Pesquisas Locais - Offerte
Endereços - Horários - Comentários
Informações Sobre o Tempo
Produtos Quentes

Noticias Fotos Slideshows
Celebridades, People, Sports, High Tech, vlrPhone
   

HOWTO - Respostas Ilustrado
 
Libertar a Animação VR / AR
Jogar para revelar imagens 3D e modelos 3D!
Demonstração A-Frame / Multiplayer
Android app on Google Play
 
vlrPhone / vlrFilter
Softphones projeto com baixo consumo de energia, velocidade e radiação / Filtro Multifuncional de Audio com Controle Remoto!



 

Noticias Slideshows (19/05/2020 19 horas)


  • 1/56   Noticias Fotos Slideshows
    PEOPLE TOPIC NEWS

    Noticias Fotos Slideshows - Tendências - Clique na imagem para visualizar na realidade aumentada ou em 3D estéreo

    Noticias Fotos Slideshows - Tendências - Clique na imagem para visualizar na realidade aumentada ou em 3D estéreo


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.


    Revista de Imprensa


    João Pedro   nadia   ASSASSINADO   Korra   danna   O Estado   DENTRO DE CASA   São Gonçalo   PAREM DE NOS MATAR   mc davi   ATÉ QUANDO   14 ANOS   Golpe   Interestelar   MANU NO BALACOBACO   Mário Frias   Lamarino   Aloísio Chulapa   Vera Magalhães   José Medeiros   como deixar a rafa feliz   juntos e shallow now   
  • 2/56   Manu Gavassi fala sobre plásticas: “Me arrependo muito”

    Em nova participação no canal de Giovanna Ewbank no Youtube, Manu Gavassi respondeu algumas perguntas que os fãs procuram no Google sobre ela. Uma delas foi sobre cirurgia plástica. 

'Manu Gavassi já fez plástica. Operou o narizinho de Meu Deus com 18 anos. E eu fiz uma plástica que eu me arrependo muito que foi ter colocado silicone, que eu me arrependo”, revelou. 

A cantora explicou que se arrepende da plástica por ter feito por uma pressão externa. “Eu acho que foi uma coisa... sabe quando você não está bem com você mesmo, tipo na sua vida? E aí você se olha no espelho e enloquece, coloca isso na sua aparência. Porque eu já gostava do meu corpo do jeito que ele era, não tinha necessidade nenhuma, eu acho que dei uma pirada legal. Então, quando lembro disso, penso: Caraca, eu fiz uma cirurgia que eu nem tinha tanta vontade, que nem precisava na minha cabeça, por pressão externa que é pra ter uma beleza estética perfeita nesse meio o tempo inteiro”, completou. 

Manu disse que nem gosta de falar do assunto. “Sempre falo que não falo abertamente sobre isso porque eu acho que não tem que vir daí o exemplo. Você amadurece dentro de você se é uma super vontade sua, se você sabe de onde vem essa vontade, ótimo. Faz o que você quiser para se sentir bem. Só que a gente não precisa”, completou. 

Veja mais
•Após ‘cancelamento’, Mari Saad lança projeto igual ao de Paula Amorim e diz: 'Acabei de criar'”
•Anitta e Gui Araújo dão beijo cinematográfico em vídeo
•Micael se assusta com vulto em vídeo: 'Estou chorando e rindo de nervoso'

    Em nova participação no canal de Giovanna Ewbank no Youtube, Manu Gavassi respondeu algumas perguntas que os fãs procuram no Google sobre ela. Uma delas foi sobre cirurgia plástica. 'Manu Gavassi já fez plástica. Operou o narizinho de Meu Deus com 18 anos. E eu fiz uma plástica que eu me arrependo muito que foi ter colocado silicone, que eu me arrependo”, revelou. A cantora explicou que se arrepende da plástica por ter feito por uma pressão externa. “Eu acho que foi uma coisa... sabe quando você não está bem com você mesmo, tipo na sua vida? E aí você se olha no espelho e enloquece, coloca isso na sua aparência. Porque eu já gostava do meu corpo do jeito que ele era, não tinha necessidade nenhuma, eu acho que dei uma pirada legal. Então, quando lembro disso, penso: Caraca, eu fiz uma cirurgia que eu nem tinha tanta vontade, que nem precisava na minha cabeça, por pressão externa que é pra ter uma beleza estética perfeita nesse meio o tempo inteiro”, completou. Manu disse que nem gosta de falar do assunto. “Sempre falo que não falo abertamente sobre isso porque eu acho que não tem que vir daí o exemplo. Você amadurece dentro de você se é uma super vontade sua, se você sabe de onde vem essa vontade, ótimo. Faz o que você quiser para se sentir bem. Só que a gente não precisa”, completou. Veja mais •Após ‘cancelamento’, Mari Saad lança projeto igual ao de Paula Amorim e diz: 'Acabei de criar'” •Anitta e Gui Araújo dão beijo cinematográfico em vídeo •Micael se assusta com vulto em vídeo: 'Estou chorando e rindo de nervoso'


