Paz na Terra", Adolf Hitler foi proposto para o Nobel da Paz há 80 anos, pouco antes do início da Segunda Guerra Mundial, uma amostra de como é fácil fazer uma indicação ao prêmio mais prestigioso do mundo.

    Apresentado como "o príncipe de Paz na Terra", Adolf Hitler foi proposto para o Nobel da Paz há 80 anos, pouco antes do início da Segunda Guerra Mundial, uma amostra de como é fácil fazer uma indicação ao prêmio mais prestigioso do mundo.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 34/56   Tetraplégico volta a andar com exoesqueleto controlado pelo cérebro
    SCIENCE TOPIC NEWS

    O homem envolvido no estudo, identificado apenas como Thibault, de 28 anos e natural de Lyon, disse que a tecnologia lhe deu uma nova vida.

    O homem envolvido no estudo, identificado apenas como Thibault, de 28 anos e natural de Lyon, disse que a tecnologia lhe deu uma nova vida.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 35/56   Greta Thunberg debocha das declarações de Putin a seu respeito
    SCIENCE TOPIC NEWS

    A sueca Greta Thunberg, um símbolo da consciência climática da juventude global, zombou no Twitter das declarações do presidente russo, Vladimir Putin, que a descreveu nesta semana como "menina gentil".

    A sueca Greta Thunberg, um símbolo da consciência climática da juventude global, zombou no Twitter das declarações do presidente russo, Vladimir Putin, que a descreveu nesta semana como "menina gentil".


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 36/56   Ecologistas do Extinction Rebellion anunciam série de ações em 60 cidades
    SCIENCE TOPIC NEWS

    O movimento ecologista Extinction Rebellion (XR) organizará a partir de segunda-feira uma série de ações em 60 cidades, incluindo bloqueios em Londres que podem durar mais de duas semanas.

    O movimento ecologista Extinction Rebellion (XR) organizará a partir de segunda-feira uma série de ações em 60 cidades, incluindo bloqueios em Londres que podem durar mais de duas semanas.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 37/56   Turquia está pronta para operação na Síria, apesar de ameaças de Trump
    WORLD TOPIC NEWS

    A Turquia disse nesta terça-feira (8) que está pronta para lançar uma nova ofensiva na Síria contra uma milícia curda apoiada por Washington, apesar dos sinais contraditórios de Donald Trump, alimentando confusão sobre a posição dos Estados Unidos.

    A Turquia disse nesta terça-feira (8) que está pronta para lançar uma nova ofensiva na Síria contra uma milícia curda apoiada por Washington, apesar dos sinais contraditórios de Donald Trump, alimentando confusão sobre a posição dos Estados Unidos.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 38/56   Marielle Franco e chefe Raoni, finalistas do prêmio Sakharov da Eurocâmara
    WORLD TOPIC NEWS

    A candidatura de três ativistas brasileiros - a vereadora assassinada Marielle Franco, o chefe Raoni e a ambientalista Claudelice Silva dos Santos - está entre os finalistas do Prêmio Sakharov da Eurocâmara, afirmaram fontes parlamentares nesta terça-feira (8).

    A candidatura de três ativistas brasileiros - a vereadora assassinada Marielle Franco, o chefe Raoni e a ambientalista Claudelice Silva dos Santos - está entre os finalistas do Prêmio Sakharov da Eurocâmara, afirmaram fontes parlamentares nesta terça-feira (8).


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 39/56   Denunciado, ministro é convocado pelo Senado para explicar laranjas do PSL
    WORLD TOPIC NEWS

    BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, foi convocado a prestar esclarecimentos em uma comissão do Senado sobre o caso das candidaturas laranjas do PSL. O requerimento de convocação foi apresentado pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) na Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor do Senado e aprovado nesta terça-feira (8).  "Os acontecimentos se avolumam e tornam cada vez mais grave a situação do atual ministro do Turismo. Os acontecimentos chegam no nível do indiciamento dele por parte da Polícia Federal", argumentou Randolfe ao defender a aprovação do requerimento na comissão.  O senador disse ainda que a Comissão de Transparência já havia convidado Álvaro Antônio para responder às acusações antes, mas o ministro não compareceu. Por isso, acrescentou o senador, "não restou outra alternativa" que não fosse a convocação.  Os senadores marcaram a audiência com Álvaro Antônio para o dia 22 de outubro. As regras da Casa estabelecem que a reunião com a autoridade convocada precisa ocorrer dentro de 30 dias após a aprovação do requerimento.  Diferentemente do convite, o comparecimento por convocação é obrigatório. Caso ela não seja atendida, o presidente do Senado pode instaurar o "procedimento legal cabível" contra a autoridade. "É importante que o Ministro coloque às claras o obscurantismo que ronda as eleições do PSL, esclarecendo à República sobre o que tomou parte neste processo eleitoral, dando a sua versão dos fatos", escreveu Randolfe no seu requerimento.  Na semana passada, o ministro do Turismo foi indicado pela PF sob acusação de envolvimento no esquema de laranjas e posteriormente denunciado pelo Ministério Público de Minas Gerais. A investigação, iniciada com base em reportagens do jornal Folha de S.Paulo, concluiu que o ministro comandou um esquema de desvio de recursos públicos por meio de candidaturas femininas de fachada nas últimas eleições. Citado pela Promotoria como cabeça de um grupo que fraudava a utilização dessa verba, Álvaro Antônio foi formalmente acusado de falsidade ideológica eleitoral, apropriação indébita de recurso eleitoral e associação criminosa -com penas máximas de cinco, seis e três anos de cadeia, respectivamente. Ele diz que vai provar sua inocência. No final de semana, o jornal Folha de S.Paulo mostrou que um depoimento dado à Polícia Federal e uma planilha apreendida em uma gráfica sugerem que dinheiro do esquema de candidatas laranjas do PSL em Minas foi desviado para abastecer, por meio de caixa dois, as campanhas do presidente Jair Bolsonaro (PSL) e de Álvaro Antônio. A notícia gerou reação do presidente Bolsonaro, que afirmou no domingo (6) que a Folha de S.Paulo "avançou todos os limites" e desceu "às profundezas do esgoto" ao publicar a reportagem sobre possível uso de caixa dois na campanha dele à Presidência e na do ministro do Turismo a deputado federal. O ministro do Turismo, por sua vez, negou na segunda-feira (7) a possibilidade de se afastar do cargo, mesmo indiciado pela PF e denunciado pela Procuradoria de Minas Gerais.

    BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, foi convocado a prestar esclarecimentos em uma comissão do Senado sobre o caso das candidaturas laranjas do PSL. O requerimento de convocação foi apresentado pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) na Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor do Senado e aprovado nesta terça-feira (8).  "Os acontecimentos se avolumam e tornam cada vez mais grave a situação do atual ministro do Turismo. Os acontecimentos chegam no nível do indiciamento dele por parte da Polícia Federal", argumentou Randolfe ao defender a aprovação do requerimento na comissão.  O senador disse ainda que a Comissão de Transparência já havia convidado Álvaro Antônio para responder às acusações antes, mas o ministro não compareceu. Por isso, acrescentou o senador, "não restou outra alternativa" que não fosse a convocação.  Os senadores marcaram a audiência com Álvaro Antônio para o dia 22 de outubro. As regras da Casa estabelecem que a reunião com a autoridade convocada precisa ocorrer dentro de 30 dias após a aprovação do requerimento.  Diferentemente do convite, o comparecimento por convocação é obrigatório. Caso ela não seja atendida, o presidente do Senado pode instaurar o "procedimento legal cabível" contra a autoridade. "É importante que o Ministro coloque às claras o obscurantismo que ronda as eleições do PSL, esclarecendo à República sobre o que tomou parte neste processo eleitoral, dando a sua versão dos fatos", escreveu Randolfe no seu requerimento.  Na semana passada, o ministro do Turismo foi indicado pela PF sob acusação de envolvimento no esquema de laranjas e posteriormente denunciado pelo Ministério Público de Minas Gerais. A investigação, iniciada com base em reportagens do jornal Folha de S.Paulo, concluiu que o ministro comandou um esquema de desvio de recursos públicos por meio de candidaturas femininas de fachada nas últimas eleições. Citado pela Promotoria como cabeça de um grupo que fraudava a utilização dessa verba, Álvaro Antônio foi formalmente acusado de falsidade ideológica eleitoral, apropriação indébita de recurso eleitoral e associação criminosa -com penas máximas de cinco, seis e três anos de cadeia, respectivamente. Ele diz que vai provar sua inocência. No final de semana, o jornal Folha de S.Paulo mostrou que um depoimento dado à Polícia Federal e uma planilha apreendida em uma gráfica sugerem que dinheiro do esquema de candidatas laranjas do PSL em Minas foi desviado para abastecer, por meio de caixa dois, as campanhas do presidente Jair Bolsonaro (PSL) e de Álvaro Antônio. A notícia gerou reação do presidente Bolsonaro, que afirmou no domingo (6) que a Folha de S.Paulo "avançou todos os limites" e desceu "às profundezas do esgoto" ao publicar a reportagem sobre possível uso de caixa dois na campanha dele à Presidência e na do ministro do Turismo a deputado federal. O ministro do Turismo, por sua vez, negou na segunda-feira (7) a possibilidade de se afastar do cargo, mesmo indiciado pela PF e denunciado pela Procuradoria de Minas Gerais.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 40/56   Londres antecipa fracasso na negociação do Brexit
    WORLD TOPIC NEWS

