Pesquisas Locais - Offerte
Endereços - Horários - Comentários
Informações Sobre o Tempo
Produtos Quentes

Noticias Fotos Slideshows
Celebridades, People, Sports, High Tech, vlrPhone
   

HOWTO - Respostas Ilustrado
 
Libertar a Animação VR / AR
Jogar para revelar imagens 3D e modelos 3D!
Demonstração A-Frame / Multiplayer
Android app on Google Play
 
vlrPhone / vlrFilter
Softphones projeto com baixo consumo de energia, velocidade e radiação / Filtro Multifuncional de Audio com Controle Remoto!



 

Noticias Slideshows (17/01/2020 19 horas)


  • 1/56   Noticias Fotos Slideshows
    PEOPLE TOPIC NEWS

    Noticias Fotos Slideshows - Tendências - Clique na imagem para visualizar na realidade aumentada ou em 3D estéreo

    Noticias Fotos Slideshows - Tendências - Clique na imagem para visualizar na realidade aumentada ou em 3D estéreo


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.


    Revista de Imprensa


    Alvim   Nazismo   Cultura   Eminem   Kannemann   Wagner   Ustra   Sisu   Otis   Hebraica   Secretário   Mac Miller   Infeliz   Stalin   Demitiu   Pronunciamento   tirei 900   Villani   ProUni   inadmissível   Rahim   Coincidência   Pinochet   Docil   O Hitler   Inaceitável   Redação   matemática   Holocausto   
  • 2/56   Microsoft investirá US$ 1 bi em tecnologias antipoluentes

    A Microsoft planeja investir US$ 1 bilhão para apoiar empresas e organizações que trabalham em tecnologias capazes de remover ou reduzir a quantidade de carbono na atmosfera

    A Microsoft planeja investir US$ 1 bilhão para apoiar empresas e organizações que trabalham em tecnologias capazes de remover ou reduzir a quantidade de carbono na atmosfera


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 3/56   Fiat Chrysler negocia joint venture com fornecedora da Apple e da Samsung

    A Fiat Chrysler Automobiles (FCA) comunicou que está em negociações com a Foxconn, fornecedora de peças da Apple e da Samsung. O objetivo é criar uma joint venture para desenvolver veículos elétricos. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (17). A Foxconn, que está em negociação com a Fiat, é a maior fabricante de itens eletrônicos do mundo. A empresa fica sediada em Taiwan e também fornece peças para a Intel. De acordo com um comunicado da FCA, as empresas estão “perto de assinar um acordo preliminar que guiará outras discussões destinadas a chegar a acordos definitivos nos próximos meses”. A […]

    A Fiat Chrysler Automobiles (FCA) comunicou que está em negociações com a Foxconn, fornecedora de peças da Apple e da Samsung. O objetivo é criar uma joint venture para desenvolver veículos elétricos. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (17). A Foxconn, que está em negociação com a Fiat, é a maior fabricante de itens eletrônicos do mundo. A empresa fica sediada em Taiwan e também fornece peças para a Intel. De acordo com um comunicado da FCA, as empresas estão “perto de assinar um acordo preliminar que guiará outras discussões destinadas a chegar a acordos definitivos nos próximos meses”. A […]


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 4/56   Google aprimora pesquisa para compra de roupas; veja como ficou

    Agora é possível ver várias peças de roupa ou acessórios, de diversas lojas, de uma só vez. O mecanismo de pesquisa do Google não apenas organizou melhor os produtos, como também disponibilizou as avaliações desses itens para facilitar a vida do usuário

    Agora é possível ver várias peças de roupa ou acessórios, de diversas lojas, de uma só vez. O mecanismo de pesquisa do Google não apenas organizou melhor os produtos, como também disponibilizou as avaliações desses itens para facilitar a vida do usuário


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 5/56   Google atinge valor de mercado de US$ 1 trilhão

    A empresa de tecnologia é a quinta a chegar a casa do trilhão. A primeira foi Apple, que hoje vale US$ 1,3 trilhão, em agosto de 2018

    A empresa de tecnologia é a quinta a chegar a casa do trilhão. A primeira foi Apple, que hoje vale US$ 1,3 trilhão, em agosto de 2018


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 6/56   Os 10 melhores editores de imagem para Android

    Você quer mexer nas suas fotos sem precisar tirá-las do Android? Isso é perfeitamente possível e há inúmeras opções para realizar esta tarefa. Confira agora a nossa seleção com 10 dos melhores apps do gênero.

    Você quer mexer nas suas fotos sem precisar tirá-las do Android? Isso é perfeitamente possível e há inúmeras opções para realizar esta tarefa. Confira agora a nossa seleção com 10 dos melhores apps do gênero.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 7/56   FBI teria ferramenta capaz de desbloquear qualquer iPhone

    De acordo com uma reportagem da Forbes, o FBI teria desenvolvido uma ferramenta milionária para desbloquear qualquer tipo de iPhone, o que coloca em dúvidas a pressão que a agência tem feito na Apple para desbloquear aparelhos que fazem parte de uma investigação

    De acordo com uma reportagem da Forbes, o FBI teria desenvolvido uma ferramenta milionária para desbloquear qualquer tipo de iPhone, o que coloca em dúvidas a pressão que a agência tem feito na Apple para desbloquear aparelhos que fazem parte de uma investigação


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 8/56   Google libera autenticação de senha para usuários de iPhones; saiba como ativar

    Agora, usuários de celulares Android ou iPhone poderão se inscrever no programa. A inscrição está disponível para usuários de celulares que rodam nas versões Android 7 ou iOS 10.0 (ou em versões posteriores)

    Agora, usuários de celulares Android ou iPhone poderão se inscrever no programa. A inscrição está disponível para usuários de celulares que rodam nas versões Android 7 ou iOS 10.0 (ou em versões posteriores)


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 9/56   Os melhores apps Android da semana (16/1/2020)

    Na lista curada de aplicativos desta semana, colocamos como destaque um agregador de preço de apps de transporte, além de um idle game bastante divertido, um simulador de esportes bem trabalhado, um app de melhoria de som e até um app para a sua segurança doméstica

    Na lista curada de aplicativos desta semana, colocamos como destaque um agregador de preço de apps de transporte, além de um idle game bastante divertido, um simulador de esportes bem trabalhado, um app de melhoria de som e até um app para a sua segurança doméstica


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 10/56   Como colocar duas fotos no mesmo Stories do Instagram

    É possível colocar duas ou mais fotos no Stories do Instagram através de truques bem simples, que funcionam tanto para Android quanto iOS. As colagens deixam suas publicações ainda mais interessantes e estilosas

    É possível colocar duas ou mais fotos no Stories do Instagram através de truques bem simples, que funcionam tanto para Android quanto iOS. As colagens deixam suas publicações ainda mais interessantes e estilosas


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 11/56   Microsoft assume compromisso de ser uma empresa carbono negativo até 2030

    Em apresentação, a Microsoft anunciou que vai acabar com as suas emissões de carbono até 2030, além de remover tudo o que a empresa já emitiu no meio ambiente, de 1975, quando foi fundada, até 2050, se tornando carbono negativo

    Em apresentação, a Microsoft anunciou que vai acabar com as suas emissões de carbono até 2030, além de remover tudo o que a empresa já emitiu no meio ambiente, de 1975, quando foi fundada, até 2050, se tornando carbono negativo


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 12/56   Twitter vai liberar listas fixadas na página inicial da rede social no Android

    Possibilidade de criar listas de timelines alternativas já está disponível na web e tem um modelo mais prático e fácil no aplicativo para iOS. Agora, essa ferramenta também foi flagrada no Android, o que indica que está muito perto de ser lançada oficialmente

    Possibilidade de criar listas de timelines alternativas já está disponível na web e tem um modelo mais prático e fácil no aplicativo para iOS. Agora, essa ferramenta também foi flagrada no Android, o que indica que está muito perto de ser lançada oficialmente


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 13/56   Como remover a notificação "Obter Microsoft Office" no Windows 10

    A propaganda do Office no Windows 10, embora apareça constantemente, pode ser desativada caso o aplicativo que a exiba seja desinstalado completamente. É possível fazer isso seguindo alguns passos bem simples

    A propaganda do Office no Windows 10, embora apareça constantemente, pode ser desativada caso o aplicativo que a exiba seja desinstalado completamente. É possível fazer isso seguindo alguns passos bem simples


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 14/56   Preço da ação da Tesla dobra e Morgan Stanley recomenda venda