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 3/56   Google Meet: 5 dicas para organizar e transmitir aulas online

    Gostaria de utilizar o Google Meet para transmitir suas suas aulas a distância neste período de quarentena? Confira neste artigo algumas das principais funções da plataforma para você utilizar em suas aulas online

    Gostaria de utilizar o Google Meet para transmitir suas suas aulas a distância neste período de quarentena? Confira neste artigo algumas das principais funções da plataforma para você utilizar em suas aulas online


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 4/56   Como usar o Apple Music no Chrome e em outros navegadores

    Serviço de streaming musical da Apple pode ser usado em dispositivos mobile e através de navegadores. Confira como acessar o Apple Music em sua versão web e ter acesso ao catálogo de músicas e playlists

    Serviço de streaming musical da Apple pode ser usado em dispositivos mobile e através de navegadores. Confira como acessar o Apple Music em sua versão web e ter acesso ao catálogo de músicas e playlists


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 5/56   Google Pixel 4a não deve contar com recurso clássico da linha Pixel, diz rumor

    Recurso presente na linha Pixel desde a segunda geração, o Active Edge deve ficar de fora do Pixel 4a. O motivo não foi revelado, mas é bem provável que o Google queira cortar custos para deixar seus lançamentos com preços mais atrativos

    Recurso presente na linha Pixel desde a segunda geração, o Active Edge deve ficar de fora do Pixel 4a. O motivo não foi revelado, mas é bem provável que o Google queira cortar custos para deixar seus lançamentos com preços mais atrativos


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 6/56   Ops! App de e-mail para iPhone envia mensagens para contas erradas após bug

    Usuários do aplicativo de e-mail Edison para iOS tomaram um susto após receberem mensagens de outras pessoas no app. O bug aconteceu devido a um problema na sincronização de contas do programa, que foi atualizado para remover o recurso

    Usuários do aplicativo de e-mail Edison para iOS tomaram um susto após receberem mensagens de outras pessoas no app. O bug aconteceu devido a um problema na sincronização de contas do programa, que foi atualizado para remover o recurso


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 7/56   App do Google finalmente leva o modo escuro para todos no Android e iOS

    Após quase um ano de testes, o modo escuro finalmente tem data para chegar ao aplicativo de buscas do Google para celular. Segundo a empresa, a opção estará disponível gradualmente a partir das 13h desta terça-feira para o app no Android e iOS

    Após quase um ano de testes, o modo escuro finalmente tem data para chegar ao aplicativo de buscas do Google para celular. Segundo a empresa, a opção estará disponível gradualmente a partir das 13h desta terça-feira para o app no Android e iOS


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 8/56   Microsoft reconhece que agiu errado sobre cultura de código aberto

    Presidente da Microsoft, Brad Smith, disse que empresa ficou do lado errado da história ao combater avanço do open source no início da década. Atualmente, companhia conta com série de projetos com a comunidade de código aberto

    Presidente da Microsoft, Brad Smith, disse que empresa ficou do lado errado da história ao combater avanço do open source no início da década. Atualmente, companhia conta com série de projetos com a comunidade de código aberto


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 9/56   Google pode ter revelado preços do Pixel 4a e do Pixel 5 "sem querer"

    Novos smartphones do Google estão previstos para serem lançados em algum momento do segundo semestre de 2020. Preços de Pixel 4a e Pixel 5 devem ser grandes aliados contra topos de linha da Samsung e Apple

    Novos smartphones do Google estão previstos para serem lançados em algum momento do segundo semestre de 2020. Preços de Pixel 4a e Pixel 5 devem ser grandes aliados contra topos de linha da Samsung e Apple


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 10/56   Na briga contra Amazon, Fedex e Microsoft se unem para criar soluções logísticas

    A primeira solução da parceria é o FedEx Surround, que permite às empresas ter visibilidade aprimorada da localização de um pacote durante a jornada, incluindo condições meteorológicas severas, desastres naturais, atrasos mecânicos, problemas de liberação, entre outros

    A primeira solução da parceria é o FedEx Surround, que permite às empresas ter visibilidade aprimorada da localização de um pacote durante a jornada, incluindo condições meteorológicas severas, desastres naturais, atrasos mecânicos, problemas de liberação, entre outros


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 11/56   Google Pixel 5 não deve ter controle por gestos Motion Sense, diz rumor

    Motion Sense foi introduzido com o lançamento do Pixel 4 e do Pixel 4 XL, em 2019. Apesar de contar com o projeto de reconhecimento por gestos do Google, os novos Pixel 5 e 5 XL devem cortar recurso para diminuir preço e atualizar design