    O governo britânico deu a entender nesta terça-feira (8) que a negociação sobre o Brexit está perto de naufragar por culpa da União Europeia (UE), o que irritou o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk.

    O governo britânico deu a entender nesta terça-feira (8) que a negociação sobre o Brexit está perto de naufragar por culpa da União Europeia (UE), o que irritou o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 41/56   Uma vida de miséria para os pioneiros da floresta amazônica
    WORLD TOPIC NEWS

    Prometeram a Maria Helena Locatelli terra e um futuro melhor na floresta amazônica, mas o que ela encontrou foi apenas miséria quando chegou ao norte do Brasil em 1972 para começar uma nova vida.

    Prometeram a Maria Helena Locatelli terra e um futuro melhor na floresta amazônica, mas o que ela encontrou foi apenas miséria quando chegou ao norte do Brasil em 1972 para começar uma nova vida.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 42/56   Brasileiros contam como é viver na floresta amazônica
    WORLD TOPIC NEWS

    Pecuaristas, professores indígenas e madeireiros estão entre os mais de 20 milhões de pessoas que vivem na Amazônia, tirando seu sustento da maior floresta tropical do mundo.

    Pecuaristas, professores indígenas e madeireiros estão entre os mais de 20 milhões de pessoas que vivem na Amazônia, tirando seu sustento da maior floresta tropical do mundo.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 43/56   Vozes da Nova Política - Felipe Rigoni
    WORLD TOPIC NEWS

    Primeiro deficiente visual eleito deputado federal, Felipe Rigoni (PSB) é o convidado do Vozes da Nova Política.

O parlamentar fala sobre sua origem política, acessibilidade e a suspensão aplicada a ele por seu partido por conta de seu voto a favor da Reforma da Previdência.

    Primeiro deficiente visual eleito deputado federal, Felipe Rigoni (PSB) é o convidado do Vozes da Nova Política. O parlamentar fala sobre sua origem política, acessibilidade e a suspensão aplicada a ele por seu partido por conta de seu voto a favor da Reforma da Previdência.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 44/56   'Esquece o PSL', afirma Bolsonaro ao criticar presidente de seu partido
    WORLD TOPIC NEWS

    BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro (PSL) pediu a um apoiador para esquecer o PSL e criticou o comandante nacional do partido, deputado Luciano Bivar (PE), que estaria "queimado para caramba".  "Esquece o PSL, esquece o PSL, tá ok?", cochichou Bolsonaro no ouvido do apoiador que o esperava nesta terça-feira (8) na porta do Palácio da Alvorada para gravar um vídeo.  Um jovem se aproximou do presidente com um celular para fazer um vídeo e disse: "Eu sou do Recife, pré-candidato do PSL". Bolsonaro pede então que ele esqueça a legenda, mas o apoiador insiste. "Eu, Bolsonaro e Bivar juntos por um novo Recife, aê!", grita o jovem, enquanto registra a cena com um celular em posição de selfie. Ao perceber que foi gravado, o presidente então pede que a imagem não seja divulgada. "Oh cara, não divulga isso não, pô. O cara tá queimado para caramba lá. Vai queimar o meu filme também. Esquece esse cara, esquece o partido", afirmou.  Em seguida, os apoiadores que cercavam o presidente recomendaram que o vídeo fosse apagado. Poucos segundos depois, o mesmo jovem refez o vídeo, suprimindo nome do presidente do PSL, Luciano Bivar, e do partido. "Viva o Recife, eu e Bolsonaro", diz. A fala do presidente na manhã desta terça contrasta com o discurso do governo sobre sua permanência no PSL. O partido enfrenta uma crise desde que foi atingido por suspeitas de candidaturas de laranjas, caso revelado pela Folha de S.Paulo em fevereiro e que já resultou na queda do ex-chefe da Secretaria-Geral Gustavo Bebianno. Entre os suspeitos de irregularidades estão Bivar e o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio. "Não há, da parte do presidente, agora, nenhuma formulação com relação a uma suposta transição do partido", afirmou o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, na segunda-feira (7).  Em fevereiro a Folha revelou que o hoje ministro do Turismo de Bolsonaro patrocinou em 2018, quando era presidente do PSL-MG e candidato a deputado federal, o desvio de verbas públicas do partido por meio de quatro candidatas laranjas do interior de Minas.  Apesar de figurarem no topo das que nacionalmente mais receberam dinheiro público do PSL, R$ 279 mil, as quatro não apresentaram sinais evidentes de que tenham realizado campanha e, ao final, reuniram, juntas, apenas 2.074 votos. Parte dos recursos que Álvaro Antônio direcionou a elas, como presidente estadual da sigla, foi parar em empresas ligadas a assessores e ex-assessores de seu gabinete na Câmara. O ministro foi indiciado pela Polícia Federal e denunciado pelo Ministério Público de Minas nas apurações das candidaturas laranjas do PSL sob a acusação de três crimes.  Além de Minas, a Folha revelou a existência do esquema também em Pernambuco, terra do presidente nacional da legenda de Bolsonaro, o deputado federal Luciano Bivar. VEJA COMO FUNCIONOU O ESQUEMA Qual a origem da suspeita de esquema envolvendo candidatura laranja do PSL? A Folha de S.Paulo revelou, em 4.fev, que o ministro do Turismo do governo Bolsonaro, Marcelo Álvaro Antônio (PSL), deputado federal mais votado em MG, patrocinou um esquema de candidaturas de laranjas no estado, abastecidas com verba pública do PSL, em 2018 Como funcionou esse esquema?  Álvaro Antônio era presidente do PSL em Minas e tinha o poder de decidir quais candidaturas seriam lançadas. As quatro candidatas receberam R$ 279 mil de verba pública de campanha da legenda, ficando entre as 20 que mais receberam dinheiro do partido no país inteiro Quais as evidências de que as candidaturas eram de laranjas? Não há sinais de que elas tenham feito campanha efetiva durante a eleição. Ao final, juntas, somaram apenas cerca de 2.000 votos, apesar do montante recebido para a campanha. Em buscas realizadas pela PF em MG no fim de abril, os policiais não encontraram nas gráficas citadas nas prestações de contas nenhum documento que indicasse que elas de fato prestaram os serviços declarados à Justiça Eleitoral O que foi apurado até agora? A PF afirmou que há indícios concretos de que houve irregularidades na prestação de contas das campanhas e que Álvaro Antônio era a cabeça do grupo que organizou o esquema. A suspeita é que os valores relatados foram desviados para outros candidatos ou para terceiros. Um depoimento e uma planilha obtidos pela PF sugerem que recursos do esquema foram desviados para abastecer, por meio de caixa dois, a campanha de Jair Bolsonaro e a de Álvaro Antônio Qual a origem da suspeita de caixa dois? O coordenador da campanha do ministro a deputado federal disse à PF que acha que parte dos valores depositados para as campanhas femininas foi usada para pagar material de campanha de Álvaro Antônio e de Bolsonaro. Em uma planilha há referência ao fornecimento de material eleitoral para a campanha de Bolsonaro com a expressão "out", o que significa, na compreensão de investigadores, pagamento "por fora" Álvaro Antônio foi alvo de denúncia sob que acusação? Ele é acusado de falsidade ideológica eleitoral, apropriação indébita de recurso eleitoral e associação criminosa. O ministro nega ter cometido irregularidades O que se sabe sobre candidatura laranja em Pernambuco?  A Folha revelou em 10 de fevereiro que o grupo do atual presidente do PSL, Luciano Bivar (PE), recém-eleito segundo vice-presidente da Câmara dos Deputados, criou uma candidata laranja em Pernambuco que recebeu do partido R$ 400 mil de dinheiro público na eleição de 2018. Como funcionou esse esquema?  Maria de Lourdes Paixão, 68, virou candidata de última hora para preencher vaga remanescente de cota feminina. O PSL repassou R$ 400 mil do fundo partidário no dia 3 de outubro, quatro dias antes da eleição --ela foi a terceira que mais recebeu dinheiro do partido no país. Quais as evidências de que ela era laranja?  A candidata sustenta que gastou 95% do dinheiro em uma única gráfica para a confecção de 9 milhões de santinhos e 1,7 milhão de adesivos. Para isso, cada um dos quatro panfleteiros que ela diz ter contratado teria, em tese, a missão de distribuir, só de santinhos, 750 mil unidades por dia -sete panfletos por segundo, no caso de trabalharem 24 horas ininterruptas. A Folha de S.Paulo foi a endereços vinculados à gráfica e não encontrou sinais de que ela tenha funcionado durante a eleição. Não há também sinais de que a candidata tenha de fato feito campanha. Lourdes teve somente 274 votos. O advogado que defende Lourdes na investigação tem seus honorários pagos pelo PSL.

    BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro (PSL) pediu a um apoiador para esquecer o PSL e criticou o comandante nacional do partido, deputado Luciano Bivar (PE), que estaria "queimado para caramba".  "Esquece o PSL, esquece o PSL, tá ok?", cochichou Bolsonaro no ouvido do apoiador que o esperava nesta terça-feira (8) na porta do Palácio da Alvorada para gravar um vídeo.  Um jovem se aproximou do presidente com um celular para fazer um vídeo e disse: "Eu sou do Recife, pré-candidato do PSL". Bolsonaro pede então que ele esqueça a legenda, mas o apoiador insiste. "Eu, Bolsonaro e Bivar juntos por um novo Recife, aê!", grita o jovem, enquanto registra a cena com um celular em posição de selfie. Ao perceber que foi gravado, o presidente então pede que a imagem não seja divulgada. "Oh cara, não divulga isso não, pô. O cara tá queimado para caramba lá. Vai queimar o meu filme também. Esquece esse cara, esquece o partido", afirmou.  Em seguida, os apoiadores que cercavam o presidente recomendaram que o vídeo fosse apagado. Poucos segundos depois, o mesmo jovem refez o vídeo, suprimindo nome do presidente do PSL, Luciano Bivar, e do partido. "Viva o Recife, eu e Bolsonaro", diz. A fala do presidente na manhã desta terça contrasta com o discurso do governo sobre sua permanência no PSL. O partido enfrenta uma crise desde que foi atingido por suspeitas de candidaturas de laranjas, caso revelado pela Folha de S.Paulo em fevereiro e que já resultou na queda do ex-chefe da Secretaria-Geral Gustavo Bebianno. Entre os suspeitos de irregularidades estão Bivar e o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio. "Não há, da parte do presidente, agora, nenhuma formulação com relação a uma suposta transição do partido", afirmou o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, na segunda-feira (7).  Em fevereiro a Folha revelou que o hoje ministro do Turismo de Bolsonaro patrocinou em 2018, quando era presidente do PSL-MG e candidato a deputado federal, o desvio de verbas públicas do partido por meio de quatro candidatas laranjas do interior de Minas.  Apesar de figurarem no topo das que nacionalmente mais receberam dinheiro público do PSL, R$ 279 mil, as quatro não apresentaram sinais evidentes de que tenham realizado campanha e, ao final, reuniram, juntas, apenas 2.074 votos. Parte dos recursos que Álvaro Antônio direcionou a elas, como presidente estadual da sigla, foi parar em empresas ligadas a assessores e ex-assessores de seu gabinete na Câmara. O ministro foi indiciado pela Polícia Federal e denunciado pelo Ministério Público de Minas nas apurações das candidaturas laranjas do PSL sob a acusação de três crimes.  Além de Minas, a Folha revelou a existência do esquema também em Pernambuco, terra do presidente nacional da legenda de Bolsonaro, o deputado federal Luciano Bivar. VEJA COMO FUNCIONOU O ESQUEMA Qual a origem da suspeita de esquema envolvendo candidatura laranja do PSL? A Folha de S.Paulo revelou, em 4.fev, que o ministro do Turismo do governo Bolsonaro, Marcelo Álvaro Antônio (PSL), deputado federal mais votado em MG, patrocinou um esquema de candidaturas de laranjas no estado, abastecidas com verba pública do PSL, em 2018 Como funcionou esse esquema?  