Pesquisas Locais - Offerte
Endereços - Horários - Comentários
Informações Sobre o Tempo
Produtos Quentes

Noticias Fotos Slideshows
Celebridades, People, Sports, High Tech, vlrPhone
   

HOWTO - Respostas Ilustrado
 
Libertar a Animação VR / AR
Jogar para revelar imagens 3D e modelos 3D!
Demonstração A-Frame / Multiplayer
Android app on Google Play
 
vlrPhone / vlrFilter
Softphones projeto com baixo consumo de energia, velocidade e radiação / Filtro Multifuncional de Audio com Controle Remoto!



 

Noticias Slideshows (09/10/2019 19 horas)


  • 1/56   Noticias Fotos Slideshows
    PEOPLE TOPIC NEWS

    Noticias Fotos Slideshows - Tendências - Clique na imagem para visualizar na realidade aumentada ou em 3D estéreo

    Noticias Fotos Slideshows - Tendências - Clique na imagem para visualizar na realidade aumentada ou em 3D estéreo


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.


    Revista de Imprensa


    Riverdale   Verdades Secretas 2   Chico Buarque   Astrologia   É UM CELULAR   Jeon Jungkook   Harry Styles Edition   Ponyta   Evaristo   Banco Mundial   Deflação   Joonie   Rapidash   Cereto   Joel o Cruel   HAVE A SAFE FLIGHT   psychic   Xanalá - Gaby Amarantos   Double Knot   
  • 2/56   Com 100 milhões de downloads, CoD Mobile é o maior lançamento mobile da história

    Estreia da franquia da Activision nos smartphones se deu pela Tencent e, apesar dos números gigantescos, ainda não conta com presença no mercado chinês; Call of Duty Mobile está disponível para download via iOS e Android desde o início de outubro

    Estreia da franquia da Activision nos smartphones se deu pela Tencent e, apesar dos números gigantescos, ainda não conta com presença no mercado chinês; Call of Duty Mobile está disponível para download via iOS e Android desde o início de outubro


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 3/56   China critica NBA e Apple por apoio a Hong Kong

    Um encontro de torcedores da liga americana de basquete (NBA) previsto para acontecer na China foi anulado nesta quarta-feira (9), após o polêmico tuíte de um dirigente da NBA de apoio aos manifestantes de Hong Kong.

    Um encontro de torcedores da liga americana de basquete (NBA) previsto para acontecer na China foi anulado nesta quarta-feira (9), após o polêmico tuíte de um dirigente da NBA de apoio aos manifestantes de Hong Kong.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 4/56   China alerta a Apple por seu apoio a manifestantes em Hong Kong

    Um jornal estatal chinês acusou, nesta quarta-feira, a Apple de apoiar o movimento pró-democracia em Hong Kong por meio de um aplicativo de transporte urbano, em um momento em que Pequim acentua a pressão sobre empresas estrangeiras.

    Um jornal estatal chinês acusou, nesta quarta-feira, a Apple de apoiar o movimento pró-democracia em Hong Kong por meio de um aplicativo de transporte urbano, em um momento em que Pequim acentua a pressão sobre empresas estrangeiras.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 5/56   iPhone 11 tem preço e data de lançamento confirmados no Brasil

    Site oficial da Apple no Brasil foi atualizado com valores de compra do novo smartphone, que será oferecido aqui em seis opções de cores; preços vão de R$ 4.999 a R$ 5.799 no modelo básico, com lançamento agendado para o dia 18 de outubro

    Site oficial da Apple no Brasil foi atualizado com valores de compra do novo smartphone, que será oferecido aqui em seis opções de cores; preços vão de R$ 4.999 a R$ 5.799 no modelo básico, com lançamento agendado para o dia 18 de outubro


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 6/56   Windows 10 permite atender ligações do Android pelo PC em versão beta

    Possibilidade de usar PC para falar ao telefone com Android já vinha sendo divulgada há algum tempo, e agora começa a chegar ao Windows 10 por meio do programa de testes Windows Insiders. Ainda não há previsão de distribuição para todo mundo

    Possibilidade de usar PC para falar ao telefone com Android já vinha sendo divulgada há algum tempo, e agora começa a chegar ao Windows 10 por meio do programa de testes Windows Insiders. Ainda não há previsão de distribuição para todo mundo


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 7/56   Apple faz recall de iPhones 6S e 6S Plus que não estão ligando

    Será que o seu é um dos aparelhos listados entre os que possuem um problema que impede os telefones de ligarem? A companhia tem um teste de número serial em seu site que reconhece rapidamente os modelos afetados

    Será que o seu é um dos aparelhos listados entre os que possuem um problema que impede os telefones de ligarem? A companhia tem um teste de número serial em seu site que reconhece rapidamente os modelos afetados


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 8/56   Criador do Android mostra o novo Essential Phone — que parece um controle remoto

    Novo aparelho da companhia de Andy Rubin já vem sendo bastante comentado há alguns meses, e agora o próprio CEO mostra o visual do aparelho, que tem uma tela bastante estreia. A novidade ainda não tem previsão de chegada ao mercado

    Novo aparelho da companhia de Andy Rubin já vem sendo bastante comentado há alguns meses, e agora o próprio CEO mostra o visual do aparelho, que tem uma tela bastante estreia. A novidade ainda não tem previsão de chegada ao mercado


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 9/56   Netflix não vai levar seu aplicativo para o macOS Catalina

    A Apple vai permitir que desenvolvedores façam a portabilidade de seus aplicativos do iPad para macOS Catalina. A Netflix já tem um app gratuito para iPad, mas os usuários do macOS vão ter que se contentar em acessar a plataforma de streaming apenas pelo navegador

    A Apple vai permitir que desenvolvedores façam a portabilidade de seus aplicativos do iPad para macOS Catalina. A Netflix já tem um app gratuito para iPad, mas os usuários do macOS vão ter que se contentar em acessar a plataforma de streaming apenas pelo navegador


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 10/56   Entenda o uso do WhatsApp nas eleições e o que aconteceu desde que a Folha revelou o caso