    Motion Sense foi introduzido com o lançamento do Pixel 4 e do Pixel 4 XL, em 2019. Apesar de contar com o projeto de reconhecimento por gestos do Google, os novos Pixel 5 e 5 XL devem cortar recurso para diminuir preço e atualizar design


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 12/56   Huawei anuncia o Y8p, modelo intermediário semelhante ao Enjoy 10s

    Fabricante chinesa oficializa mais um dispositivo e, ao que tudo indica, é uma versão de outro já anunciado que chegará a alguns mercados; celular tem plataforma própria da empresa e não traz serviços Google

    Fabricante chinesa oficializa mais um dispositivo e, ao que tudo indica, é uma versão de outro já anunciado que chegará a alguns mercados; celular tem plataforma própria da empresa e não traz serviços Google


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 13/56   Trabalhadores sentem-se inseguros no cenário pós-pandemia

    Além de avivar temores relativos à saúde, a pandemia da covid-19 aumentou a insegurança quanto à esfera profissional. De acordo com sondagem produzida pela consultoria de recrutamento Talenses Group, em parceria com a Fundação Dom Cabral, quase metade (47,6%) das pessoas sente medo do cenário pós-pandemia, em relação ao mercado de trabalho.O levantamento considerou as avaliações de 1.294 trabalhadores, ouvidos em abril. Em novembro de 2019, quando a abrangência era de 778 entrevistados e a covid-19 ainda não afetava todo o globo, a proporção daqueles que manifestaram apreensão quanto ao futuro profissional era de 19,4%.Apesar do receio do porvir, 83,2% dos entrevistados da pesquisa mais recente julgam estar preparados para enfrentar os desafios que poderão surgir pelo caminho. No ano passado, a taxa era de 74,6%.A pesquisa quis saber se os profissionais têm se capacitado para incorporar novos modelos de trabalho. Em novembro, a parcela que respondeu que sim chegou a 81,7% em 2019 e a 80,7% neste ano.Outro aspecto revelado diz respeito à compreensão que os profissionais têm, especificamente quanto ao ramo em que estão empregados. Em ambos os levantamentos, a maioria acredita que seu setor será "altamente impactado" por reestruturações em curto ou médio prazo. Em novembro de 2019, a porcentagem era de 79% e, em abril deste ano, de 73%.Em ambas as sondagens, predomina o entendimento de que as transformações no âmbito profissional chegarão rapidamente, em curto ou médio prazo. Nessa questão, o índice subiu de 82,2% para 95,4%.Tendo em vista que a condição de pandemia foi declarada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) somente em 11 de março deste ano, uma série de perguntas consta apenas do levantamento mais recente. Na primeira delas, aborda-se a percepção quanto ao uso de recursos tecnológicos para se acelerar a retomada da economia. Quase a totalidade (92,8%) dos entrevistados respondeu afirmativamente. Dia a dia nas organizaçõesA empresa de consultoria também estimulou os participantes a refletir sobre a rotina das organizações. O que se nota é que parte significativa das pessoas ouvidas vislumbra uma forte digitalização dos processos. No total, 87,4% dos entrevistados julgam que a pandemia estimulou empregadores a utilizar tecnologia para realizar novas contratações de funcionários, promovendo, assim, uma "quebra de paradigma". Além disso, 95,6% consideram que o fenômeno se configura por outro fator: a incorporação de tecnologia que viabiliza procedimentos como o home office.O palpite de 75,1% é de que novas profissões surgirão ao término da pandemia.De acordo com a pesquisa, 69,4% dos respondentes concordam com a assertiva de que as práticas nas empresas voltarão a ser como antes, mas que incluirão processos digitais, de forma permanente. Para 30,1%, todos os recursos digitais aplicados antes da pandemia serão mantidos, e somente 0,46% imagina que não existirá nenhuma inovação digital. Aplicativos de mensagem - Marcello Casal JrAgência Brasil Perfil de funcionáriosCom foco na digitalização em curso, os entrevistados que informaram serem responsáveis também pela seleção de funcionários elencaram, cada um, duas competências técnicas que presumem que sejam mais demandadas após a pandemia. Na primeira lista, de