Álvaro Antônio era presidente do PSL em Minas e tinha o poder de decidir quais candidaturas seriam lançadas. As quatro candidatas receberam R$ 279 mil de verba pública de campanha da legenda, ficando entre as 20 que mais receberam dinheiro do partido no país inteiro Quais as evidências de que as candidaturas eram de laranjas? Não há sinais de que elas tenham feito campanha efetiva durante a eleição. Ao final, juntas, somaram apenas cerca de 2.000 votos, apesar do montante recebido para a campanha. Em buscas realizadas pela PF em MG no fim de abril, os policiais não encontraram nas gráficas citadas nas prestações de contas nenhum documento que indicasse que elas de fato prestaram os serviços declarados à Justiça Eleitoral O que foi apurado até agora? A PF afirmou que há indícios concretos de que houve irregularidades na prestação de contas das campanhas e que Álvaro Antônio era a cabeça do grupo que organizou o esquema. A suspeita é que os valores relatados foram desviados para outros candidatos ou para terceiros. Um depoimento e uma planilha obtidos pela PF sugerem que recursos do esquema foram desviados para abastecer, por meio de caixa dois, a campanha de Jair Bolsonaro e a de Álvaro Antônio Qual a origem da suspeita de caixa dois? O coordenador da campanha do ministro a deputado federal disse à PF que acha que parte dos valores depositados para as campanhas femininas foi usada para pagar material de campanha de Álvaro Antônio e de Bolsonaro. Em uma planilha há referência ao fornecimento de material eleitoral para a campanha de Bolsonaro com a expressão "out", o que significa, na compreensão de investigadores, pagamento "por fora" Álvaro Antônio foi alvo de denúncia sob que acusação? Ele é acusado de falsidade ideológica eleitoral, apropriação indébita de recurso eleitoral e associação criminosa. O ministro nega ter cometido irregularidades O que se sabe sobre candidatura laranja em Pernambuco?  A Folha revelou em 10 de fevereiro que o grupo do atual presidente do PSL, Luciano Bivar (PE), recém-eleito segundo vice-presidente da Câmara dos Deputados, criou uma candidata laranja em Pernambuco que recebeu do partido R$ 400 mil de dinheiro público na eleição de 2018. Como funcionou esse esquema?  Maria de Lourdes Paixão, 68, virou candidata de última hora para preencher vaga remanescente de cota feminina. O PSL repassou R$ 400 mil do fundo partidário no dia 3 de outubro, quatro dias antes da eleição --ela foi a terceira que mais recebeu dinheiro do partido no país. Quais as evidências de que ela era laranja?  A candidata sustenta que gastou 95% do dinheiro em uma única gráfica para a confecção de 9 milhões de santinhos e 1,7 milhão de adesivos. Para isso, cada um dos quatro panfleteiros que ela diz ter contratado teria, em tese, a missão de distribuir, só de santinhos, 750 mil unidades por dia -sete panfletos por segundo, no caso de trabalharem 24 horas ininterruptas. A Folha de S.Paulo foi a endereços vinculados à gráfica e não encontrou sinais de que ela tenha funcionado durante a eleição. Não há também sinais de que a candidata tenha de fato feito campanha. Lourdes teve somente 274 votos. O advogado que defende Lourdes na investigação tem seus honorários pagos pelo PSL.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 45/56   South Park some da internet na China após episódio que critica Pequim
    WORLD TOPIC NEWS