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Em uma série de reportagens desde outubro do ano passado, o jornal Folha de S.Paulo revelou a contratação durante a campanha eleitoral de empresas de marketing que faziam envios maciços de mensagens políticas, usando de forma fraudulenta CPFs de idosos e até contratando agências estrangeiras. A primeira reportagem mostrou que empresas estavam interferindo nas eleições de 2018 ao comprar pacotes de disparos de mensagens contra o PT no WhatsApp. A disseminação funciona por meio do disparo a números de celulares obtidos por agências. Entre as táticas, havia o uso de números de telefones estrangeiros para barrar limites impostos pelo aplicativo.  Agora, pela primeira vez, o WhatsApp admite que houve uso de envios maciços de mensagens, com sistemas automatizados contratados de empresas, nas eleições do ano passado. A empresa reconhece que o uso do aplicativo pode influenciar o resultado de eleições. O TSE veda o uso de ferramentas de automatização, como os softwares de disparo em massa. Além disso, empresários contrataram disparos a favor e contra candidatos, sem declarar esses gastos à Justiça Eleitoral, o que configura o crime de caixa dois. Abaixo, veja o que já aconteceu desde que o caso foi revelado. EMPRESÁRIOS Em 18 de outubro de 2018, a Folha de S.Paulo revelou que empresários impulsionaram disparos por WhatsApp contra o PT na campanha eleitoral. O serviço foi vendido pelas agências Quickmobile, CrocServices e Yacows. Uma ação foi aberta no TSE para apurar o caso. PT Uma semana depois, o UOL mostrou que o PT também usou o sistema de envio de mensagens em massa e que a agência responsável pela campanha de Bolsonaro teve registros de uso do sistema da Yacows apagados após a reportagem da Folha de S.Paulo. FRAUDES COM CPFS?Em dezembro, reportagem baseada em relatos de um ex-funcionário, fotos e documentos apresentados à Justiça do Trabalho detalhou o submundo dos disparos em massa que se instalou no Brasil durante as últimas eleições. Uma rede de empresas recorreu ao uso fraudulento de nome e CPF de idosos para registrar chips de celular e garantir o envio em massa de mensagens em benefício de políticos. MULTA Em março deste ano, o TSE multou a campanha de Fernando Haddad por ter impulsionando um site com ataques a Bolsonaro no mecanismo de busca do Google. Na decisão, o ministro Edson Fachin considerou que o impulsionamento feriu a lei eleitoral e causou desequilíbrio na disputa. EMPRESÁRIO ESPANHOL Luis Novoa, dono da Enviawhatsapps, afirmou, em gravação obtida pela Folha de S.Paulo, que empresas brasileiras compraram seu software para fazer disparos em massa pelo WhatsApp de mensagens a favor de Bolsonaro TSE O corregedor-geral de Justiça Eleitoral, Jorge Mussi, indeferiu pedido para que jornalistas da Folha de S.Paulo testemunhassem em processo eleitoral aberto a partir de reportagens escritas por eles. Mussi é relator de ação movida pela coligação liderada pelo então candidato Fernando Haddad (PT), que pediu uma investigação contra Bolsonaro sobre abuso de poder econômico. A ação foi baseada na reportagem “Fraude com CPF viabilizou disparo de mensagens de WhatsApp na eleição”, publicada em dezembro de 2018 pela Folha de S.Paulo. Em contrapartida, Mussi aceitou o pedido da defesa de Bolsonaro de ouvir como testemunha Rebeca Félix da Silva Ribeiro Alves, que trabalhou durante a campanha na agência AM4, prestadora de serviços para a chapa de Bolsonaro. Hoje Rebeca é assessora de imprensa da Secretaria-Geral da Presidência. O relator também negou o pedido de quebra de sigilo bancário e telefônico dos donos da agência de marketing citada na reportagem. WHATSAPP ADMITE Em evento, Ben Supple, gerente de políticas públicas e eleições globais do WhatsApp, afirmou que houve envios maciços de mensagens, com sistemas automatizados contratados de empresas, nas eleições brasileiras de 2018. É a primeira vez que a empresa admite que isso aconteceu. QUESTÕES JURÍDICAS Qual é a punição para quem espalha fake news na eleição? Candidato que espalhe fake news pode ser punidos com cassação do registro da candidatura ou impedimento de ser diplomado, caso se eleja. Se já estiver no cargo, pode ter o mandato cassado. Também pode ser implicado por calúnia, injúria ou difamação. Cidadãos podem ser obrigados a se retratar ou a pagar multa. A Justiça também pode mandar excluir o conteúdo considerado falso. Um candidato pode fazer campanha usando o WhatsApp? Sim, mas as regras previstas em lei precisam ser seguidas. O político pode divulgar propagandas e seus apoiadores podem repassar as mensagens, desde que isso não envolva pagamentos nem sejam usados meios tecnológicos para burlar o sistema do WhatsApp (com o uso deliberado de diferentes chips, por exemplo). Quem pode receber os conteúdos? A lei impede que o candidato compre listas de telefones com a intenção de disparar mensagens em massa. O político só pode usar contatos que tenham sido fornecidos pelos donos dos números e que façam parte de base de dados do partido ou do próprio candidato. Um apoiador ou uma empresa pode pagar para enviar mensagens favoráveis a um candidato ou contrárias a um adversário? A lei não normatiza esse tipo de propaganda nem esclarece como seria uma eventual prestação de contas. No caso de empresas, há ainda a proibição de que elas façam doações eleitorais. Em 2015, o STF (Supremo Tribunal Federal) proibiu contribuições de pessoas jurídicas. Desde então, apenas pessoas físicas podem doar dinheiro para campanhas. O candidato pode ser punido se apoiadores seus praticarem propaganda indevida? Segundo especialistas, sim. O candidato (ou a chapa, no caso de eleições majoritárias) pode ser responsabilizado.