    (Bloomberg) -- Pela primeira vez em mais de sete anos, o Morgan Stanley recomenda vender ações da Tesla.O otimismo em relação ao crescimento do principal negócio da montadora de carros elétricos na China já está embutido no preço das ações, segundo relatório da equipe de analistas liderada por Adam Jonas. Eles também reduziram o valuation da unidade de mobilidade da empresa, citando um ambiente jurídico e regulatório adverso para a implantação de uma rede de robotáxis.O preço das ações da Tesla mais do que dobrou desde o início de outubro, impulsionado por um surpreendente lucro no terceiro trimestre, fortes entregas e rápida construção de uma fábrica na China. O rebaixamento do Morgan Stanley chega em um momento em que o rali deixou o preço-alvo de consenso dos analistas muito abaixo da cotação atual.“O momentum e confiança de curto prazo sobre a ação são, de fato, muito fortes, mas agora questionamos a sustentabilidade do momentum”, disse o Morgan Stanley. Embora os analistas tenham elevado o preço-alvo de US$ 250 para US$ 360, o valor ainda implica uma queda de 30% em relação ao fechamento da quarta-feira.O Morgan Stanley tinha recomendação underweight para a Tesla em setembro de 2012, de acordo com dados compilados pela Bloomberg. As ações subiram cerca de 1.600% desde então.O banco está longe de ser o único pessimista em relação à Tesla - há outros 15 com recomendação de venda para a ação entre os pesquisados pela Bloomberg, com 10 recomendações de compra e 10 de manutenção. A empresa ultrapassou a Apple como a ação com mais posições vendidas nos EUA na quarta-feira.Embora a Tesla mereça estar entre as empresas automotivas mais valiosas do mundo, considerando sua liderança em veículos elétricos, “os investidores terão oportunidades mais atraentes para comprar as ações no futuro”, acrescentou o Morgan Stanley.\--Com a colaboração de Lisa Pham.Para contatar o editor responsável por esta notícia: Daniela Milanese, dmilanese@bloomberg.netRepórter da matéria original: Joe Easton em Londres, jeaston7@bloomberg.netPara entrar em contato com os editores responsáveis: Beth Mellor, bmellor@bloomberg.net, Namitha JagadeeshFor more articles like this, please visit us at bloomberg.comSubscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.©2020 Bloomberg L.P.

    (Bloomberg) -- Pela primeira vez em mais de sete anos, o Morgan Stanley recomenda vender ações da Tesla.O otimismo em relação ao crescimento do principal negócio da montadora de carros elétricos na China já está embutido no preço das ações, segundo relatório da equipe de analistas liderada por Adam Jonas. Eles também reduziram o valuation da unidade de mobilidade da empresa, citando um ambiente jurídico e regulatório adverso para a implantação de uma rede de robotáxis.O preço das ações da Tesla mais do que dobrou desde o início de outubro, impulsionado por um surpreendente lucro no terceiro trimestre, fortes entregas e rápida construção de uma fábrica na China. O rebaixamento do Morgan Stanley chega em um momento em que o rali deixou o preço-alvo de consenso dos analistas muito abaixo da cotação atual.“O momentum e confiança de curto prazo sobre a ação são, de fato, muito fortes, mas agora questionamos a sustentabilidade do momentum”, disse o Morgan Stanley. Embora os analistas tenham elevado o preço-alvo de US$ 250 para US$ 360, o valor ainda implica uma queda de 30% em relação ao fechamento da quarta-feira.O Morgan Stanley tinha recomendação underweight para a Tesla em setembro de 2012, de acordo com dados compilados pela Bloomberg. As ações subiram cerca de 1.600% desde então.O banco está longe de ser o único pessimista em relação à Tesla - há outros 15 com recomendação de venda para a ação entre os pesquisados pela Bloomberg, com 10 recomendações de compra e 10 de manutenção. A empresa ultrapassou a Apple como a ação com mais posições vendidas nos EUA na quarta-feira.Embora a Tesla mereça estar entre as empresas automotivas mais valiosas do mundo, considerando sua liderança em veículos elétricos, “os investidores terão oportunidades mais atraentes para comprar as ações no futuro”, acrescentou o Morgan Stanley.\--Com a colaboração de Lisa Pham.Para contatar o editor responsável por esta notícia: Daniela Milanese, dmilanese@bloomberg.netRepórter da matéria original: Joe Easton em Londres, jeaston7@bloomberg.netPara entrar em contato com os editores responsáveis: Beth Mellor, bmellor@bloomberg.net, Namitha JagadeeshFor more articles like this, please visit us at bloomberg.comSubscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.©2020 Bloomberg L.P.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 15/56   Huawei oferece US$ 26 mi para que desenvolvedores criem apps para seus aparelhos

    A medida da gigante chinesa é para minimizar os problemas causados pela guerra comercial entre Estados Unidos e China, que impede a empresa de usar os serviços da Google. O anúncio foi feito em evento realizado em Londres, na última quarta-feira (15)

    A medida da gigante chinesa é para minimizar os problemas causados pela guerra comercial entre Estados Unidos e China, que impede a empresa de usar os serviços da Google. O anúncio foi feito em evento realizado em Londres, na última quarta-feira (15)


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 16/56   Youtuber revela quanto e como faturou o dobro em anúncios no YouTube

    Youtubers como Shelby Church estão optando por fazer vídeos mais longos para, consequentemente, conseguirem incluir mais anúncios do Google. Unindo a qualidade do conteúdo, com a duração e os anúncios, é possível conquistar uma renda maior

    Youtubers como Shelby Church estão optando por fazer vídeos mais longos para, consequentemente, conseguirem incluir mais anúncios do Google. Unindo a qualidade do conteúdo, com a duração e os anúncios, é possível conquistar uma renda maior


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 17/56   Apple compra startup especializada em IA para reconhecimento de imagens

    Segundo informações de bastidores, a gigante agora é dona da Xnor.ai, que tem como atrativo levar tecnologia avançada de reconhecimento de imagem a dispositivos de baixo consumo de energia, em vez de depender da nuvem

    Segundo informações de bastidores, a gigante agora é dona da Xnor.ai, que tem como atrativo levar tecnologia avançada de reconhecimento de imagem a dispositivos de baixo consumo de energia, em vez de depender da nuvem


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 18/56   Funcionários da Casa da Moeda decidem se aceitam proposta da empresa