novembro, destacavam-se habilidades técnicas, específicas de sua área de atuação (91,4%); inglês avançado ou fluente (48,7%); e habilidades com pacote Office - pacote de programas com várias funcionalidades, como editor de textos e planilhas, da Microsoft (27,3%).Quando o contexto da pandemia é levado em conta, a primeira posição é ocupada pelas habilidades digitais (78,2%), que inicialmente eram destacadas por 26,3% dos entrevistados apenas; seguidas de habilidades técnicas, específicas de sua área de atuação (75,2%); e inglês avançado ou fluente (29,1%).Já no grupo de competências comportamentais, a avaliação que fazem é de que a proatividade, que concentrava 72,1% das indicações, ficando no topo da lista, perderá relevância após a pandemia. A porcentagem dos entrevistados que a veem como fundamental é de 37,1% na sondagem mais atual, que é encabeçada pela flexibilidade (50,9%), sendo seguida pela resiliência (41,6%) e a proatividade (37,1%). Saber conviver com os colegas (relacionamento interpessoal) era a qualidade que se encontrava no 2º lugar e, com a inversão, caiu para o 7º. Há a crença de que a análise crítica (18%), a organização (17,8%) e a vivência em outras culturas/intercâmbio (1,86%) serão as características menos cobradas dos funcionários.Segundo o diretor-executivo do Talenses Group, Luiz Valente, há profissionais mais preocupados com os desdobramentos da pandemia, que estão procurando aprimoramento em plataformas online, incluindo alguns que tratam de transformação digital. "As pessoas chegaram à conclusão de que há vida trabalhando remotamente, de que é possível se trabalhar com produtividade, entregar o que se precisa, realizar atividades, trabalhando 100% de maneira remota. Então, isso fez com que começassem a acreditar mais que estão preparadas para trabalhar longe do escritório", disse. DirecionamentosSobre tendências a se esperar, Valente disse que despontam algumas "mais óbvias", como o home office, mas que outras mais novas remanescerão. "O processo de recrutamento feito remotamente, todo o processo de admissão, o onboarding, como se chama, muitas empresas já estão realizando e acredito que tudo isso será absorvido como prática mais usual", destacou.Para o executivo, o prognóstico é de que os empregadores exijam mais independência dos subordinados. "Não é possível prever em médio e longo prazo. A curto prazo, o que o mercado de trabalho estará buscando muito claramente são profissionais com alta capacidade de se adaptar a situações diferentes. Adaptabilidade é uma palavra forte para o futuro, a questão da autonomia, que tenham realmente capacidade de fazer autogestão, conseguir ser produtivos sem ter um chefe sentado ao lado para dizer o que devem fazer todo dia. Me parece também que esse profissional terá que mostrar alta habilidade com ferramentas de tecnologias digitais diversas, precisa conhecer mais ferramentas, trabalhar mais em equipe e ter maior produtividade. Terá que se demonstrar multifacetado, versátil", acrescenta Valente, ressaltando, ainda, a aptidão para lidar com bases de dados.Acesso à internet- Marcello Casal JrAgência Brasil  Perguntado pela Agência Brasil se as expectativas sobre o perfil dos funcionários acabam confirmando um sistema desigual, já que as habilidades requisitadas serão muitas, Valente reconhece que sim e sugere uma solução. A via, pondera ele, ocorreria por meio de articulação entre entes públicos e privados."Todas essa transformação digital, a revolução digital, e, ao mesmo tempo, a manufatura 4.0, no curto tempo, pode gerar um grande numero de demissões e de pessoas desempregadas. Pode haver uma grande redução de pessoas nas companhias. Ao mesmo tempo, governos e entidades do mercado de trabalho têm que correr contra o tempo, estruturar um programa profundo e de larga escala de capacitação daqueles profissionais que, em função da digitalização, vão ficando menos capacitados e menos absorvidos."Ainda segundo a pesquisa, 74,5% dos profissionais confiam que as empresas sairão da pandemia mais inclusivas. A pergunta que aferiu o resultado se referia à possibilidade de o empresariado ampliar "projetos relacionados à diversidade", com contratação de mais pessoas com deficiência, negros e mulheres.