    O desenho South Park, famoso pela ironia e por seu caráter provocador, praticamente desapareceu nesta terça-feira da internet na China, após a exibição na semana passada de um episódio que abordou a repressão aos opositores políticos no país.

    O desenho South Park, famoso pela ironia e por seu caráter provocador, praticamente desapareceu nesta terça-feira da internet na China, após a exibição na semana passada de um episódio que abordou a repressão aos opositores políticos no país.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 46/56   Rodovias levam desenvolvimento e destruição à Amazônia
    WORLD TOPIC NEWS

    O caminhoneiro Erik Fransuer passa meses percorrendo, ida e volta, as rodovias que cortam a floresta amazônica, entregando soja e milho em portos fluviais.

    O caminhoneiro Erik Fransuer passa meses percorrendo, ida e volta, as rodovias que cortam a floresta amazônica, entregando soja e milho em portos fluviais.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 47/56   Congresso do Equador denuncia tentativa de invasão de manifestantes
    BUSINESS TOPIC NEWS

    A Assembleia Nacional do Equador denunciou nesta segunda-feira que manifestantes tentaram invadir sua sede, em meio aos protestos contra a alta nos combustíveis.

    A Assembleia Nacional do Equador denunciou nesta segunda-feira que manifestantes tentaram invadir sua sede, em meio aos protestos contra a alta nos combustíveis.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 48/56   China expressa 'mal-estar' por sanções americanas
    BUSINESS TOPIC NEWS

    O governo chinês expressou nesta terça-feira seu "profundo mal-estar" diante das sanções dos Estados Unidos contra 28 entidades chinesas, acusadas de participar da repressão à minoria muçulmana uigur na região de Xinjiang e disse que as suspeitas "são infundadas".

    O governo chinês expressou nesta terça-feira seu "profundo mal-estar" diante das sanções dos Estados Unidos contra 28 entidades chinesas, acusadas de participar da repressão à minoria muçulmana uigur na região de Xinjiang e disse que as suspeitas "são infundadas".


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 49/56   Itália vota para reduzir número de parlamentares
    BUSINESS TOPIC NEWS

    Os deputados italianos votam nesta terça-feira uma reforma constitucional para reduz em um terço o número de parlamentares, uma promessa eleitoral do Movimento 5 Estrelas, cujo objetivo é economizar 500 milhões de euros por legislatura.

    Os deputados italianos votam nesta terça-feira uma reforma constitucional para reduz em um terço o número de parlamentares, uma promessa eleitoral do Movimento 5 Estrelas, cujo objetivo é economizar 500 milhões de euros por legislatura.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 50/56   Irlanda cria fundo de 1,2 bi de euros para um Brexit sem acordo
    BUSINESS TOPIC NEWS

    O governo irlandês criou um fundo com 1,2 bilhão de euros (1,3 bilhão de dólares) para sustentar sua economia se houver um Brexit sem acordo, anunciou o ministro das Finanças Paschal Donohoe nesta terça-feira, ao apresentar o orçamento para 2020.

    O governo irlandês criou um fundo com 1,2 bilhão de euros (1,3 bilhão de dólares) para sustentar sua economia se houver um Brexit sem acordo, anunciou o ministro das Finanças Paschal Donohoe nesta terça-feira, ao apresentar o orçamento para 2020.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 51/56   Moreno muda sede de governo no Equador e sofre com pressão crescente de indígenas
    BUSINESS TOPIC NEWS

    O presidente do Equador, Lenín Moreno, começou a governar de Guayaquil depois de sair de Quito na segunda-feira, pressionado pelos protestos indígenas que ele vinculou a um plano apoiado pela Venezuela para tentar derrubá-lo.