    Os empregados da Casa da Moeda fazem amanhã (16), às 8h, em frente a sede da empresa, na zona oeste do Rio, uma assembleia para discutir a proposta de um acordo temporário que inclua as cláusulas sociais do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) de 2019. Na sexta-feira (10), os empregados fizeram um dia de paralisação para discutir a privatização da Casa da Moeda. Nesta semana, eles estão em estado de mobilização.O presidente do Sindicato Nacional dos Moedeiros, Aluízio Júnior, disse que se a empresa aceitar a proposta no processo de negociação que está em andamento, os trabalhadores terão como esperar o resultado do julgamento do dissídio do ACT de 2019, previsto para março na Justiça do Trabalho.“O TST se reuniu, com a gente do sindicado e com a Casa da Moeda, no dia 17 de dezembro. Eles estão acompanhando de perto o que está acontecendo. A gente acredita que se mantiver as condições de dezembro, nós temos toda a tranquilidade de continuar o processo de negociação sem nenhum tipo de sobressalto”, disse Júnior. ACT 2020Enquanto a conclusão desse processo ainda está indefinida, os trabalhadores discutem o acordo de 2020. As negociações estão sendo feitas com representantes dos trabalhadores e uma comissão de mediação da Casa da Moeda. Júnior informou que se a empresa continuar com a decisão de cortar as cláusulas sociais e benefícios do acordo de 2020, com a justificativa de falta de recursos, alguns trabalhadores vão ter o contracheque zerado. “Agora em janeiro, a Casa da Moeda não manteve as cláusulas sociais. Ela comunicou aos trabalhadores. Isso significa que alguns trabalhadores poderão receber o contracheque zerado, já que a Casa da Moeda entende que pode cobra de trabalhadores com direito adquirido o plano de saúde dele e de dependentes. Se for descontar isso do salário, o contracheque vem zerado”, disse. De 20% a 30% dos empregados estariam nesta condição.Segundo o sindicalista, nenhuma atividade da Casa da Moeda está comprometida. Atualmente, a empresa produz cédulas e moedas para o Banco Central, passaportes para a Polícia Federal, selos rastreáveis de cigarros e outros postais para os Correios. A Casa da Moeda produz cédulas e moedas para o Banco Central, passaportes, selos rastreáveis de cigarros e postais para os Correios - Reprodução Google Maps PrivatizaçãoPara o sindicalista, não é correta a justificativa de prejuízos no desempenho da empresa e do peso da folha de funcionários dentro da receita para incluir a Casa da Moeda na lista de privatizações do governo. Segundo ele, a empresa perdeu receita com o fim da produção do selo holográfico rastreável que era colocado em embalagens de bebidas frias como refrigerantes. “Isso não é fruto da incompetência dos trabalhadores e da administração passada. O prejuízo que ocorreu em 2017 foi porque o governo tirou 60% do faturamento da Casa da Moeda. Em 2016 ele descontinuou o serviço que tínhamos exclusividade para fazer. A partir dessa retirada começam a refletir os números. Até 2016 a Casa da Moeda teve lucro”, disse. “Antes de tirar os 60% de faturamento, a folha de pagamentos de pessoal girava em torno de 8% a 12% do orçamento, muito abaixo do de outras empresas”.Os trabalhadores buscam o apoio de parlamentares para conseguir barrar a privatização da empresa. Júnior cita o exemplo de outros países que têm a sua própria Casa da Moeda, como os Estados Unidos, diz que não entende porque o Brasil teria que seguir um rumo diferente de diversas nações. “Estamos fazendo esse debate em um ambiente apropriado que é o Congresso Nacional”. Casa da MoedaProcurada pela Agência Brasil, a Casa da Moeda informou que não tinha um posicionamento atualizado. Na sexta-feira, quando houve a paralisação, a empresa publicou uma nota em que diz entender que tanto ela, quanto os funcionários passam por um momento de incertezas e preocupações, decorrentes da sua inclusão no Programa Nacional de Desestatização, que retira da empresa a exclusividade na produção de cédulas, moedas, passaportes, selos postais e selos fiscais e também entra 2020 sem um acordo coletivo de trabalho fechado. A Casa da Moeda pondera, no entanto, que mesmo após diversas propostas da empresa e até uma proposta da Vice-Presidência do Tribunal Superior do Trabalho, todas foram recusadas pelos empregados.Em especial sobre o acordo coletivo de trabalho, a Casa da Moeda informou na nota que desde que assumiu suas funções, há seis meses, a diretoria “tem buscado fechar este acordo, na intenção de evitar que, com a virada do ano, os funcionários deixassem de ter determinados benefícios que são decorrentes exclusivamente de um ACT. Adicionalmente esclarece constantemente aos empregados e ao sindicato que o atual custo de pessoal é inviável economicamente para a empresa”.

    Os empregados da Casa da Moeda fazem amanhã (16), às 8h, em frente a sede da empresa, na zona oeste do Rio, uma assembleia para discutir a proposta de um acordo temporário que inclua as cláusulas sociais do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) de 2019. Na sexta-feira (10), os empregados fizeram um dia de paralisação para discutir a privatização da Casa da Moeda. Nesta semana, eles estão em estado de mobilização.O presidente do Sindicato Nacional dos Moedeiros, Aluízio Júnior, disse que se a empresa aceitar a proposta no processo de negociação que está em andamento, os trabalhadores terão como esperar o resultado do julgamento do dissídio do ACT de 2019, previsto para março na Justiça do Trabalho.“O TST se reuniu, com a gente do sindicado e com a Casa da Moeda, no dia 17 de dezembro. Eles estão acompanhando de perto o que está acontecendo. A gente acredita que se mantiver as condições de dezembro, nós temos toda a tranquilidade de continuar o processo de negociação sem nenhum tipo de sobressalto”, disse Júnior. ACT 2020Enquanto a conclusão desse processo ainda está indefinida, os trabalhadores discutem o acordo de 2020. As negociações estão sendo feitas com representantes dos trabalhadores e uma comissão de mediação da Casa da Moeda. Júnior informou que se a empresa continuar com a decisão de cortar as cláusulas sociais e benefícios do acordo de 2020, com a justificativa de falta de recursos, alguns trabalhadores vão ter o contracheque zerado. “Agora em janeiro, a Casa da Moeda não manteve as cláusulas sociais. Ela comunicou aos trabalhadores. Isso significa que alguns trabalhadores poderão receber o contracheque zerado, já que a Casa da Moeda entende que pode cobra de trabalhadores com direito adquirido o plano de saúde dele e de dependentes. Se for descontar isso do salário, o contracheque vem zerado”, disse. De 20% a 30% dos empregados estariam nesta condição.Segundo o sindicalista, nenhuma atividade da Casa da Moeda está comprometida. Atualmente, a empresa produz cédulas e moedas para o Banco Central, passaportes para a Polícia Federal, selos rastreáveis de cigarros e outros postais para os Correios. A Casa da Moeda produz cédulas e moedas para o Banco Central, passaportes, selos rastreáveis de cigarros e postais para os Correios - Reprodução Google Maps PrivatizaçãoPara o sindicalista, não é correta a justificativa de prejuízos no desempenho da empresa e do peso da folha de funcionários dentro da receita para incluir a Casa da Moeda na lista de privatizações do governo. Segundo ele, a empresa perdeu receita com o fim da produção do selo holográfico rastreável que era colocado em embalagens de bebidas frias como refrigerantes. “Isso não é fruto da incompetência dos trabalhadores e da administração passada. O prejuízo que ocorreu em 2017 foi porque o governo tirou 60% do faturamento da Casa da Moeda. Em 2016 ele descontinuou o serviço que tínhamos exclusividade para fazer. A partir dessa retirada começam a refletir os números. Até 2016 a Casa da Moeda teve lucro”, disse. “Antes de tirar os 60% de faturamento, a folha de pagamentos de pessoal girava em torno de 8% a 12% do orçamento, muito abaixo do de outras empresas”.Os trabalhadores buscam o apoio de parlamentares para conseguir barrar a privatização da empresa. Júnior cita o exemplo de outros países que têm a sua própria Casa da Moeda, como os Estados Unidos, diz que não entende porque o Brasil teria que seguir um rumo diferente de diversas nações. “Estamos fazendo esse debate em um ambiente apropriado que é o Congresso Nacional”. Casa da MoedaProcurada pela Agência Brasil, a Casa da Moeda informou que não tinha um posicionamento atualizado. Na sexta-feira, quando houve a paralisação, a empresa publicou uma nota em que diz entender que tanto ela, quanto os funcionários passam por um momento de incertezas e preocupações, decorrentes da sua inclusão no Programa Nacional de Desestatização, que retira da empresa a exclusividade na produção de cédulas, moedas, passaportes, selos postais e selos fiscais e também entra 2020 sem um acordo coletivo de trabalho fechado. A Casa da Moeda pondera, no entanto, que mesmo após diversas propostas da empresa e até uma proposta da Vice-Presidência do Tribunal Superior do Trabalho, todas foram recusadas pelos empregados.Em especial sobre o acordo coletivo de trabalho, a Casa da Moeda informou na nota que desde que assumiu suas funções, há seis meses, a diretoria “tem buscado fechar este acordo, na intenção de evitar que, com a virada do ano, os funcionários deixassem de ter determinados benefícios que são decorrentes exclusivamente de um ACT. Adicionalmente esclarece constantemente aos empregados e ao sindicato que o atual custo de pessoal é inviável economicamente para a empresa”.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 19/56   Xiaomi promete atualização do Android 10 no Mi A3 para o mês que vem

    Essa notícia era bastante aguardada porque a série A do Mi faz parte do programa Android One, que promete um sistema operacional “puro” e com updates mais rápidos — além disso a versão mais recente do robozinho já está presente em vários dispositivos da gigante chinesa

    Essa notícia era bastante aguardada porque a série A do Mi faz parte do programa Android One, que promete um sistema operacional “puro” e com updates mais rápidos — além disso a versão mais recente do robozinho já está presente em vários dispositivos da gigante chinesa


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 20/56   Google aponta seis resoluções de Ano-Novo para apostar na nuvem em 2020

    A ideia é dar os passos necessários para alcançar uma infraestrutura em nuvem, já que a estimativa é de que 70% das plataformas e infraestrutura on-line criadas na América Latina estarão hospedadas na nuvem até 2022

    A ideia é dar os passos necessários para alcançar uma infraestrutura em nuvem, já que a estimativa é de que 70% das plataformas e infraestrutura on-line criadas na América Latina estarão hospedadas na nuvem até 2022