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Em uma série de reportagens desde outubro do ano passado, o jornal Folha de S.Paulo revelou a contratação durante a campanha eleitoral de empresas de marketing que faziam envios maciços de mensagens políticas, usando de forma fraudulenta CPFs de idosos e até contratando agências estrangeiras. A primeira reportagem mostrou que empresas estavam interferindo nas eleições de 2018 ao comprar pacotes de disparos de mensagens contra o PT no WhatsApp. A disseminação funciona por meio do disparo a números de celulares obtidos por agências. Entre as táticas, havia o uso de números de telefones estrangeiros para barrar limites impostos pelo aplicativo.  Agora, pela primeira vez, o WhatsApp admite que houve uso de envios maciços de mensagens, com sistemas automatizados contratados de empresas, nas eleições do ano passado. A empresa reconhece que o uso do aplicativo pode influenciar o resultado de eleições. O TSE veda o uso de ferramentas de automatização, como os softwares de disparo em massa. Além disso, empresários contrataram disparos a favor e contra candidatos, sem declarar esses gastos à Justiça Eleitoral, o que configura o crime de caixa dois. Abaixo, veja o que já aconteceu desde que o caso foi revelado. EMPRESÁRIOS Em 18 de outubro de 2018, a Folha de S.Paulo revelou que empresários impulsionaram disparos por WhatsApp contra o PT na campanha eleitoral. O serviço foi vendido pelas agências Quickmobile, CrocServices e Yacows. Uma ação foi aberta no TSE para apurar o caso. PT Uma semana depois, o UOL mostrou que o PT também usou o sistema de envio de mensagens em massa e que a agência responsável pela campanha de Bolsonaro teve registros de uso do sistema da Yacows apagados após a reportagem da Folha de S.Paulo. FRAUDES COM CPFS?Em dezembro, reportagem baseada em relatos de um ex-funcionário, fotos e documentos apresentados à Justiça do Trabalho detalhou o submundo dos disparos em massa que se instalou no Brasil durante as últimas eleições. Uma rede de empresas recorreu ao uso fraudulento de nome e CPF de idosos para registrar chips de celular e garantir o envio em massa de mensagens em benefício de políticos. MULTA Em março deste ano, o TSE multou a campanha de Fernando Haddad por ter impulsionando um site com ataques a Bolsonaro no mecanismo de busca do Google. Na decisão, o ministro Edson Fachin considerou que o impulsionamento feriu a lei eleitoral e causou desequilíbrio na disputa. EMPRESÁRIO ESPANHOL Luis Novoa, dono da Enviawhatsapps, afirmou, em gravação obtida pela Folha de S.Paulo, que empresas brasileiras compraram seu software para fazer disparos em massa pelo WhatsApp de mensagens a favor de Bolsonaro TSE O corregedor-geral de Justiça Eleitoral, Jorge Mussi, indeferiu pedido para que jornalistas da Folha de S.Paulo testemunhassem em processo eleitoral aberto a partir de reportagens escritas por eles. Mussi é relator de ação movida pela coligação liderada pelo então candidato Fernando Haddad (PT), que pediu uma investigação contra Bolsonaro sobre abuso de poder econômico. A ação foi baseada na reportagem “Fraude com CPF viabilizou disparo de mensagens de WhatsApp na eleição”, publicada em dezembro de 2018 pela Folha de S.Paulo. Em contrapartida, Mussi aceitou o pedido da defesa de Bolsonaro de ouvir como testemunha Rebeca Félix da Silva Ribeiro Alves, que trabalhou durante a campanha na agência AM4, prestadora de serviços para a chapa de Bolsonaro. Hoje Rebeca é assessora de imprensa da Secretaria-Geral da Presidência. O relator também negou o pedido de quebra de sigilo bancário e telefônico dos donos da agência de marketing citada na reportagem. WHATSAPP ADMITE Em evento, Ben Supple, gerente de políticas públicas e eleições globais do WhatsApp, afirmou que houve envios maciços de mensagens, com sistemas automatizados contratados de empresas, nas eleições brasileiras de 2018. É a primeira vez que a empresa admite que isso aconteceu. QUESTÕES JURÍDICAS Qual é a punição para quem espalha fake news na eleição? Candidato que espalhe fake news pode ser punidos com cassação do registro da candidatura ou impedimento de ser diplomado, caso se eleja. Se já estiver no cargo, pode ter o mandato cassado. Também pode ser implicado por calúnia, injúria ou difamação. Cidadãos podem ser obrigados a se retratar ou a pagar multa. A Justiça também pode mandar excluir o conteúdo considerado falso. Um candidato pode fazer campanha usando o WhatsApp? Sim, mas as regras previstas em lei precisam ser seguidas. O político pode divulgar propagandas e seus apoiadores podem repassar as mensagens, desde que isso não envolva pagamentos nem sejam usados meios tecnológicos para burlar o sistema do WhatsApp (com o uso deliberado de diferentes chips, por exemplo). Quem pode receber os conteúdos? A lei impede que o candidato compre listas de telefones com a intenção de disparar mensagens em massa. O político só pode usar contatos que tenham sido fornecidos pelos donos dos números e que façam parte de base de dados do partido ou do próprio candidato. Um apoiador ou uma empresa pode pagar para enviar mensagens favoráveis a um candidato ou contrárias a um adversário? A lei não normatiza esse tipo de propaganda nem esclarece como seria uma eventual prestação de contas. No caso de empresas, há ainda a proibição de que elas façam doações eleitorais. Em 2015, o STF (Supremo Tribunal Federal) proibiu contribuições de pessoas jurídicas. Desde então, apenas pessoas físicas podem doar dinheiro para campanhas. O candidato pode ser punido se apoiadores seus praticarem propaganda indevida? Segundo especialistas, sim. O candidato (ou a chapa, no caso de eleições majoritárias) pode ser responsabilizado.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 11/56   Google Home agora permite a transferência de reprodução entre dispositivos

    Usuários de dispositivos Smart Home do Google podem fazer a transferência de reprodução de um para outro, dizendo apenas um comando. É possível, por exemplo, fazer com que uma música pare de reproduzir em um Google Home e comece em uma TV conectada a um Chromecast

    Usuários de dispositivos Smart Home do Google podem fazer a transferência de reprodução de um para outro, dizendo apenas um comando. É possível, por exemplo, fazer com que uma música pare de reproduzir em um Google Home e comece em uma TV conectada a um Chromecast


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 12/56   YouTube agora tem novo modo escuro no Android 10

    Em fase de testes para usuários da nova versão do Android, aplicativo do Youtube oferece opção de modo escuro, modo claro ou acompanhar configurações do aparelho. Vale lembrar que essa função é diferente do antigo modo escuro apresentado

    Em fase de testes para usuários da nova versão do Android, aplicativo do Youtube oferece opção de modo escuro, modo claro ou acompanhar configurações do aparelho. Vale lembrar que essa função é diferente do antigo modo escuro apresentado


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 13/56   Apple violou patente com recurso “Sign in with Apple”, diz empresa de e-mail

    Empresa por trás do cliente de e-mail BlueMail, a Blix alega que uma patente registrada por ela em 2017 tem funcionamento igual à função da Apple, que permite ao usuário logar-se de forma a não compartilhar informações pessoais com plataformas e serviços

    Empresa por trás do cliente de e-mail BlueMail, a Blix alega que uma patente registrada por ela em 2017 tem funcionamento igual à função da Apple, que permite ao usuário logar-se de forma a não compartilhar informações pessoais com plataformas e serviços


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 14/56   Varejistas deixam preço baixo de lado e investem em hiperconveniência na Black Friday

    De acordo com um estudo do Google, a hiperconveniência é a palavra-chave para a Black Friday de 2019.

    De acordo com um estudo do Google, a hiperconveniência é a palavra-chave para a Black Friday de 2019.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 15/56   Apple anuncia reparo gratuito para iPhones 6s e 6s Plus que não ligam

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Apple irá consertar de graça os modelos iPhone 6s e 6s Plus que apresentam problemas na hora de ligar. Alguns aparelhos tiveram falhas devido a um componente de hardware. O defeito afetou uma série de dispositivos que foram fabricados de outubro de 2018 a agosto de 2019. Neste ano, a Apple já ofereceu três reparos no MacBook, que superaqueciam, e em modelos do Apple Watch. As telas das versões Series 2 e 3 estavam apresentando rachaduras. Clientes que detectaram o problema no iPhone 6 podem checar se o aparelho está apto a reparos no site da Apple. É preciso colocar o número de série do celular para fazer a verificação. Os consumidores devem agendar um atendimento na rede de assistência técnica autorizada na companhia. Caso não haja loja no município, é possível entrar em contato com a Apple para posterior envio do produto. A Apple examinará os aparelhos para garantir se o reparo é gratuito. Se o iPhone tiver problemas adicionais, como tela quebrada, que dificultem o conserto, é preciso arrumá-lo antes de enviar à companhia. A Apple diz que poderá reembolsar clientes que pagaram arrumar dispositivos devido ao problema de fábrica. A companhia reforça que o programa cobre os dispositivos afetados por dois anos após a primeira venda no varejo da unidade. Os telefones foram vendidos em algumas regiões após a descontinuação do modelo, que aconteceu com o lançamento dos modelos XR, XS e XS Max no ano passado.