    Além de avivar temores relativos à saúde, a pandemia da covid-19 aumentou a insegurança quanto à esfera profissional. De acordo com sondagem produzida pela consultoria de recrutamento Talenses Group, em parceria com a Fundação Dom Cabral, quase metade (47,6%) das pessoas sente medo do cenário pós-pandemia, em relação ao mercado de trabalho.O levantamento considerou as avaliações de 1.294 trabalhadores, ouvidos em abril. Em novembro de 2019, quando a abrangência era de 778 entrevistados e a covid-19 ainda não afetava todo o globo, a proporção daqueles que manifestaram apreensão quanto ao futuro profissional era de 19,4%.Apesar do receio do porvir, 83,2% dos entrevistados da pesquisa mais recente julgam estar preparados para enfrentar os desafios que poderão surgir pelo caminho. No ano passado, a taxa era de 74,6%.A pesquisa quis saber se os profissionais têm se capacitado para incorporar novos modelos de trabalho. Em novembro, a parcela que respondeu que sim chegou a 81,7% em 2019 e a 80,7% neste ano.Outro aspecto revelado diz respeito à compreensão que os profissionais têm, especificamente quanto ao ramo em que estão empregados. Em ambos os levantamentos, a maioria acredita que seu setor será "altamente impactado" por reestruturações em curto ou médio prazo. Em novembro de 2019, a porcentagem era de 79% e, em abril deste ano, de 73%.Em ambas as sondagens, predomina o entendimento de que as transformações no âmbito profissional chegarão rapidamente, em curto ou médio prazo. Nessa questão, o índice subiu de 82,2% para 95,4%.Tendo em vista que a condição de pandemia foi declarada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) somente em 11 de março deste ano, uma série de perguntas consta apenas do levantamento mais recente. Na primeira delas, aborda-se a percepção quanto ao uso de recursos tecnológicos para se acelerar a retomada da economia. Quase a totalidade (92,8%) dos entrevistados respondeu afirmativamente. Dia a dia nas organizaçõesA empresa de consultoria também estimulou os participantes a refletir sobre a rotina das organizações. O que se nota é que parte significativa das pessoas ouvidas vislumbra uma forte digitalização dos processos. No total, 87,4% dos entrevistados julgam que a pandemia estimulou empregadores a utilizar tecnologia para realizar novas contratações de funcionários, promovendo, assim, uma "quebra de paradigma". Além disso, 95,6% consideram que o fenômeno se configura por outro fator: a incorporação de tecnologia que viabiliza procedimentos como o home office.O palpite de 75,1% é de que novas profissões surgirão ao término da pandemia.De acordo com a pesquisa, 69,4% dos respondentes concordam com a assertiva de que as práticas nas empresas voltarão a ser como antes, mas que incluirão processos digitais, de forma permanente. Para 30,1%, todos os recursos digitais aplicados antes da pandemia serão mantidos, e somente 0,46% imagina que não existirá nenhuma inovação digital. Aplicativos de mensagem - Marcello Casal JrAgência Brasil Perfil de funcionáriosCom foco na digitalização em curso, os entrevistados que informaram serem responsáveis também pela seleção de funcionários elencaram, cada um, duas competências técnicas que presumem que sejam mais demandadas após a pandemia. Na primeira lista, de novembro, destacavam-se habilidades técnicas, específicas de sua área de atuação (91,4%); inglês avançado ou fluente (48,7%); e habilidades com pacote Office - pacote de programas com várias funcionalidades, como editor de textos e planilhas, da Microsoft (27,3%).Quando o contexto da pandemia é levado em conta, a primeira posição é ocupada pelas habilidades digitais (78,2%), que inicialmente eram destacadas por 26,3% dos entrevistados apenas; seguidas de habilidades técnicas, específicas de sua área de atuação (75,2%); e inglês avançado ou fluente (29,1%).Já no grupo de competências comportamentais, a avaliação que fazem é de que a proatividade, que concentrava 72,1% das indicações, ficando no topo da lista, perderá relevância após a pandemia. A porcentagem dos entrevistados que a veem como fundamental é de 37,1% na sondagem mais atual, que é encabeçada pela flexibilidade (50,9%), sendo seguida pela resiliência (41,6%) e a proatividade (37,1%). Saber conviver com os colegas (relacionamento interpessoal) era a qualidade que se encontrava no 2º lugar e, com a inversão, caiu para o 7º. Há a crença de que a análise crítica (18%), a organização (17,8%) e a vivência em outras culturas/intercâmbio (1,86%) serão as características menos cobradas dos funcionários.Segundo o diretor-executivo do Talenses Group, Luiz Valente, há profissionais mais preocupados com os desdobramentos da pandemia, que estão procurando aprimoramento em plataformas online, incluindo alguns que tratam de transformação digital. "As pessoas chegaram à conclusão de que há vida trabalhando remotamente, de que é possível se trabalhar com produtividade, entregar o que se precisa, realizar atividades, trabalhando 100% de maneira remota. Então, isso fez com que começassem a acreditar mais que estão preparadas para trabalhar longe do escritório", disse. DirecionamentosSobre tendências a se esperar, Valente disse que despontam algumas "mais óbvias", como o home office, mas que outras mais novas remanescerão. "O processo de recrutamento feito remotamente, todo o processo de admissão, o onboarding, como se chama, muitas empresas já estão realizando e acredito que tudo isso será absorvido como prática mais usual", destacou.Para o executivo, o prognóstico é de que os empregadores exijam mais independência dos subordinados. "Não é possível prever em médio e longo prazo. A curto prazo, o que o mercado de trabalho estará buscando muito claramente são profissionais com alta capacidade de se adaptar a situações diferentes. Adaptabilidade é uma palavra forte para o futuro, a questão da autonomia, que tenham realmente capacidade de fazer autogestão, conseguir ser produtivos sem ter um chefe sentado ao lado para dizer o que devem fazer todo dia. Me parece também que esse profissional terá que mostrar alta habilidade com ferramentas de tecnologias digitais diversas, precisa conhecer mais ferramentas, trabalhar mais em equipe e ter maior produtividade. Terá que se demonstrar multifacetado, versátil", acrescenta Valente, ressaltando, ainda, a aptidão para lidar com bases de dados.Acesso à internet- Marcello Casal JrAgência Brasil Perguntado pela Agência Brasil se as expectativas sobre o perfil dos funcionários acabam confirmando um sistema desigual, já que as habilidades requisitadas serão muitas, Valente reconhece que sim e sugere uma solução. A via, pondera ele, ocorreria por meio de articulação entre entes públicos e privados."Todas essa transformação digital, a revolução digital, e, ao mesmo tempo, a manufatura 4.0, no curto tempo, pode gerar um grande numero de demissões e de pessoas desempregadas. Pode haver uma grande redução de pessoas nas companhias. Ao mesmo tempo, governos e entidades do mercado de trabalho têm que correr contra o tempo, estruturar um programa profundo e de larga escala de capacitação daqueles profissionais que, em função da digitalização, vão ficando menos capacitados e menos absorvidos."Ainda segundo a pesquisa, 74,5% dos profissionais confiam que as empresas sairão da pandemia mais inclusivas. A pergunta que aferiu o resultado se referia à possibilidade de o empresariado ampliar "projetos relacionados à diversidade", com contratação de mais pessoas com deficiência, negros e mulheres.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 14/56   Minecraft ultrapassa 126 milhões de jogadores mensais durante pandemia