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 21/56   Novo Microsoft Edge baseado no Chromium já está disponível para download

    Após especulações, o novo navegador Microsoft Edge, baseado no Google Chromium e não mais no Internet Explorer, é lançado para usuários do Windows, Mac, Android e iOS. Entre os destaques está navegação mais segura e novas ferramentas

    Após especulações, o novo navegador Microsoft Edge, baseado no Google Chromium e não mais no Internet Explorer, é lançado para usuários do Windows, Mac, Android e iOS. Entre os destaques está navegação mais segura e novas ferramentas


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 22/56   Mesmo atrasada, Fitbit supera Apple com sensor de oxigênio no sangue

    Empresa libera funcionalidade via atualização de software para usuários dos Estados Unidos; aplicativo alerta que a medição é uma estimativa, mas não deixa de ser útil para detectar apneia do sono e problemas cardiorrespiratórios

    Empresa libera funcionalidade via atualização de software para usuários dos Estados Unidos; aplicativo alerta que a medição é uma estimativa, mas não deixa de ser útil para detectar apneia do sono e problemas cardiorrespiratórios


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 23/56   Apple pode usar 5G mmWave no iPhone e iPad ainda em 2020, diz site

    Fabricante taiwanesa deve fornecer antenas necessárias para a Maçã garantir o suporte ao 5G desejado não apenas no iPhone deste ano, mas também no iPad; dispositivos devem chegar ao mercado no segundo semestre

    Fabricante taiwanesa deve fornecer antenas necessárias para a Maçã garantir o suporte ao 5G desejado não apenas no iPhone deste ano, mas também no iPad; dispositivos devem chegar ao mercado no segundo semestre


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 24/56   Domínio de grandes empresas no S&P 500 é recorde

    (Bloomberg) -- Pelo menos uma coisa ficou clara após um início de ano tumultuado: para investidores de renda variável, as maiores nunca estiveram tão bem como agora.Enquanto o índice S&P 500 volta a testar seu recorde, as cinco maiores empresas de capital aberto dos Estados Unidos agora respondem por uma participação recorde de 18% da capitalização do indicador de referência - superior à bolha da tecnologia, disse o Morgan Stanley na segunda-feira.As ações de empresas de alta capitalização dos EUA saltaram para perto do nível mais alto em mais de 10 anos em relação às chamadas small caps nos primeiros dias desta nova década. As empresas que lucram mais no exterior estão perto dos maiores níveis desde abril em comparação com as domésticas, segundo as cestas do Goldman Sachs.Apple, Microsoft, Alphabet, Amazon.com e Facebook são “o outro 1 por cento”, disse o estrategista-chefe de renda variável para EUA do Morgan Stanley, Mike Wilson, usando uma frase normalmente usada para descrever as disparidades de renda e riqueza para exemplificar as desigualdades no mercado de ações.Embora a valorização dessas gigantes seja uma boa notícia para quem simplesmente busca uma alta do índice, para alguns estrategistas é sinal de que os investidores perderam o apetite por risco em meio a temores de que o ciclo econômico esteja lento. Graças à inovação e à predominância do mercado - o argumento principal para a valorização -, essas gigantes de tecnologia podem proporcionar crescimento de lucro, independentemente do que acontece na economia.O desempenho superior ameaça alterar muitas teses populares para 2020 em renda variável, notadamente uma preferência por ações globais em detrimento de empresas dos EUA, bem como por ativos mais arriscados.“Os investidores estão muito mais cautelosos do que pensamos”, disse Sophie Huynh, uma multiestrategista de ativos do Société Générale, em Londres. “Se houver realmente uma recessão, as pequenas empresas serão prejudicadas por causa do risco de crédito mais o beta de ações”.Em um ciclo de negócios em envelhecimento, muitos acreditam que é mais provável que a atividade desacelere do que acelere e, portanto, o crescimento do lucro será mais fraco - punindo as small caps desproporcionalmente. Margens mais apertadas levaram a ganhos mais decepcionantes entre o grupo e as estimativas de lucro provavelmente serão reduzidas ainda mais, escreveu Wilson e sua equipe na semana passada.Para contatar o editor responsável por esta notícia: Daniela Milanese, dmilanese@bloomberg.netRepórteres da matéria original: Justina Lee London, jlee1489@bloomberg.net;Luke Kawa em Nova York, lkawa@bloomberg.netPara entrar em contato com os editores responsáveis: Sam Potter, spotter33@bloomberg.net, Sid VermaFor more articles like this, please visit us at bloomberg.comSubscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.©2020 Bloomberg L.P.

    (Bloomberg) -- Pelo menos uma coisa ficou clara após um início de ano tumultuado: para investidores de renda variável, as maiores nunca estiveram tão bem como agora.Enquanto o índice S&P 500 volta a testar seu recorde, as cinco maiores empresas de capital aberto dos Estados Unidos agora respondem por uma participação recorde de 18% da capitalização do indicador de referência - superior à bolha da tecnologia, disse o Morgan Stanley na segunda-feira.As ações de empresas de alta capitalização dos EUA saltaram para perto do nível mais alto em mais de 10 anos em relação às chamadas small caps nos primeiros dias desta nova década. As empresas que lucram mais no exterior estão perto dos maiores níveis desde abril em comparação com as domésticas, segundo as cestas do Goldman Sachs.Apple, Microsoft, Alphabet, Amazon.com e Facebook são “o outro 1 por cento”, disse o estrategista-chefe de renda variável para EUA do Morgan Stanley, Mike Wilson, usando uma frase normalmente usada para descrever as disparidades de renda e riqueza para exemplificar as desigualdades no mercado de ações.Embora a valorização dessas gigantes seja uma boa notícia para quem simplesmente busca uma alta do índice, para alguns estrategistas é sinal de que os investidores perderam o apetite por risco em meio a temores de que o ciclo econômico esteja lento. Graças à inovação e à predominância do mercado - o argumento principal para a valorização -, essas gigantes de tecnologia podem proporcionar crescimento de lucro, independentemente do que acontece na economia.O desempenho superior ameaça alterar muitas teses populares para 2020 em renda variável, notadamente uma preferência por ações globais em detrimento de empresas dos EUA, bem como por ativos mais arriscados.“Os investidores estão muito mais cautelosos do que pensamos”, disse Sophie Huynh, uma multiestrategista de ativos do Société Générale, em Londres. “Se houver realmente uma recessão, as pequenas empresas serão prejudicadas por causa do risco de crédito mais o beta de ações”.Em um ciclo de negócios em envelhecimento, muitos acreditam que é mais provável que a atividade desacelere do que acelere e, portanto, o crescimento do lucro será mais fraco - punindo as small caps desproporcionalmente. Margens mais apertadas levaram a ganhos mais decepcionantes entre o grupo e as estimativas de lucro provavelmente serão reduzidas ainda mais, escreveu Wilson e sua equipe na semana passada.Para contatar o editor responsável por esta notícia: Daniela Milanese, dmilanese@bloomberg.netRepórteres da matéria original: Justina Lee London, jlee1489@bloomberg.net;Luke Kawa em Nova York, lkawa@bloomberg.netPara entrar em contato com os editores responsáveis: Sam Potter, spotter33@bloomberg.net, Sid VermaFor more articles like this, please visit us at bloomberg.comSubscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.©2020 Bloomberg L.P.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 25/56   Trump pressiona Apple a desbloquear iPhone e auxiliar investigações

    Em mensagem relacionada a um massacre ocorrido em 2016, na Flórida, presidente americano citou auxílio à empresa em questões comerciais, que não estaria sendo correspondido. Apple afirmou estar trabalhando com o FBI

    Em mensagem relacionada a um massacre ocorrido em 2016, na Flórida, presidente americano citou auxílio à empresa em questões comerciais, que não estaria sendo correspondido. Apple afirmou estar trabalhando com o FBI


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 26/56   Microsoft lança aplicativo que melhora pesquisas no Windows 10

    Com o Indexer Diagnostics será muito mais fácil para o usuário do Windows 10 localizar arquivos. Isso porque ele fará uma varredura muito mais precisa em itens que estejam no seus dispositivos, mesmo que eles ainda não estejam devidamente indexados

    Com o Indexer Diagnostics será muito mais fácil para o usuário do Windows 10 localizar arquivos. Isso porque ele fará uma varredura muito mais precisa em itens que estejam no seus dispositivos, mesmo que eles ainda não estejam devidamente indexados


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 27/56   Chuva na Austrália ajuda bombeiros, mas não apaga todos os incêndios
    SCIENCE TOPIC NEWS

    Pelo segundo dia consecutivo, fortes chuvas caíram na Austrália nesta sexta-feira (17), dando trégua aos bombeiros exaustos que combatem os incêndios que devastam o sudeste do país.