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Apple irá consertar de graça os modelos iPhone 6s e 6s Plus que apresentam problemas na hora de ligar. Alguns aparelhos tiveram falhas devido a um componente de hardware. O defeito afetou uma série de dispositivos que foram fabricados de outubro de 2018 a agosto de 2019. Neste ano, a Apple já ofereceu três reparos no MacBook, que superaqueciam, e em modelos do Apple Watch. As telas das versões Series 2 e 3 estavam apresentando rachaduras. Clientes que detectaram o problema no iPhone 6 podem checar se o aparelho está apto a reparos no site da Apple. É preciso colocar o número de série do celular para fazer a verificação. Os consumidores devem agendar um atendimento na rede de assistência técnica autorizada na companhia. Caso não haja loja no município, é possível entrar em contato com a Apple para posterior envio do produto. A Apple examinará os aparelhos para garantir se o reparo é gratuito. Se o iPhone tiver problemas adicionais, como tela quebrada, que dificultem o conserto, é preciso arrumá-lo antes de enviar à companhia. A Apple diz que poderá reembolsar clientes que pagaram arrumar dispositivos devido ao problema de fábrica. A companhia reforça que o programa cobre os dispositivos afetados por dois anos após a primeira venda no varejo da unidade. Os telefones foram vendidos em algumas regiões após a descontinuação do modelo, que aconteceu com o lançamento dos modelos XR, XS e XS Max no ano passado.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 16/56   Google vai usar IA para direcionar anúncios sem ferir privacidade do usuário

    Companhia explicou que ferramenta vai usar dados de navegação adquiridos por cookies de terceiros e montar padrões de comportamentos. Assim, quando tais cookies não estiverem mais disponíveis, IA pode prever movimentação do usuário a apresentar anúncio direcionado

    Companhia explicou que ferramenta vai usar dados de navegação adquiridos por cookies de terceiros e montar padrões de comportamentos. Assim, quando tais cookies não estiverem mais disponíveis, IA pode prever movimentação do usuário a apresentar anúncio direcionado


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 17/56   Google Assistente agora conta histórias infantis

    Tem criança em casa? Então peça: "Ok Google, conte uma história" ou diga o conto específico para o Google Assistente contar. João e Maria, Cinderela, Um dia de Praia da Galinha Pintadinha e Os Três Porquinhos são alguns dos 30 títulos disponíveis

    Tem criança em casa? Então peça: "Ok Google, conte uma história" ou diga o conto específico para o Google Assistente contar. João e Maria, Cinderela, Um dia de Praia da Galinha Pintadinha e Os Três Porquinhos são alguns dos 30 títulos disponíveis


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 18/56   Rumor | Apple deve recuperar segundo lugar nas vendas de smartphones

    Especialistas apontam que, com o lançamento da linha iPhone 11 e com os problemas vividos pela Huawei com o governo dos Estados Unidos, a Maçã recupere sua posição como segunda maior vendedora de telefones globalmente

    Especialistas apontam que, com o lançamento da linha iPhone 11 e com os problemas vividos pela Huawei com o governo dos Estados Unidos, a Maçã recupere sua posição como segunda maior vendedora de telefones globalmente


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 19/56   Rumor | Apple deve lançar pacote misto com Apple Music e Apple TV+

    Empresa de Cupertino busca fazer com que seus serviços de streaming decolem em um mercado cada vez mais competitivo; Apple Music é a segunda maior plataforma do segmento, enquanto o Apple TV+ será lançado em novembro a preços bem atraentes

    Empresa de Cupertino busca fazer com que seus serviços de streaming decolem em um mercado cada vez mais competitivo; Apple Music é a segunda maior plataforma do segmento, enquanto o Apple TV+ será lançado em novembro a preços bem atraentes


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 20/56   "Ninguém se importa com o notch": juiz nos EUA derruba processo contra Apple

    Empresa recebeu uma ação conjunta por conta do entalhe. Usuário reclamam que a companhia não é clara em informar quantidade de pixels que são prejudicados por conta do desenho. Juiz derrubou caso e disse que “ninguém se importa com isso”

    Empresa recebeu uma ação conjunta por conta do entalhe. Usuário reclamam que a companhia não é clara em informar quantidade de pixels que são prejudicados por conta do desenho. Juiz derrubou caso e disse que “ninguém se importa com isso”


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 21/56   Apple anuncia reparo gratuito para iPhone 6 que não liga

    A Apple irá consertar de graça os modelos iPhone 6s e 6s Plus que apresentam problemas na hora de ligar.

    A Apple irá consertar de graça os modelos iPhone 6s e 6s Plus que apresentam problemas na hora de ligar.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 22/56   Google vai obrigar fabricantes a lançarem smartphones com Android 10

    Medida começará a ser colocada em prática já a partir de janeiro de 2020. A partir da data, novos smartphones só poderão chegar ao mercado com a nova versão do sistema operacional, do contrário as fabricantes poderão perder licença

    Medida começará a ser colocada em prática já a partir de janeiro de 2020. A partir da data, novos smartphones só poderão chegar ao mercado com a nova versão do sistema operacional, do contrário as fabricantes poderão perder licença


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 23/56   Apple Music promete melhorar pagamento a artistas a partir de 2020

    Executivos da plataforma de streaming da Apple ressaltam que, ao contrário de concorrentes como Spotify, TIDAL e Deezer, o seu serviço prioriza o artista e o compositor; empresa promete que, no próximo ano, a compensação aos artistas e músicos deve melhorar

    Executivos da plataforma de streaming da Apple ressaltam que, ao contrário de concorrentes como Spotify, TIDAL e Deezer, o seu serviço prioriza o artista e o compositor; empresa promete que, no próximo ano, a compensação aos artistas e músicos deve melhorar


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 24/56   Instagram ganha modo escuro no iOS 13; veja como ativar

    Ainda que de maneira indireta, agora é possível deixar a rede social de fotos e vídeos com aparência mais escura. Basta ativar o recurso nativo do sistema da Apple que o aplicativo se transformará automaticamente. O recurso deve aparecer no Android em breve

    Ainda que de maneira indireta, agora é possível deixar a rede social de fotos e vídeos com aparência mais escura. Basta ativar o recurso nativo do sistema da Apple que o aplicativo se transformará automaticamente. O recurso deve aparecer no Android em breve


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 25/56   Como consultar um CEP no site dos Correios e no Google

    Você não precisa recorrer a um guia de páginas amarelas para achar o CEP de alguma rua. No site dos Correios e no Google, você pode encontrar todos os detalhes sobre o logradouro que você está procurando em poucos minutos

    Você não precisa recorrer a um guia de páginas amarelas para achar o CEP de alguma rua. No site dos Correios e no Google, você pode encontrar todos os detalhes sobre o logradouro que você está procurando em poucos minutos


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 26/56   Google impõe seu sistema de navegação por gestos em Android de terceiros

    Documentação sobre o novo sistema de navegação por gestos do Android 10 revela que a companhia faz exigências agressivas para manter o método em evidência, sem que os fabricantes possam promover suas próprias alternativas

    Documentação sobre o novo sistema de navegação por gestos do Android 10 revela que a companhia faz exigências agressivas para manter o método em evidência, sem que os fabricantes possam promover suas próprias alternativas


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 27/56   DJ Fatboy Slim presta homenagem a Greta Thunberg
    SCIENCE TOPIC NEWS

    O britânico Fatboy Slim prestou uma homenagem a Greta Thunberg com uma versão de "Right Here, Right Now" que mistura sua música com o discurso a respeito d a falta de ação contra a crise climática que a adolescente sueca fez na ONU.

    O britânico Fatboy Slim prestou uma homenagem a Greta Thunberg com uma versão de "Right Here, Right Now" que mistura sua música com o discurso a respeito d a falta de ação contra a crise climática que a adolescente sueca fez na ONU.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 28/56   Nobel de Química vai para trio americano-britânico-japonês por baterias de lítio
    SCIENCE TOPIC NEWS

    O Prêmio Nobel de Química foi concedido nesta quarta-feira ao americano John Goodenough, ao britânico Stanley Whittingham e ao japonês Akira Yoshino pela invenção das baterias de íon-lítio, presentes atualmente em muitas tecnologias cotidianas.