    Jogo multiplataforma da Microsoft foi um dos mais beneficiados durante o período de isolamento social. Segundo a empresa, o aumento no número de novos jogadores foi de 25% e picos de 40% de usuários on-line ao mesmo tempo

    Jogo multiplataforma da Microsoft foi um dos mais beneficiados durante o período de isolamento social. Segundo a empresa, o aumento no número de novos jogadores foi de 25% e picos de 40% de usuários on-line ao mesmo tempo


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 15/56   Como usar a proteção nativa do Chrome contra cookies e ter mais privacidade

    Você sabia que o Google Chrome tem à disposição para teste uma função que avisa e pode impedir a coleta de dados por cookies de terceiros? Confira neste tutorial como utilizar a proteção do Chrome contra cookies nos sites que você acessa

    Você sabia que o Google Chrome tem à disposição para teste uma função que avisa e pode impedir a coleta de dados por cookies de terceiros? Confira neste tutorial como utilizar a proteção do Chrome contra cookies nos sites que você acessa


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 16/56   Google Meet ultrapassa a marca de 50 milhões de instalações no Android

    Aplicativo de videoconferências do Google para empresas, o Google Meet ultrapassou a marca de 50 milhões de instalações no sistema operacional Android. O número foi alcançado em meio à pandemia da COVID-19, em que muitas empresas adotaram o trabalho remoto

    Aplicativo de videoconferências do Google para empresas, o Google Meet ultrapassou a marca de 50 milhões de instalações no sistema operacional Android. O número foi alcançado em meio à pandemia da COVID-19, em que muitas empresas adotaram o trabalho remoto


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 17/56   Xbox Series X já está em produção e tem França como prioridade, aponta site

    Página segmentada em notícias do console da Microsoft cita executivo da empresa para ressaltar que a França terá prioridade sobre outros países; O mesmo executivo entende que a pandemia terá impacto na oferta do console, mas garante unidades suficientes no lançamento

    Página segmentada em notícias do console da Microsoft cita executivo da empresa para ressaltar que a França terá prioridade sobre outros países; O mesmo executivo entende que a pandemia terá impacto na oferta do console, mas garante unidades suficientes no lançamento


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 18/56   Empresa brasileira leva Apple ao STF por uso da marca 'iphone'

    A companhia brasileira entrou com pedido de registro do nome Iphone (com I maiúsculo) no ano 2000, 8 anos antes da Apple

    A companhia brasileira entrou com pedido de registro do nome Iphone (com I maiúsculo) no ano 2000, 8 anos antes da Apple


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 19/56   Novo Windows 10X tem problemas de compatibilidade com apps atuais, diz site

    A camada de compatibilidade do futuro Windows 10X com aplicativos feitos para versões antigas do sistema estaria apresentando problemas com alguns programas. A informação foi publicada por um site especializado no sistema operacional da Microsoft

    A camada de compatibilidade do futuro Windows 10X com aplicativos feitos para versões antigas do sistema estaria apresentando problemas com alguns programas. A informação foi publicada por um site especializado no sistema operacional da Microsoft


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 20/56   Instagram: como apagar vários comentários de uma só vez

    O Instagram já permite apagar vários comentários de uma só vez em suas fotos - o que é ideal para economizar tempo quando é necessário apagar muito conteúdo. A opção já está disponível para Android e iOS

    O Instagram já permite apagar vários comentários de uma só vez em suas fotos - o que é ideal para economizar tempo quando é necessário apagar muito conteúdo. A opção já está disponível para Android e iOS


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 21/56   Ataques de phishing já aparecem em páginas novas do Azure e Microsoft 365