    Pelo segundo dia consecutivo, fortes chuvas caíram na Austrália nesta sexta-feira (17), dando trégua aos bombeiros exaustos que combatem os incêndios que devastam o sudeste do país.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 28/56   Turistas detidos em Machu Picchu são deportados e proibidos de entrar no Peru
    SCIENCE TOPIC NEWS

    Autoridades peruanas deportaram os cinco turistas estrangeiros detidos no domingo para a Bolívia, por danificarem a cidadela inca de Machu Picchu, e proibiram a sua entrada no Peru por 15 anos, informaram a polícia e a Imigração.

    Autoridades peruanas deportaram os cinco turistas estrangeiros detidos no domingo para a Bolívia, por danificarem a cidadela inca de Machu Picchu, e proibiram a sua entrada no Peru por 15 anos, informaram a polícia e a Imigração.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 29/56   ONU: fome ameaça recorde de 45 milhões de pessoas na África Austral
    SCIENCE TOPIC NEWS

    Pelo menos 45 milhões de pessoas, um número recorde, estão ameaçadas pela fome em países do sul da África, devido à seca, às inundações e às dificuldades econômicas - alertou a ONU nesta quinta-feira (16).

    Pelo menos 45 milhões de pessoas, um número recorde, estão ameaçadas pela fome em países do sul da África, devido à seca, às inundações e às dificuldades econômicas - alertou a ONU nesta quinta-feira (16).


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 30/56   ONG acusa YouTube de orientar usuários para vídeos que negam crise climática
    SCIENCE TOPIC NEWS

    A ONG americana Avaaz acusou o YouTube, nesta quinta-feira (16), de direcionar milhões de usuários para vídeos que negam as mudanças climáticas e pediu à plataforma de vídeo que abandone "a promoção gratuita da desinformação".

    A ONG americana Avaaz acusou o YouTube, nesta quinta-feira (16), de direcionar milhões de usuários para vídeos que negam as mudanças climáticas e pediu à plataforma de vídeo que abandone "a promoção gratuita da desinformação".


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 31/56   Corrida contra o tempo para salvar animais da Ilha Kangaroo na Austrália
    SCIENCE TOPIC NEWS

    As equipes de resgate australianas lutam contra o tempo para tentar salvar o maior número possível de animais, incluindo coalas, vítimas dos incêndios devastadores na Ilha Kangaroo, conhecida como a "Galápagos" da Austrália.

    As equipes de resgate australianas lutam contra o tempo para tentar salvar o maior número possível de animais, incluindo coalas, vítimas dos incêndios devastadores na Ilha Kangaroo, conhecida como a "Galápagos" da Austrália.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 32/56   Turistas detidos por danos a Machu Picchu serão deportados
    SCIENCE TOPIC NEWS

    O Peru deportará para a Bolívia cinco turistas estrangeiros detidos no domingo por danificarem a centenária cidadela inca de Machu Picchu, enquanto um sexto integrante do grupo deverá ficar no país para ser julgado, informou nesta quarta-feira (15) a polícia.

    O Peru deportará para a Bolívia cinco turistas estrangeiros detidos no domingo por danificarem a centenária cidadela inca de Machu Picchu, enquanto um sexto integrante do grupo deverá ficar no país para ser julgado, informou nesta quarta-feira (15) a polícia.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 33/56   Cem anos depois, a Lei Seca resiste nos Estados Unidos
    SCIENCE TOPIC NEWS

    A entrada em vigor, em 17 de janeiro de 1920, da 18ª emenda à Constituição dos Estados Unidos, mergulhou o país por mais de uma década na Lei Seca, famosa por seus contrabandistas, mafiosos e bares escondidos.

    A entrada em vigor, em 17 de janeiro de 1920, da 18ª emenda à Constituição dos Estados Unidos, mergulhou o país por mais de uma década na Lei Seca, famosa por seus contrabandistas, mafiosos e bares escondidos.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 34/56   Relações sexuais frequentes podem adiar menopausa, diz estudo
    SCIENCE TOPIC NEWS

    Mulheres que têm relações sexuais frequentes antes da menopausa demoram mais a parar de menstruar do que as menos ativas sexualmente

    Mulheres que têm relações sexuais frequentes antes da menopausa demoram mais a parar de menstruar do que as menos ativas sexualmente


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 35/56   Polícia peruana prende turistas por danificar templo e defecar em Machu Picchu
    SCIENCE TOPIC NEWS

    Seis turistas de diferentes nacionalidades foram presos por acessar áreas proibidas da cidade de Machu Picchu e danificar o famoso Templo do Sol, onde defecaram, segundo autoridades peruanas. Entre os detidos, estavam cidadãos do Brasil, Argentina, França e Chile.

    Seis turistas de diferentes nacionalidades foram presos por acessar áreas proibidas da cidade de Machu Picchu e danificar o famoso Templo do Sol, onde defecaram, segundo autoridades peruanas. Entre os detidos, estavam cidadãos do Brasil, Argentina, França e Chile.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 36/56   Ano de 2019 foi o mais quente em Cuba desde 1951
    SCIENCE TOPIC NEWS

    O ano de 2019 foi o mais quente desde 1951 em Cuba, com uma temperatura média de 26,6°C, segundo dados do Centro do Clima sobre uma ilha particularmente vulnerável aos efeitos do aquecimento global.

    O ano de 2019 foi o mais quente desde 1951 em Cuba, com uma temperatura média de 26,6°C, segundo dados do Centro do Clima sobre uma ilha particularmente vulnerável aos efeitos do aquecimento global.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 37/56   Advogado de celebridades defenderá Trump no julgamento de impeachment
    WORLD TOPIC NEWS

    O advogado de celebridade mais famoso dos Estados Unidos, Alan Dershowitz, disse nesta sexta-feira que fará parte da equipe jurídica que defenderá o presidente Donald Trump em seu julgamento político no Senado.

    O advogado de celebridade mais famoso dos Estados Unidos, Alan Dershowitz, disse nesta sexta-feira que fará parte da equipe jurídica que defenderá o presidente Donald Trump em seu julgamento político no Senado.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 38/56   Secretário de Cultura de Bolsonaro é exonerado após discurso nazista
    WORLD TOPIC NEWS

    O secretário de Cultura do governo de Jair Bolsonaro, Roberto Alvim, foi exonerado nesta sexta-feira, após o impacto negativo causado por um discurso em que parafraseou o ministro de Propaganda nazista Joseph Goebbels.

    O secretário de Cultura do governo de Jair Bolsonaro, Roberto Alvim, foi exonerado nesta sexta-feira, após o impacto negativo causado por um discurso em que parafraseou o ministro de Propaganda nazista Joseph Goebbels.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 39/56   Mulher é forçada a fazer teste de gravidez em voo de Hong Kong
    WORLD TOPIC NEWS

    Uma companhia aérea de Hong Kong obrigou uma japonesa a fazer um teste de gravidez antes de permitir que ela embarcasse para uma ilha do Pacífico para onde muitas mães viajam para que seus filhos tenham nacionalidade americana.

    Uma companhia aérea de Hong Kong obrigou uma japonesa a fazer um teste de gravidez antes de permitir que ela embarcasse para uma ilha do Pacífico para onde muitas mães viajam para que seus filhos tenham nacionalidade americana.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 40/56   Bolsonaro demite Alvim da Secretaria da Cultura após polêmica sobre ministro nazista
    WORLD TOPIC NEWS

    BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta sexta-feira o desligamento do secretário especial da Cultura, Roberto Alvim, após polêmica envolvendo discurso no qual o secretário usou frase semelhante a uma fala de Jospeh Goebbels, ministro da Propaganda nazista.Em nota, o presidente classificou de "infeliz" a declaração de Alvim e disse que sua permanência no cargo ficou insustentável.

    BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta sexta-feira o desligamento do secretário especial da Cultura, Roberto Alvim, após polêmica envolvendo discurso no qual o secretário usou frase semelhante a uma fala de Jospeh Goebbels, ministro da Propaganda nazista.Em nota, o presidente classificou de "infeliz" a declaração de Alvim e disse que sua permanência no cargo ficou insustentável.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 41/56   Bolsonaro anuncia saída de Roberto Alvim da Secretaria da Cultura
    WORLD TOPIC NEWS

    "Comunico o desligamento de Roberto Alvim da Secretaria de Cultura do governo. Um pronunciamento infeliz, ainda que tenha se desculpado, tornou insustentável a sua permanência", afirma a nota assinada por Bolsonaro.

    "Comunico o desligamento de Roberto Alvim da Secretaria de Cultura do governo. Um pronunciamento infeliz, ainda que tenha se desculpado, tornou insustentável a sua permanência", afirma a nota assinada por Bolsonaro.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 42/56   Guia supremo iraniano desacredita manifestações contra o poder
    WORLD TOPIC NEWS

    O guia supremo do Irã, Ali Khamenei, manteve nesta sexta-feira (17) uma posição firme contra os ocidentais e deu a entender que os protestos contra o poder após um desastre aéreo não eram representativos do povo como um todo.

    O guia supremo do Irã, Ali Khamenei, manteve nesta sexta-feira (17) uma posição firme contra os ocidentais e deu a entender que os protestos contra o poder após um desastre aéreo não eram representativos do povo como um todo.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 43/56   Grécia pressiona UE a receber seu aliado líbio Khalifa Haftar
    WORLD TOPIC NEWS

    A Grécia exigiu, nesta sexta-feira (17), a anulação de um acordo turco-líbio sobre a divisão das águas no Mediterrâneo, ao receber seu aliado, o marechal Khalifa Haftar, homem forte do leste da Líbia que se opõe ao governo de Trípoli, a dois dias da Conferência de Paz de Berlim.

    A Grécia exigiu, nesta sexta-feira (17), a anulação de um acordo turco-líbio sobre a divisão das águas no Mediterrâneo, ao receber seu aliado, o marechal Khalifa Haftar, homem forte do leste da Líbia que se opõe ao governo de Trípoli, a dois dias da Conferência de Paz de Berlim.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 44/56   Governo avisa líderes do Congresso que vai demitir Alvim após polêmica sobre Goebbels, dizem fontes
    WORLD TOPIC NEWS

    A fala do secretário em vídeo publicado no Twitter na noite de quinta-feira na conta da secretaria que ele comanda provocou forte reação pública nas redes sociais, incluindo de autoridades.“A arte brasileira da próxima década será heroica e será nacional, será dotada de grande capacidade de envolvimento emocional, e será igualmente imperativa, posto que profundamente vinculada às aspirações urgentes do nosso povo, ou então, não será nada”, disse Alvim no vídeo.

    A fala do secretário em vídeo publicado no Twitter na noite de quinta-feira na conta da secretaria que ele comanda provocou forte reação pública nas redes sociais, incluindo de autoridades.“A arte brasileira da próxima década será heroica e será nacional, será dotada de grande capacidade de envolvimento emocional, e será igualmente imperativa, posto que profundamente vinculada às aspirações urgentes do nosso povo, ou então, não será nada”, disse Alvim no vídeo.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 45/56   Lula revê discurso e ecoa Eduardo Bolsonaro com 'Lula solto não é Lula livre'
    WORLD TOPIC NEWS

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - "Mais uma da série 'Lula solto não é sinônimo de Lula livre'", tuitou o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) no dia 9 de novembro de 2019, um dia após o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deixar a Superintendência da Polícia Federal do Paraná, em Curitiba. Filho de Jair Bolsonaro, o deputado usou a expressão com conotação negativa para esfriar as celebrações de petistas com a soltura de Lula após 580 dias de prisão. O tuíte citado acompanhava uma reportagem sobre a impossibilidade de o líder do PT, que segue condenado, se candidatar à Presidência da República. Dois meses depois, Lula ecoa discurso semelhante. "Eu não estou livre, eu estou solto", afirmou em entrevista ao site Diário do Centro do Mundo transmitida pelo YouTube no dia 8 de janeiro. Ele completa: "É importante lembrar que tem muitos processos e eles vão inventando cada dia um. Eles não têm limite". Na última quarta-feira (15), em entrevista à TVT, Lula repetiu a frase.  A ideia, que já vem sendo replicada por entidades amigas do ex-presidente, tende a ganhar força a partir de reunião neste sábado (18) que vai atualizar e reposicionar para 2020 a campanha Lula Livre -bandeira de seus apoiadores no período da prisão. Estarão no encontro membros do PT, de outros partidos de esquerda e do Instituto Lula e movimentos sociais, como o MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra). O trecho da entrevista do dia 8, em que o ex-presidente diz que está solto e não livre, foi repercutido em um vídeo do Boletim Lula Livre -que distribui por WhatsApp conteúdo em vídeo da campanha- e compartilhado pelo deputado federal Beto Faro (PT-PA) em sua conta no Twitter. Na sexta-feira em que Lula saiu da prisão, parte da militância comemorou a liberdade de Lula como a concretização do slogan. "Livre" e "solto" acabaram sendo vistas como palavras-chave para identificar pessoas que apoiavam ou não o ex-presidente. Após a euforia, o comitê Lula Livre revê a estratégia. "A gente fez até a reflexão se deveríamos mudar ou não o nome", afirma Ana Flávia Marx, coordenadora de comunicação da campanha. A conclusão, no entanto, foi de que a condição atual do petista não seria de liberdade. A jogada permite que o slogan ganhe fôlego e continue sendo usado. "Não tinha como a gente comemorar com 'Lula solto', mas a verdade é que aquele foi um momento de vitória parcial", diz. "É muito importante essa frase que o Lula está dizendo porque ainda podem acelerar o processo do sítio [de Atibaia], podem inventar outro processo e ele ser colocado de novo em cárcere", afirma Marx. Na nova fase, as principais demandas serão os questionamentos sobre a suspeição do ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sergio Moro, a anulação dos processos e a retomada dos direitos políticos de Lula. Lula foi solto após novo entendimento do STF (Supremo Tribunal Federal) sobre prisão em segunda instância, caso do ex-presidente. A corte considerou que ela só deve ocorrer depois do trânsito em julgado (fim dos recursos).  O petista ficou preso após ser condenado por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex de Guarujá (SP). A condenação foi imposta inicialmente por Moro e ratificada depois na segunda instância pelo TRF-4  (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) e pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça), com variações no tamanho da pena.  Lula também foi condenado no caso do sítio de Atibaia (SP) em primeira e segunda instância. O Congresso se articula neste ano para rever a decisão do Supremo sobre a prisão de condenados antes do esgotamento dos recursos. Já foi aprovada na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara uma proposta de emenda à Constituição que, na prática, altera a classificação do que é considerado trânsito em julgado. A análise do questionamento de Lula sobre a suspeição de Moro está na Segunda Turma do STF e pode ser julgada este ano. A defesa do ex-presidente tenta a anulação das decisões do ex-juiz alegando que ele foi parcial no julgamento da Lava Jato.   As condenações impedem Lula de se candidatar. A Lei da Ficha Limpa, sancionada em 2010 pelo próprio petista quando presidente, veta a sua candidatura, pois proíbe que políticos cassados ou condenados em segunda instância concorram a eleições até completar oito anos do cumprimento de todas as penas. "Com o Lula solto cria-se essa falsa impressão de que o problema dele está resolvido. Mas a gente tem que continuar explicando que não, continuar organizando a população e explicar que a luta para continuar os plenos direitos políticos do Lula continua", afirma Paulo Okamoto, presidente do Instituto Lula. "O lema é Lula Livre e nós vamos trabalhar com as variáveis dele." O comitê Lula Livre foi criado em 2018 e, no site oficial, os internautas são encorajados a criar unidades em suas regiões. Internacionalmente, ganhou o nome de "Comitê de Solidariedade Internacional em Defesa de Lula e da Democracia no Brasil" e é coordenado pelo ex-chanceler Celso Amorim. "Muitos comitês no exterior se criaram espontaneamente. A gente só coordena", afirma o diplomata. Entre as atividades estão a distribuição de informações e a organização de abaixo-assinados. Fotos publicadas na conta do Instagram da CUT (Central Única dos Trabalhadores) mostram a evolução do entendimento da campanha desde a soltura do ex-presidente. Um dia antes de Lula sair da prisão, o entidade postou uma ilustração de Lula com a palavra "livre". No dia 29 de novembro, outro desenho dizia: "Não existe meia liberdade. Por isso, só existe Lula Livre por inteiro!". Ilustração semelhante à primeira, mas com a palavra "inocente", foi publicado no dia 5 de dezembro. A hashtag Lula Inocente tem sido usada com o slogan oficial de maneira espontânea. Segundo militantes do partido, logo após a soltura de Lula, a inclusão da frase à campanha foi cobrada isoladamente por manifestantes, mas as tentativas não vingaram. Marx, coordenadora de comunicação da campanha, afirma que a decisão de não mudar foi para não perder o trabalho feito até então. "Hoje junta gente em um show e grita Lula Livre, fazem reunião em uma entidade e falam Lula Livre. Isso mostra a clareza da nossa narrativa desde o começo", afirma.