    O Prêmio Nobel de Química foi concedido nesta quarta-feira ao americano John Goodenough, ao britânico Stanley Whittingham e ao japonês Akira Yoshino pela invenção das baterias de íon-lítio, presentes atualmente em muitas tecnologias cotidianas.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 29/56   Os vencedores do Prêmio Nobel de Química da última década
    SCIENCE TOPIC NEWS

    Lista dos premiados nos últimos 10 anos com o Prêmio Nobel de Química, atribuído nesta quarta-feira pelo Comitê Nobel da Academia Real de Ciências de Suécia ao americano John Goodenough, ao britânico Stanley Whittingham e ao japonês Akira Yoshino.

    Lista dos premiados nos últimos 10 anos com o Prêmio Nobel de Química, atribuído nesta quarta-feira pelo Comitê Nobel da Academia Real de Ciências de Suécia ao americano John Goodenough, ao britânico Stanley Whittingham e ao japonês Akira Yoshino.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 30/56   Nobel de Química por baterias de lítio
    SCIENCE TOPIC NEWS

    O americano John Goodenough, o britânico Stanley Whittingham e o japonês Akira Yoshino receberam o prêmio Nobel de Química em 2019 pela invenção das baterias de íon-lítio.

    O americano John Goodenough, o britânico Stanley Whittingham e o japonês Akira Yoshino receberam o prêmio Nobel de Química em 2019 pela invenção das baterias de íon-lítio.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 31/56   Trio de cosmólogos vence o Nobel de Física
    SCIENCE TOPIC NEWS

    O canadense-americano James Peebles e os suíços Michel Mayor e Didier Queloz foram anunciados nesta terça-feira como os vencedores do prêmio Nobel de Física por seus trabalhos em cosmologia.

    O canadense-americano James Peebles e os suíços Michel Mayor e Didier Queloz foram anunciados nesta terça-feira como os vencedores do prêmio Nobel de Física por seus trabalhos em cosmologia.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 32/56   Fundo Global espera arrecadar US$ 14 bi para eliminar aids, tuberculose e malária
    SCIENCE TOPIC NEWS

    O Fundo Global de combate à aids, tuberculose e malária tentará, na quinta-feira (10), arrecadar US$ 14 bilhões em Lyon para financiar suas ações, um "desafio" necessário para superar essas epidemias até 2030.

    O Fundo Global de combate à aids, tuberculose e malária tentará, na quinta-feira (10), arrecadar US$ 14 bilhões em Lyon para financiar suas ações, um "desafio" necessário para superar essas epidemias até 2030.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 33/56   'Rebelião Internacional' contra mudanças climáticas toma cidades do mundo
    SCIENCE TOPIC NEWS

    Militantes do movimento ecologista de desobediência civil Extinction Rebellion (XR) iniciaram nesta segunda-feira (7) uma mobilização de duas semanas com atos no mundo todo, de Sydney e Nova York a Londres e Paris, passando por Buenos Aires e Rio de Janeiro, em protesto contra a falta de ação ante as mudanças climáticas.

    Militantes do movimento ecologista de desobediência civil Extinction Rebellion (XR) iniciaram nesta segunda-feira (7) uma mobilização de duas semanas com atos no mundo todo, de Sydney e Nova York a Londres e Paris, passando por Buenos Aires e Rio de Janeiro, em protesto contra a falta de ação ante as mudanças climáticas.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 34/56   Bernie Sanders tem alta e médicos confirmam que sofreu infarto
    SCIENCE TOPIC NEWS

    Bernie Sanders, pré-candidato democrata às presidenciais de 2020 nos Estados Unidos, teve alta nesta sexta-feira do hospital onde foi internado, em Las Vegas, após sofrer um ataque cardíaco, segundo o diagnóstico de seus médicos.

    Bernie Sanders, pré-candidato democrata às presidenciais de 2020 nos Estados Unidos, teve alta nesta sexta-feira do hospital onde foi internado, em Las Vegas, após sofrer um ataque cardíaco, segundo o diagnóstico de seus médicos.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 35/56   Suprema Corte dos EUA analisará polêmica lei de aborto
    SCIENCE TOPIC NEWS

    A Suprema Corte dos Estados Unidos acordou nesta sexta-feira (4) examinar uma lei da Luisiana, acusada de restringir o acesso ao aborto, em um caso altamente sensível que colocará à prova os nove juízes nomeados pelo presidente Donald Trump.

    A Suprema Corte dos Estados Unidos acordou nesta sexta-feira (4) examinar uma lei da Luisiana, acusada de restringir o acesso ao aborto, em um caso altamente sensível que colocará à prova os nove juízes nomeados pelo presidente Donald Trump.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 36/56   De Hitler a Michael Jackson, veja alguns candidatos curiosos ao Nobel da Paz
    SCIENCE TOPIC NEWS

    Apresentado como "o príncipe de Paz na Terra", Adolf Hitler foi proposto para o Nobel da Paz há 80 anos, pouco antes do início da Segunda Guerra Mundial, uma amostra de como é fácil fazer uma indicação ao prêmio mais prestigioso do mundo.

    Apresentado como "o príncipe de Paz na Terra", Adolf Hitler foi proposto para o Nobel da Paz há 80 anos, pouco antes do início da Segunda Guerra Mundial, uma amostra de como é fácil fazer uma indicação ao prêmio mais prestigioso do mundo.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 37/56   Movimento ambientalista quer paralisar aeroporto de Londres por três dias
    WORLD TOPIC NEWS

    Os ecologistas do movimento de desobediência civil Extinction Rebellion (XR), que, na segunda-feira, empreenderam ações de protesto contra a falta de ação contra a crise climática em todo o mundo, anunciaram que planejam paralisar pacificamente o aeroporto de London City por três dias a partir desta quinta-feira.

    Os ecologistas do movimento de desobediência civil Extinction Rebellion (XR), que, na segunda-feira, empreenderam ações de protesto contra a falta de ação contra a crise climática em todo o mundo, anunciaram que planejam paralisar pacificamente o aeroporto de London City por três dias a partir desta quinta-feira.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 38/56   Aliado de Trump diz que Turquia pagará caro por ofensiva na Síria
    WORLD TOPIC NEWS

    O Congresso dos Estados Unidos fará a Turquia "pagar muito caro" por sua ofensiva contra os curdos da Síria - afirmou nesta quarta-feira (9) o influente senador republicano Lindsey Graham, aliado de Donald Trump, o que não o impede de criticar políticas do presidente.