    Os dois produtos tiveram atualizações de design em suas páginas de login há aproximados três meses, porém a Microsoft informou já ter identificado “várias dúzias” de tentativas de roubo de credenciais de acesso que usam esse novo visual; nenhuma invasão foi confirmada

    Os dois produtos tiveram atualizações de design em suas páginas de login há aproximados três meses, porém a Microsoft informou já ter identificado “várias dúzias” de tentativas de roubo de credenciais de acesso que usam esse novo visual; nenhuma invasão foi confirmada


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 22/56   Lembra disso? Disputa entre Apple e Gradiente pela marca iPhone vai parar no STF

    A batalha judicial entre a Apple e Gradiente pela detenção dos direitos da marca iPhone aqui no Brasil perdura desde setembro de 2013 e finalmente pode ter uma decisão final no Superior Tribunal Federal

    A batalha judicial entre a Apple e Gradiente pela detenção dos direitos da marca iPhone aqui no Brasil perdura desde setembro de 2013 e finalmente pode ter uma decisão final no Superior Tribunal Federal


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 23/56   WatchOS 6.2.5: confira os novos mostradores temáticos do Apple Watch

    Versão beta do watchOS 6.2.5 do Apple Watch traz novas opções de mostradores coloridos da linha Orgulho. Os temas com as cores do arco-íris são em homenagem ao orgulho LGBT e devem ser liberado para os usuários nas próximas semanas

    Versão beta do watchOS 6.2.5 do Apple Watch traz novas opções de mostradores coloridos da linha Orgulho. Os temas com as cores do arco-íris são em homenagem ao orgulho LGBT e devem ser liberado para os usuários nas próximas semanas


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 24/56   Apple Music: saiba como criar e configurar conta na plataforma

    Apple Music contém uma biblioteca com mais de 60 milhões de músicas disponíveis. Confira as vantagens, planos disponíveis e como criar uma conta no serviço de streaming musical da Apple nesse tutorial

    Apple Music contém uma biblioteca com mais de 60 milhões de músicas disponíveis. Confira as vantagens, planos disponíveis e como criar uma conta no serviço de streaming musical da Apple nesse tutorial


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 25/56   Google Chrome vai bloquear anúncios pesados para priorizar desempenho

    Anúncios mal programados e ligados à mineração de criptomoedas para monetizar sites serão bloqueados em futura atualização do Chrome. Google espera que a novidade economize bateria de notebooks e smartphones

    Anúncios mal programados e ligados à mineração de criptomoedas para monetizar sites serão bloqueados em futura atualização do Chrome. Google espera que a novidade economize bateria de notebooks e smartphones


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 26/56   Como mudar e definir os aplicativos padrão no celular Android

    Sabemos que o Android é um sistema operacional bastante completo por permitir que o usuário customize o celular à sua maneira — e isso não se restringe apenas ao visual. Você também pode definir quais aplicativos serão abertos como padrão. Confira neste passo a passo

    Sabemos que o Android é um sistema operacional bastante completo por permitir que o usuário customize o celular à sua maneira — e isso não se restringe apenas ao visual. Você também pode definir quais aplicativos serão abertos como padrão. Confira neste passo a passo


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 27/56   'Escolhemos quem terá mais chances': a difícil decisão de quem terá acesso a UTI com saúde em colapso
    SCIENCE TOPIC NEWS

    Com explosão de casos de covid-19, demanda por leitos supera capacidade de hospitais; por isso, associações médicas criam regras, baseadas em chances de sobrevivência, para orientar médicos a fazer escolhas difíceis.

    Com explosão de casos de covid-19, demanda por leitos supera capacidade de hospitais; por isso, associações médicas criam regras, baseadas em chances de sobrevivência, para orientar médicos a fazer escolhas difíceis.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 28/56   Indígenas da Amazônia brasileira usam ervas medicinais contra o coronavírus
    SCIENCE TOPIC NEWS

    Um grupo de indígenas sateré mawé navega pela Amazônia brasileira em uma lancha em busca de ervas medicinais para combater os sintomas do novo coronavírus.

    Um grupo de indígenas sateré mawé navega pela Amazônia brasileira em uma lancha em busca de ervas medicinais para combater os sintomas do novo coronavírus.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 29/56   Banco Mundial concede empréstimos de emergência a 100 países
    SCIENCE TOPIC NEWS

    O Banco Mundial emitiu empréstimos de emergência para combater o coronavírus a 100 países em desenvolvimento, que abrigam 70% da população mundial, anunciou a instituição em comunicado nesta terça-feira.

    O Banco Mundial emitiu empréstimos de emergência para combater o coronavírus a 100 países em desenvolvimento, que abrigam 70% da população mundial, anunciou a instituição em comunicado nesta terça-feira.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 30/56   Indígenas usam ervas medicinais contra o novo coronavírus
    SCIENCE TOPIC NEWS

    Os sistema de saúde está saturado no Brasil, por causa da pandemia do novo coronavírus. Indígenas da aldeia Waikiru recorrem a seus conhecimentos ancestrais sobre a natureza para se manter saudáveis e tratar possíveis sintomas da Covid-19.