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - "Mais uma da série 'Lula solto não é sinônimo de Lula livre'", tuitou o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) no dia 9 de novembro de 2019, um dia após o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deixar a Superintendência da Polícia Federal do Paraná, em Curitiba. Filho de Jair Bolsonaro, o deputado usou a expressão com conotação negativa para esfriar as celebrações de petistas com a soltura de Lula após 580 dias de prisão. O tuíte citado acompanhava uma reportagem sobre a impossibilidade de o líder do PT, que segue condenado, se candidatar à Presidência da República. Dois meses depois, Lula ecoa discurso semelhante. "Eu não estou livre, eu estou solto", afirmou em entrevista ao site Diário do Centro do Mundo transmitida pelo YouTube no dia 8 de janeiro. Ele completa: "É importante lembrar que tem muitos processos e eles vão inventando cada dia um. Eles não têm limite". Na última quarta-feira (15), em entrevista à TVT, Lula repetiu a frase.  A ideia, que já vem sendo replicada por entidades amigas do ex-presidente, tende a ganhar força a partir de reunião neste sábado (18) que vai atualizar e reposicionar para 2020 a campanha Lula Livre -bandeira de seus apoiadores no período da prisão. Estarão no encontro membros do PT, de outros partidos de esquerda e do Instituto Lula e movimentos sociais, como o MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra). O trecho da entrevista do dia 8, em que o ex-presidente diz que está solto e não livre, foi repercutido em um vídeo do Boletim Lula Livre -que distribui por WhatsApp conteúdo em vídeo da campanha- e compartilhado pelo deputado federal Beto Faro (PT-PA) em sua conta no Twitter. Na sexta-feira em que Lula saiu da prisão, parte da militância comemorou a liberdade de Lula como a concretização do slogan. "Livre" e "solto" acabaram sendo vistas como palavras-chave para identificar pessoas que apoiavam ou não o ex-presidente. Após a euforia, o comitê Lula Livre revê a estratégia. "A gente fez até a reflexão se deveríamos mudar ou não o nome", afirma Ana Flávia Marx, coordenadora de comunicação da campanha. A conclusão, no entanto, foi de que a condição atual do petista não seria de liberdade. A jogada permite que o slogan ganhe fôlego e continue sendo usado. "Não tinha como a gente comemorar com 'Lula solto', mas a verdade é que aquele foi um momento de vitória parcial", diz. "É muito importante essa frase que o Lula está dizendo porque ainda podem acelerar o processo do sítio [de Atibaia], podem inventar outro processo e ele ser colocado de novo em cárcere", afirma Marx. Na nova fase, as principais demandas serão os questionamentos sobre a suspeição do ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sergio Moro, a anulação dos processos e a retomada dos direitos políticos de Lula. Lula foi solto após novo entendimento do STF (Supremo Tribunal Federal) sobre prisão em segunda instância, caso do ex-presidente. A corte considerou que ela só deve ocorrer depois do trânsito em julgado (fim dos recursos).  O petista ficou preso após ser condenado por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex de Guarujá (SP). A condenação foi imposta inicialmente por Moro e ratificada depois na segunda instância pelo TRF-4  (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) e pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça), com variações no tamanho da pena.  Lula também foi condenado no caso do sítio de Atibaia (SP) em primeira e segunda instância. O Congresso se articula neste ano para rever a decisão do Supremo sobre a prisão de condenados antes do esgotamento dos recursos. Já foi aprovada na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara uma proposta de emenda à Constituição que, na prática, altera a classificação do que é considerado trânsito em julgado. A análise do questionamento de Lula sobre a suspeição de Moro está na Segunda Turma do STF e pode ser julgada este ano. A defesa do ex-presidente tenta a anulação das decisões do ex-juiz alegando que ele foi parcial no julgamento da Lava Jato.   As condenações impedem Lula de se candidatar. A Lei da Ficha Limpa, sancionada em 2010 pelo próprio petista quando presidente, veta a sua candidatura, pois proíbe que políticos cassados ou condenados em segunda instância concorram a eleições até completar oito anos do cumprimento de todas as penas. "Com o Lula solto cria-se essa falsa impressão de que o problema dele está resolvido. Mas a gente tem que continuar explicando que não, continuar organizando a população e explicar que a luta para continuar os plenos direitos políticos do Lula continua", afirma Paulo Okamoto, presidente do Instituto Lula. "O lema é Lula Livre e nós vamos trabalhar com as variáveis dele." O comitê Lula Livre foi criado em 2018 e, no site oficial, os internautas são encorajados a criar unidades em suas regiões. Internacionalmente, ganhou o nome de "Comitê de Solidariedade Internacional em Defesa de Lula e da Democracia no Brasil" e é coordenado pelo ex-chanceler Celso Amorim. "Muitos comitês no exterior se criaram espontaneamente. A gente só coordena", afirma o diplomata. Entre as atividades estão a distribuição de informações e a organização de abaixo-assinados. Fotos publicadas na conta do Instagram da CUT (Central Única dos Trabalhadores) mostram a evolução do entendimento da campanha desde a soltura do ex-presidente. Um dia antes de Lula sair da prisão, o entidade postou uma ilustração de Lula com a palavra "livre". No dia 29 de novembro, outro desenho dizia: "Não existe meia liberdade. Por isso, só existe Lula Livre por inteiro!". Ilustração semelhante à primeira, mas com a palavra "inocente", foi publicado no dia 5 de dezembro. A hashtag Lula Inocente tem sido usada com o slogan oficial de maneira espontânea. Segundo militantes do partido, logo após a soltura de Lula, a inclusão da frase à campanha foi cobrada isoladamente por manifestantes, mas as tentativas não vingaram. Marx, coordenadora de comunicação da campanha, afirma que a decisão de não mudar foi para não perder o trabalho feito até então. "Hoje junta gente em um show e grita Lula Livre, fazem reunião em uma entidade e falam Lula Livre. Isso mostra a clareza da nossa narrativa desde o começo", afirma.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 46/56   Museu do Louvre fecha as portas após funcionários aderirem a greve por Previdência
    WORLD TOPIC NEWS

    PARIS (Reuters) - Turistas foram impedidos de entrar no Louvre nesta sexta-feira enquanto funcionários em greve bloqueavam a entrada do museu mais visitado do mundo.Muitos visitantes foram prestigiar uma exibição especial de Leonardo da Vinci inaugurada em outubro por ocasião do 500º aniversário de morte do artista italiano.

    PARIS (Reuters) - Turistas foram impedidos de entrar no Louvre nesta sexta-feira enquanto funcionários em greve bloqueavam a entrada do museu mais visitado do mundo.Muitos visitantes foram prestigiar uma exibição especial de Leonardo da Vinci inaugurada em outubro por ocasião do 500º aniversário de morte do artista italiano.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 47/56   Assessor de Guedes e outros 28 viram réus por prejuízos a fundos de pensão
    BUSINESS TOPIC NEWS

    Os procuradores da Força-Tarefa da operação Greenfield acusam os envolvidos de gestão temerária na aprovação de investimento do Fundo de Investimentos e Participações (FIP) Sondas, veículo de investimentos da empresa Sete Brasil Participações. Eles cobram, além da condenação dos denunciados, uma reparação econômica e moral recorde das vítimas, no valor de 16 bilhões de reais, o triplo do montante causado em prejuízo aos fundos, de cerca de 5,5 bilhões de reais.