    O Congresso dos Estados Unidos fará a Turquia "pagar muito caro" por sua ofensiva contra os curdos da Síria - afirmou nesta quarta-feira (9) o influente senador republicano Lindsey Graham, aliado de Donald Trump, o que não o impede de criticar políticas do presidente.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 39/56   Bolsonaro radicaliza discurso para blindar governo de suspeitas de auxiliares
    WORLD TOPIC NEWS

    BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro (PSL) voltou a radicalizar seu discurso público, em uma tentativa de blindar o governo e evitar desgaste de imagem com suspeitas de corrupção envolvendo assessores. O maior receio, segundo auxiliares de Bolsonaro ouvidos pela reportagem, é a perda de apoio na base de eleitores do presidente, que foi eleito com discurso de tolerância zero com irregularidades. Casos de suspeitas de corrupção tiveram repercussão nas redes sociais, impactando até mesmo o engajamento da base do presidente. Três episódios recentes marcam o abandono do estilo conciliador que Bolsonaro tentava adotar desde o fim de setembro. O primeiro foi a operação da Polícia Federal contra o líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), por suspeita de desvios em obras públicas. A ação foi no dia 19 de setembro. Na semana seguinte, Bolsonaro disse que não falaria mais com a imprensa após seu discurso na Assembleia Geral da ONU, em Nova York. O tom se acirrou ainda mais nesta semana, quando o jornal Folha de S.Paulo revelou, no último domingo (6), que um depoimento e uma planilha obtidos pela PF sugerem que recursos do esquema de candidaturas de laranjas do PSL em Minas Gerais foram desviados para abastecer, por meio de caixa dois, até a campanha de Bolsonaro. Para o presidente, a Folha de S.Paulo foi "às profundezas do esgoto". Para evitar aumento da rejeição, ele adotou estratégia que tem se tornado praxe na gestão. Em momentos de críticas, o Planalto eleva o tom na tentativa de enfraquecer o impacto de notícias negativas. O governo, nessa reação, busca também dar munição para que sua base eleitoral continue a defender a administração de Bolsonaro. O foco das críticas agora são os veículos de comunicação. Nesta terça (8), no Palácio da Alvorada, Bolsonaro chamou a imprensa de "fétida". O presidente encerrou uma entrevista quando foi questionado sobre um apontamento feito pelo Ministério Público no Pará de que houve tortura na intervenção de presídios: "Parem de perguntar besteira". O caso foi revelado pelo jornal O Globo. Antes, Bolsonaro pedira a um pastor que o aguardava na frente do palácio uma oração para a imprensa. "Fala para a imprensa de [livro da Bíblia] João 8:32 aí", disse ao religioso, que orou. O trecho bíblico diz: "E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará". Na segunda (7), Bolsonaro adotou linha semelhante. Ele afirmou que a cobertura jornalística não pode continuar com "covardia" e "patifaria". "Eu lamento a imprensa brasileira agir dessa maneira. O tempo todo mentindo, distorcendo, difamando. Vocês querem me derrubar? Eu tenho couro duro, vai ser difícil. Continuem mentindo", disse. Além da Folha de S.Paulo, o presidente fez críticas públicas a outros dois veículos -O Globo e Correio Braziliense-, acusando-os de mentir em reportagens sobre medidas administrativas estudadas pelo governo. Desde que mudou de postura, Bolsonaro tem evitado responder a jornalistas que o esperam na frente do Alvorada, onde ele promovia desde junho entrevistas diárias. Passou também a reclamar que não são feitas reportagens ou perguntas positivas sobre o mandato. "Não tem coisas boas para perguntar? Ralo o dia todo e não tem uma coisa para perguntar?", questionou, na última sexta (4). Antes do episódio, em estratégia para suavizar sua imagem, Bolsonaro evitava demonstrar irritação com perguntas incômodas e chegou a fazer até afagos a jornalistas. Em setembro, após café da manhã com diretores da Folha de S.Paulo, disse que não teria problema em se reunir com veículos de imprensa. Agora, por recomendação de sua equipe de comunicação, tem priorizado conversas com os eleitores presentes no Alvorada, destacando pautas positivas e evitando assuntos incômodos, como o fato de não ter se pronunciado sobre a morte da menina Ágatha Félix, no Rio de Janeiro. Bolsonaro também suspendeu os cafés que promovia com veículos de comunicação. No último deles, em julho, ele se referiu a nordestinos como "paraíbas" e disse que não havia fome no Brasil. A última pesquisa Datafolha, divulgada em setembro, mostrou que a reprovação ao governo aumentou nos últimos meses até em grupos que eram simpáticos à gestão, como eleitores mais ricos e moradores da região Sul do país. A estratégia de radicalização já havia sido adotada em julho, quando o presidente acirrou o tom após ser criticado pela indicação de um de seus filhos, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), para a função de embaixador nos Estados Unidos. Na época, ele criticou os jornalistas Miriam Leitão e Glenn Greenwald e atacou o então diretor do Inpe, Ricardo Galvão.

    BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro (PSL) voltou a radicalizar seu discurso público, em uma tentativa de blindar o governo e evitar desgaste de imagem com suspeitas de corrupção envolvendo assessores. O maior receio, segundo auxiliares de Bolsonaro ouvidos pela reportagem, é a perda de apoio na base de eleitores do presidente, que foi eleito com discurso de tolerância zero com irregularidades. Casos de suspeitas de corrupção tiveram repercussão nas redes sociais, impactando até mesmo o engajamento da base do presidente. Três episódios recentes marcam o abandono do estilo conciliador que Bolsonaro tentava adotar desde o fim de setembro. O primeiro foi a operação da Polícia Federal contra o líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), por suspeita de desvios em obras públicas. A ação foi no dia 19 de setembro. Na semana seguinte, Bolsonaro disse que não falaria mais com a imprensa após seu discurso na Assembleia Geral da ONU, em Nova York. O tom se acirrou ainda mais nesta semana, quando o jornal Folha de S.Paulo revelou, no último domingo (6), que um depoimento e uma planilha obtidos pela PF sugerem que recursos do esquema de candidaturas de laranjas do PSL em Minas Gerais foram desviados para abastecer, por meio de caixa dois, até a campanha de Bolsonaro. Para o presidente, a Folha de S.Paulo foi "às profundezas do esgoto". Para evitar aumento da rejeição, ele adotou estratégia que tem se tornado praxe na gestão. Em momentos de críticas, o Planalto eleva o tom na tentativa de enfraquecer o impacto de notícias negativas. O governo, nessa reação, busca também dar munição para que sua base eleitoral continue a defender a administração de Bolsonaro. O foco das críticas agora são os veículos de comunicação. Nesta terça (8), no Palácio da Alvorada, Bolsonaro chamou a imprensa de "fétida". O presidente encerrou uma entrevista quando foi questionado sobre um apontamento feito pelo Ministério Público no Pará de que houve tortura na intervenção de presídios: "Parem de perguntar besteira". O caso foi revelado pelo jornal O Globo. Antes, Bolsonaro pedira a um pastor que o aguardava na frente do palácio uma oração para a imprensa. "Fala para a imprensa de [livro da Bíblia] João 8:32 aí", disse ao religioso, que orou. O trecho bíblico diz: "E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará". Na segunda (7), Bolsonaro adotou linha semelhante. Ele afirmou que a cobertura jornalística não pode continuar com "covardia" e "patifaria". "Eu lamento a imprensa brasileira agir dessa maneira. O tempo todo mentindo, distorcendo, difamando. Vocês querem me derrubar? Eu tenho couro duro, vai ser difícil. Continuem mentindo", disse. Além da Folha de S.Paulo, o presidente fez críticas públicas a outros dois veículos -O Globo e Correio Braziliense-, acusando-os de mentir em reportagens sobre medidas administrativas estudadas pelo governo. Desde que mudou de postura, Bolsonaro tem evitado responder a jornalistas que o esperam na frente do Alvorada, onde ele promovia desde junho entrevistas diárias. Passou também a reclamar que não são feitas reportagens ou perguntas positivas sobre o mandato. "Não tem coisas boas para perguntar? Ralo o dia todo e não tem uma coisa para perguntar?", questionou, na última sexta (4). Antes do episódio, em estratégia para suavizar sua imagem, Bolsonaro evitava demonstrar irritação com perguntas incômodas e chegou a fazer até afagos a jornalistas. Em setembro, após café da manhã com diretores da Folha de S.Paulo, disse que não teria problema em se reunir com veículos de imprensa. Agora, por recomendação de sua equipe de comunicação, tem priorizado conversas com os eleitores presentes no Alvorada, destacando pautas positivas e evitando assuntos incômodos, como o fato de não ter se pronunciado sobre a morte da menina Ágatha Félix, no Rio de Janeiro. Bolsonaro também suspendeu os cafés que promovia com veículos de comunicação. No último deles, em julho, ele se referiu a nordestinos como "paraíbas" e disse que não havia fome no Brasil. A última pesquisa Datafolha, divulgada em setembro, mostrou que a reprovação ao governo aumentou nos últimos meses até em grupos que eram simpáticos à gestão, como eleitores mais ricos e moradores da região Sul do país. A estratégia de radicalização já havia sido adotada em julho, quando o presidente acirrou o tom após ser criticado pela indicação de um de seus filhos, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), para a função de embaixador nos Estados Unidos. Na época, ele criticou os jornalistas Miriam Leitão e Glenn Greenwald e atacou o então diretor do Inpe, Ricardo Galvão.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 40/56   'Thor: Amor e Trovão' é o filme com mais diversidade da Marvel
    WORLD TOPIC NEWS