    O presidente do Equador, Lenín Moreno, começou a governar de Guayaquil depois de sair de Quito na segunda-feira, pressionado pelos protestos indígenas que ele vinculou a um plano apoiado pela Venezuela para tentar derrubá-lo.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 52/56   STF anula dissídio coletivo que permitia cobrança automática de contribuições a sindicatos
    BUSINESS TOPIC NEWS

    Dissídio coletivo homologado pelo TRT-2 que previam o desconto em folha das contribuições sindicais e assistenciais foi anulado

    Dissídio coletivo homologado pelo TRT-2 que previam o desconto em folha das contribuições sindicais e assistenciais foi anulado


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 53/56   Indígenas marcham para capital do Equador em protesto por alta de combustível
    BUSINESS TOPIC NEWS

    Milhares de camponeses e indígenas marcham nesta segunda-feira (7) para a capital do Equador, Quito, desafiando o governo de Lenín Moreno, que decretou o estado de emergência diante dos protestos que ocorrem há seis dias devido ao aumento nos preços dos combustíveis.

    Milhares de camponeses e indígenas marcham nesta segunda-feira (7) para a capital do Equador, Quito, desafiando o governo de Lenín Moreno, que decretou o estado de emergência diante dos protestos que ocorrem há seis dias devido ao aumento nos preços dos combustíveis.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 54/56   Bolsonaro diz que manchas de petróleo no Nordeste são de outro país: 'Pode ser algo criminoso'
    BUSINESS TOPIC NEWS

    O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira que as manchas de petróleo surgidas em 132 praias do Nordeste têm origem em outro país, sem citar qual.

    O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira que as manchas de petróleo surgidas em 132 praias do Nordeste têm origem em outro país, sem citar qual.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 55/56   Coreia do Norte 'não ficará de braços cruzados' se ONU discutir teste de mísseis
    BUSINESS TOPIC NEWS

    A Coreia do Norte alertou nesta segunda-feira (7) que não ficará de braços cruzados diante de qualquer tentativa de discussão sobre suas "medidas de autodefesa" no Conselho de Segurança das Nações Unidas, numa aparente referência aos recentes testes de mísseis.

    A Coreia do Norte alertou nesta segunda-feira (7) que não ficará de braços cruzados diante de qualquer tentativa de discussão sobre suas "medidas de autodefesa" no Conselho de Segurança das Nações Unidas, numa aparente referência aos recentes testes de mísseis.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 56/56   Favorito à presidência anuncia projeto para combater a fome na Argentina
    BUSINESS TOPIC NEWS

    O opositor Alberto Fernández, favorito nas pesquisas para as eleições presidenciais de 27 de outubro, lançou nesta segunda-feira (7) um plano para enfrentar a fome na Argentina, país produtor de alimentos onde a pobreza alcança 35,4% da população.

    O opositor Alberto Fernández, favorito nas pesquisas para as eleições presidenciais de 27 de outubro, lançou nesta segunda-feira (7) um plano para enfrentar a fome na Argentina, país produtor de alimentos onde a pobreza alcança 35,4% da população.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.

 
 


       

A Síntese de Voz
A Microsoft SAPI 5 objeto ActiveX é necessária.
Na opção de segurança do seu navegador, você não deve desabilitar a inicialização de controles ActiveX não assinados.
Você pode instalar e utilizar qualquer Inglês voz compatível com SAPI 5.
(tais como o discurso componente da Microsoft).
Não Voz Título Título e Documento
Voz e Audio Output



Velocidade

 

 
Volume

 

 

Velocidade Slideshow (Quick para Lento)
Zero Um Dois Três Quatro Cinco
Blog e RSS Feed URLs
http://moblog.whmsoft.net/pt
http://moblog.whmsoft.net/pt/?feed=rss2

Subscribe to Notícias Fotos Slideshows by Email
Subscrite para o RSS feed com Google Subscrite para o RSS feed com Yahoo! Subscrite para o RSS feed com AOL Subscrite para o RSS feed com Bloglines
Subscrite para o RSS feed com Netvibes Subscrite para o RSS feed com Newsgator Subscrite para o RSS feed com Pageflakes Subscrite para o RSS feed com Rojo

Slideshows - Fotos Noticias - Desde Yahoo! Noticias
Esporte



Encontros

Comentar