    Os procuradores da Força-Tarefa da operação Greenfield acusam os envolvidos de gestão temerária na aprovação de investimento do Fundo de Investimentos e Participações (FIP) Sondas, veículo de investimentos da empresa Sete Brasil Participações. Eles cobram, além da condenação dos denunciados, uma reparação econômica e moral recorde das vítimas, no valor de 16 bilhões de reais, o triplo do montante causado em prejuízo aos fundos, de cerca de 5,5 bilhões de reais.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 48/56   Ibovespa avança com dados da China e alta da Vale
    BUSINESS TOPIC NEWS

    SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa registrava firme alta na manhã desta sexta-feira, refletindo o movimento de mercados no exterior, impulsionado por dados da economia chinesa e com papéis da Vale liderando as altas do índice. Às 11:11, o Ibovespa subia 0,86 %, a 117.

    SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa registrava firme alta na manhã desta sexta-feira, refletindo o movimento de mercados no exterior, impulsionado por dados da economia chinesa e com papéis da Vale liderando as altas do índice. Às 11:11, o Ibovespa subia 0,86 %, a 117.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 49/56   Acordo comercial EUA-China vai aliviar incerteza global, diz chefe do FMI
    BUSINESS TOPIC NEWS

    WASHINGTON (Reuters) - A assinatura da Fase 1 do acordo comercial entre os Estados Unidos e a China reduzirá - mas não eliminará - a incerteza que prejudicou o crescimento econômico global, disse nesta sexta-feira a diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional, Kristalina Georgieva.Falando em um evento no Instituto Peterson de Economia Internacional, Georgieva se recusou a fornecer uma previsão econômica global ajustada, dizendo que ela será divulgada na segunda-feira no Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça.

    WASHINGTON (Reuters) - A assinatura da Fase 1 do acordo comercial entre os Estados Unidos e a China reduzirá - mas não eliminará - a incerteza que prejudicou o crescimento econômico global, disse nesta sexta-feira a diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional, Kristalina Georgieva.Falando em um evento no Instituto Peterson de Economia Internacional, Georgieva se recusou a fornecer uma previsão econômica global ajustada, dizendo que ela será divulgada na segunda-feira no Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 50/56   Michelin confirma perda de terceira estrela do restaurante de Paul Bocuse
    BUSINESS TOPIC NEWS

    O prestigioso Guia Michelin confirmou, nesta sexta-feira (17), que retirou, em sua edição de 2020, uma das três estrelas do restaurante Paul Bocuse, joia da gastronomia francesa.

    O prestigioso Guia Michelin confirmou, nesta sexta-feira (17), que retirou, em sua edição de 2020, uma das três estrelas do restaurante Paul Bocuse, joia da gastronomia francesa.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 51/56   Dados sólidos e balanços financeiros levam Wall Street a novas máximas
    BUSINESS TOPIC NEWS

    (Reuters) - Os índices de ações dos Estados Unidos alcançavam novos picos históricos nesta sexta-feira, com otimismo em relação a balanços corporativos, dados econômicos e sinais de resiliência em uma economia chinesa golpeada por uma guerra comercial prolongada com os EUA.O sentimento dos investidores melhorou nesta semana, depois de as duas principais economias do mundo darem o primeiro passo para uma trégua na disputa tarifária de 18 meses ao fecharem a Fase 1 de um acordo comercial.

    (Reuters) - Os índices de ações dos Estados Unidos alcançavam novos picos históricos nesta sexta-feira, com otimismo em relação a balanços corporativos, dados econômicos e sinais de resiliência em uma economia chinesa golpeada por uma guerra comercial prolongada com os EUA.O sentimento dos investidores melhorou nesta semana, depois de as duas principais economias do mundo darem o primeiro passo para uma trégua na disputa tarifária de 18 meses ao fecharem a Fase 1 de um acordo comercial.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 52/56   Acordo EUA-China fornece modelo para principais países em política cambial, diz BC da China
    BUSINESS TOPIC NEWS

    HONG KONG (Reuters) - O banco central da China informou que a Fase 1 do acordo comercial com os EUA fornecerá um modelo de referência para os principais países em futuras negociações sobre políticas cambiais, informou nesta sexta-feira a agência oficial chinesa Xinhua .O idioma na seção de câmbio do acordo comercial é igual e recíproco, representando uma obrigação mútua que será respeitada por ambos os lados, informou a Xinhua, citando comentários feitos pelo banco central.

    HONG KONG (Reuters) - O banco central da China informou que a Fase 1 do acordo comercial com os EUA fornecerá um modelo de referência para os principais países em futuras negociações sobre políticas cambiais, informou nesta sexta-feira a agência oficial chinesa Xinhua .O idioma na seção de câmbio do acordo comercial é igual e recíproco, representando uma obrigação mútua que será respeitada por ambos os lados, informou a Xinhua, citando comentários feitos pelo banco central.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 53/56   Vice-premiê chinês diz que Fase 1 do acordo impulsiona relações China-EUA
    BUSINESS TOPIC NEWS

    As relações econômicas e comerciais entre China e Estados Unidos sempre foram o lastro e propulsor para o relacionamento bilateral, disse o texto da Xinhua, citando comentários de Liu He.

    As relações econômicas e comerciais entre China e Estados Unidos sempre foram o lastro e propulsor para o relacionamento bilateral, disse o texto da Xinhua, citando comentários de Liu He.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 54/56   Wall Street abre em máxima recorde com dados e balanços fortes
    BUSINESS TOPIC NEWS

    (Reuters) - Os principais índices acionários dos Estados Unidos atingiram máximas recordes na abertura desta sexta-feira, impulsionados pelo otimismo em relação aos lucros das empresas, dados econômicos positivos e indicações de resiliência na economia da China.Às 11:46 (horário de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,12%, a 29.

    (Reuters) - Os principais índices acionários dos Estados Unidos atingiram máximas recordes na abertura desta sexta-feira, impulsionados pelo otimismo em relação aos lucros das empresas, dados econômicos positivos e indicações de resiliência na economia da China.Às 11:46 (horário de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,12%, a 29.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 55/56   Produção manufatureira dos EUA sobe inesperadamente em dezembro
    BUSINESS TOPIC NEWS

    WASHINGTON (Reuters) - A produção manufatureira dos Estados Unidos subiu inesperadamente em dezembro, com a queda na produção de veículos sendo superada por aumentos na produção de outros bens duráveis, alimentos e bebidas e outros produtos.O Federal Reserve disse nesta sexta-feira que a produção manufatureira subiu 0,2% no mês passado, após um aumento revisado para baixo de 1,0% em novembro.

    WASHINGTON (Reuters) - A produção manufatureira dos Estados Unidos subiu inesperadamente em dezembro, com a queda na produção de veículos sendo superada por aumentos na produção de outros bens duráveis, alimentos e bebidas e outros produtos.O Federal Reserve disse nesta sexta-feira que a produção manufatureira subiu 0,2% no mês passado, após um aumento revisado para baixo de 1,0% em novembro.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 56/56   Início de construção de moradias nos EUA acelera a máxima em 13 anos
    BUSINESS TOPIC NEWS

    O início de novas construções saltou 16,9%, para uma taxa anual ajustada sazonalmente de 1,608 milhão de unidades no mês passado, o nível mais alto desde dezembro de 2006. O ganho percentual foi o maior desde outubro de 2016.

    O início de novas construções saltou 16,9%, para uma taxa anual ajustada sazonalmente de 1,608 milhão de unidades no mês passado, o nível mais alto desde dezembro de 2006. O ganho percentual foi o maior desde outubro de 2016.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.

 
 


       

A Síntese de Voz
A Microsoft SAPI 5 objeto ActiveX é necessária.
Na opção de segurança do seu navegador, você não deve desabilitar a inicialização de controles ActiveX não assinados.
Você pode instalar e utilizar qualquer Inglês voz compatível com SAPI 5.
(tais como o discurso componente da Microsoft).
Não Voz Título Título e Documento
Voz e Audio Output



Velocidade

 

 
Volume

 

 

Velocidade Slideshow (Quick para Lento)
Zero Um Dois Três Quatro Cinco
Blog e RSS Feed URLs
http://moblog.whmsoft.net/pt
http://moblog.whmsoft.net/pt/?feed=rss2

Subscribe to Notícias Fotos Slideshows by Email
Subscrite para o RSS feed com Google Subscrite para o RSS feed com Yahoo! Subscrite para o RSS feed com AOL Subscrite para o RSS feed com Bloglines
Subscrite para o RSS feed com Netvibes Subscrite para o RSS feed com Newsgator Subscrite para o RSS feed com Pageflakes Subscrite para o RSS feed com Rojo

Slideshows - Fotos Noticias - Desde Yahoo! Noticias
Esporte



Encontros

Comentar