    Com a estreia agendada para 2021, 'Thor: Amor e Trovão' será o primeiro filme do Universo Cinematográfico Marvel com uma heroína lésbica e um personagem transgênero. 

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

Veja também
•Ana Maria Braga surpreende com look simples na TV
•Após polêmica, Anitta não aparece mais como autora de ‘Onda Diferente’
•Bruna Marquezine dá bronca em fã ao falar sobre seu affair com Gian Luca Ewbank

    Com a estreia agendada para 2021, 'Thor: Amor e Trovão' será o primeiro filme do Universo Cinematográfico Marvel com uma heroína lésbica e um personagem transgênero. Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente! Veja também •Ana Maria Braga surpreende com look simples na TV •Após polêmica, Anitta não aparece mais como autora de ‘Onda Diferente’ •Bruna Marquezine dá bronca em fã ao falar sobre seu affair com Gian Luca Ewbank


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 41/56   Berço dos direitos civis nos EUA elege seu primeiro prefeito negro
    WORLD TOPIC NEWS

    Os eleitores de Montgomery, Alabama, cidade do sul considerada o berço do movimento pelos direitos civis nos Estados Unidos, elegeram seu primeiro prefeito negro.

    Os eleitores de Montgomery, Alabama, cidade do sul considerada o berço do movimento pelos direitos civis nos Estados Unidos, elegeram seu primeiro prefeito negro.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 42/56   Gianecchini, Marieta Severo e Camila Queiroz são confirmados para 'Verdades Secretas 2'
    WORLD TOPIC NEWS

    A trama de Walcyr Carrasco contará com a direção de Amora Mautner

    A trama de Walcyr Carrasco contará com a direção de Amora Mautner


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 43/56   China denuncia que EUA escondem 'intenções sinistras' na região de Xinjiang
    WORLD TOPIC NEWS

    Pequim denunciou, nesta quarta-feira, as "sinistras intenções" dos Estados Unidos, após o anúncio de Washington de restringir vistos a autoridades chinesas suspeitas de participar na repressão no território autônomo de maioria muçulmana de Xinjiang, no noroeste da China.

    Pequim denunciou, nesta quarta-feira, as "sinistras intenções" dos Estados Unidos, após o anúncio de Washington de restringir vistos a autoridades chinesas suspeitas de participar na repressão no território autônomo de maioria muçulmana de Xinjiang, no noroeste da China.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 44/56   Bomba atômica é 'ameaça para Humanidade', diz Irã
    WORLD TOPIC NEWS

    A bomba atômica é "uma ameaça à humanidade", disse o aiatolá Ali Khamenei em Teerã nesta quarta-feira (9), lembrando que a fabricação e o uso de armas nucleares são contrários aos ensinamentos do Islã.

    A bomba atômica é "uma ameaça à humanidade", disse o aiatolá Ali Khamenei em Teerã nesta quarta-feira (9), lembrando que a fabricação e o uso de armas nucleares são contrários aos ensinamentos do Islã.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 45/56   Kremlin aumenta pressão contra seu principal opositor, Navalni
    WORLD TOPIC NEWS

    A organização opositora de Alexei Navalni, carismático orador e principal opositor de Vladimir Putin, foi classificada nesta quarta-feira (9) como "agente estrangeiro" - anunciou o Ministério da Justiça.

    A organização opositora de Alexei Navalni, carismático orador e principal opositor de Vladimir Putin, foi classificada nesta quarta-feira (9) como "agente estrangeiro" - anunciou o Ministério da Justiça.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 46/56   Dois milhões de europeus pedem para ficar no Reino Unido pós-Brexit
    WORLD TOPIC NEWS

    Quase dois milhões de cidadãos europeus solicitaram ficar e morar no Reino Unido após o iminente Brexit - apontam estatísticas divulgadas nesta quarta-feira (9).

    Quase dois milhões de cidadãos europeus solicitaram ficar e morar no Reino Unido após o iminente Brexit - apontam estatísticas divulgadas nesta quarta-feira (9).


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 47/56   Publicidade de hambúrger em que mulher é agredida gera polêmica na Bélgica
    BUSINESS TOPIC NEWS

    Um anúncio em que uma mulher é agredida por um homem porque ela não deu a ele o hambúrguer da marca certa gerou uma onda de críticas na Bélgica, onde consumidores e políticos caracterizam a publicidade de "repugnante" e "irresponsável".

    Um anúncio em que uma mulher é agredida por um homem porque ela não deu a ele o hambúrguer da marca certa gerou uma onda de críticas na Bélgica, onde consumidores e políticos caracterizam a publicidade de "repugnante" e "irresponsável".


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 48/56   Equador se prepara para mobilizações após iniciar diálogo com indígenas
    BUSINESS TOPIC NEWS

    Quito se prepara nesta quarta-feira para uma grande mobilização depois que o governo equatoriano e os líderes indígenas fizeram uma primeira aproximação no dia anterior, em meio à crise social que afeta o Equador devido ao aumento dos preços dos combustíveis.

    Quito se prepara nesta quarta-feira para uma grande mobilização depois que o governo equatoriano e os líderes indígenas fizeram uma primeira aproximação no dia anterior, em meio à crise social que afeta o Equador devido ao aumento dos preços dos combustíveis.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 49/56   Equador decreta toque de recolher em torno de prédios públicos
    BUSINESS TOPIC NEWS

    O presidente do Equador, Lenín Moreno, decretou nesta terça-feira o toque de recolher para proteger os prédios públicos dos protestos deflagrados com a alta nos preços dos combustíveis, após tentativas de invasão do Congresso e da Casa de Governo.

    O presidente do Equador, Lenín Moreno, decretou nesta terça-feira o toque de recolher para proteger os prédios públicos dos protestos deflagrados com a alta nos preços dos combustíveis, após tentativas de invasão do Congresso e da Casa de Governo.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 50/56   Cerca de 98 mil pessoas privadas de liberdade fazem Encceja
    BUSINESS TOPIC NEWS

    Cerca de 98 mil pessoas, entre detentos e jovens que cumprem medidas socioeducativas, estão inscritos para fazer as provas do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos para Pessoas Privadas de Liberdade (Encceja Nacional PPL), que ocorrem hoje (8) e amanhã (9).A prova beneficia aqueles que não concluíram os ensinos fundamental e médio no tempo certo e querem uma certificação. Em todo o país, aderiram ao exame 681 penitenciárias e 189 unidades socioeducativas. Encceja PPL 2019 começou hoje e termina amanhã - Arquivo Agência Brasil  O participante que conseguir a nota mínima exigida nas quatro provas objetivas e na redação tem direito à Certificação de Conclusão do Ensino Fundamental ou do Ensino Médio. Já o participante que conseguir a nota mínima exigida em uma das quatro provas ou em mais de uma, mas não em todas, tem direito à Declaração Parcial de Proficiência.Para requerer a certificação, o participante precisa alcançar, no mínimo, 100 pontos nas provas objetivas e 5 pontos na redação.

    Cerca de 98 mil pessoas, entre detentos e jovens que cumprem medidas socioeducativas, estão inscritos para fazer as provas do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos para Pessoas Privadas de Liberdade (Encceja Nacional PPL), que ocorrem hoje (8) e amanhã (9).A prova beneficia aqueles que não concluíram os ensinos fundamental e médio no tempo certo e querem uma certificação. Em todo o país, aderiram ao exame 681 penitenciárias e 189 unidades socioeducativas. Encceja PPL 2019 começou hoje e termina amanhã - Arquivo Agência Brasil O participante que conseguir a nota mínima exigida nas quatro provas objetivas e na redação tem direito à Certificação de Conclusão do Ensino Fundamental ou do Ensino Médio. Já o participante que conseguir a nota mínima exigida em uma das quatro provas ou em mais de uma, mas não em todas, tem direito à Declaração Parcial de Proficiência.Para requerer a certificação, o participante precisa alcançar, no mínimo, 100 pontos nas provas objetivas e 5 pontos na redação.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 51/56   Polícia retira manifestantes do Congresso no Equador
    BUSINESS TOPIC NEWS

    Policiais e militares desalojaram nesta terça-feira os manifestantes que invadiram a sede do Congresso do Equador, em Quito, em meio a uma onda de protestos pela alta nos preços dos combustíveis, anunciou a TV local.

    Policiais e militares desalojaram nesta terça-feira os manifestantes que invadiram a sede do Congresso do Equador, em Quito, em meio a uma onda de protestos pela alta nos preços dos combustíveis, anunciou a TV local.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 52/56   Guterres diz que ONU enfrenta pior crise financeira da década
    BUSINESS TOPIC NEWS

    o secretário-geral das Nações Unidas (ONU), António Guterres, garantiu nesta terça-feira (8) que a organização enfrenta "a pior crise financeira" em quase dez anos devido a atrasos nas cotas dos Estados-membros - entre eles, o Brasil - e, por isso, não poderia pagar os salários dos funcionários a partir de novembro.

    o secretário-geral das Nações Unidas (ONU), António Guterres, garantiu nesta terça-feira (8) que a organização enfrenta "a pior crise financeira" em quase dez anos devido a atrasos nas cotas dos Estados-membros - entre eles, o Brasil - e, por isso, não poderia pagar os salários dos funcionários a partir de novembro.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 53/56   Londres antecipa fracasso de negociação do Brexit
    BUSINESS TOPIC NEWS

    O governo britânico deu a entender nesta terça-feira (8) que a negociação sobre o Brexit está perto de naufragar por culpa da União Europeia (UE), o que irritou o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk.

    O governo britânico deu a entender nesta terça-feira (8) que a negociação sobre o Brexit está perto de naufragar por culpa da União Europeia (UE), o que irritou o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 54/56   Bolsonaro, o novo 'malvado favorito' da União Europeia
    BUSINESS TOPIC NEWS

    A candidatura de ativistas brasileiros ao Prêmio Sakharov da Eurocâmara parece confirmar que o presidente Jair Bolsonaro é o "malvado favorito" da União Europeia (UE), que tem, no entanto, o pragmatismo como bandeira e um acordo comercial com o Mercosul no horizonte.

    A candidatura de ativistas brasileiros ao Prêmio Sakharov da Eurocâmara parece confirmar que o presidente Jair Bolsonaro é o "malvado favorito" da União Europeia (UE), que tem, no entanto, o pragmatismo como bandeira e um acordo comercial com o Mercosul no horizonte.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 55/56   Itália aprova redução no número de parlamentares
    BUSINESS TOPIC NEWS

    Os deputados italianos aprovaram nesta terça-feira (8) uma reforma constitucional radical que reduz em um terço o número de parlamentares, uma promessa eleitoral do Movimento 5 Estrelas (M5E), cujo objetivo é economizar 500 milhões de euros por legislatura.

    Os deputados italianos aprovaram nesta terça-feira (8) uma reforma constitucional radical que reduz em um terço o número de parlamentares, uma promessa eleitoral do Movimento 5 Estrelas (M5E), cujo objetivo é economizar 500 milhões de euros por legislatura.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 56/56   Sete países latinos apoiam Moreno e rejeitam 'ação' de Maduro no Equador
    BUSINESS TOPIC NEWS

    Sete países latino-americanos anunciaram nesta terça-feira (8) seu "firme apoio" ao presidente equatoriano, Lenín Moreno, e rejeitaram "toda ação" do chefe de Estado venezuelano, Nicolás Maduro, e seus aliados para "desestabilizar" o Equador, que enfrenta fortes protestos devido à alta nos preços dos combustíveis.

    Sete países latino-americanos anunciaram nesta terça-feira (8) seu "firme apoio" ao presidente equatoriano, Lenín Moreno, e rejeitaram "toda ação" do chefe de Estado venezuelano, Nicolás Maduro, e seus aliados para "desestabilizar" o Equador, que enfrenta fortes protestos devido à alta nos preços dos combustíveis.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.

 
 


       

A Síntese de Voz
A Microsoft SAPI 5 objeto ActiveX é necessária.
Na opção de segurança do seu navegador, você não deve desabilitar a inicialização de controles ActiveX não assinados.
Você pode instalar e utilizar qualquer Inglês voz compatível com SAPI 5.
(tais como o discurso componente da Microsoft).
Não Voz Título Título e Documento
Voz e Audio Output



Velocidade

 

 
Volume

 

 

Velocidade Slideshow (Quick para Lento)
Zero Um Dois Três Quatro Cinco
Blog e RSS Feed URLs
http://moblog.whmsoft.net/pt
http://moblog.whmsoft.net/pt/?feed=rss2

Subscribe to Notícias Fotos Slideshows by Email
Subscrite para o RSS feed com Google Subscrite para o RSS feed com Yahoo! Subscrite para o RSS feed com AOL Subscrite para o RSS feed com Bloglines
Subscrite para o RSS feed com Netvibes Subscrite para o RSS feed com Newsgator Subscrite para o RSS feed com Pageflakes Subscrite para o RSS feed com Rojo

Slideshows - Fotos Noticias - Desde Yahoo! Noticias
Esporte



Encontros

Comentar