    Os sistema de saúde está saturado no Brasil, por causa da pandemia do novo coronavírus. Indígenas da aldeia Waikiru recorrem a seus conhecimentos ancestrais sobre a natureza para se manter saudáveis e tratar possíveis sintomas da Covid-19.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 31/56   COVID-19: vigília pela repressão na Praça da Paz Celestial deve ser cancelada
    SCIENCE TOPIC NEWS

    O Executivo de Hong Kong estendeu as restrições de aglomerações para conter a epidemia de coronavírus até 4 de junho, o que significa que, pela primeira vez em 30 anos, as pessoas do território não poderão recordar a repressão ao protesto na Praça da Paz Celestial, em 1989, em Pequim.

    O Executivo de Hong Kong estendeu as restrições de aglomerações para conter a epidemia de coronavírus até 4 de junho, o que significa que, pela primeira vez em 30 anos, as pessoas do território não poderão recordar a repressão ao protesto na Praça da Paz Celestial, em 1989, em Pequim.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 32/56   Distanciamento físico, um novo freio ao instinto gregário do homem
    SCIENCE TOPIC NEWS

    Depois do confinamento, manter a distância física é crucial para evitar uma segunda onda epidêmica, mas essa medida sem precedentes no mundo contemporâneo muda completamente as relações sociais, marcadas pela proximidade e pelo contato humano.

    Depois do confinamento, manter a distância física é crucial para evitar uma segunda onda epidêmica, mas essa medida sem precedentes no mundo contemporâneo muda completamente as relações sociais, marcadas pela proximidade e pelo contato humano.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 33/56   Objetos escondidos por prisioneiros em Auschwitz são encontrados
    SCIENCE TOPIC NEWS

    Novos objetos escondidos pelos deportados foram encontrados no antigo campo de concentração nazista de Auschwitz, na Polônia, por ocasião de obras de restauração realizadas pela Áustria para uma nova exposição nacional.

    Novos objetos escondidos pelos deportados foram encontrados no antigo campo de concentração nazista de Auschwitz, na Polônia, por ocasião de obras de restauração realizadas pela Áustria para uma nova exposição nacional.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 34/56   Mais de 40.000 mortos por coronavírus no Reino Unido; 10.000 em asilos
    SCIENCE TOPIC NEWS

    O Reino Unido soma mais de 40.000 mortes por coronavírus, de acordo com dados do Escritório Nacional de Estatísticas (ONS) publicados nesta terça-feira (19), incluindo quase 10.000 em casas de repouso.

    O Reino Unido soma mais de 40.000 mortes por coronavírus, de acordo com dados do Escritório Nacional de Estatísticas (ONS) publicados nesta terça-feira (19), incluindo quase 10.000 em casas de repouso.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 35/56   Coronavírus: o que dizem os estudos publicados sobre cloroquina, defendida por Bolsonaro e Trump
    SCIENCE TOPIC NEWS

    Bolsonaro pressionou ex-ministro a aprovar protocolo com uso de medicamento em pacientes em estágio inicial da doença, mas, até agora, não há comprovação científica de eficácia de substância contra a covid-19.

    Bolsonaro pressionou ex-ministro a aprovar protocolo com uso de medicamento em pacientes em estágio inicial da doença, mas, até agora, não há comprovação científica de eficácia de substância contra a covid-19.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 36/56   Tensão entre EUA e China aumenta à medida que o mundo busca cura para COVID-19
    SCIENCE TOPIC NEWS

    A disputa entre os Estados Unidos e a China sobre a gestão da crise do coronavírus pela OMS aumenta, enquanto o mundo espera estratégias conjuntas e acelera a busca de uma cura para a COVID-19, que já matou mais de 318.000 pessoas.

    A disputa entre os Estados Unidos e a China sobre a gestão da crise do coronavírus pela OMS aumenta, enquanto o mundo espera estratégias conjuntas e acelera a busca de uma cura para a COVID-19, que já matou mais de 318.000 pessoas.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 37/56   Alemanha considera inconstitucional espionagem de telecomunicações no exterior
    WORLD TOPIC NEWS

    O Tribunal Constitucional da Alemanha decidiu nesta terça-ferça (19) que a espionagem da Internet de estrangeiros por parte dos serviços de Inteligência do país (BND) é inconstitucional.

    O Tribunal Constitucional da Alemanha decidiu nesta terça-ferça (19) que a espionagem da Internet de estrangeiros por parte dos serviços de Inteligência do país (BND) é inconstitucional.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 38/56   Partido de Macron perde maioria absoluta parlamentar
    WORLD TOPIC NEWS

    O partido governista na França, a República em Marcha (LREM), perdeu sua maioria absoluta nesta terça-feira (19) na Assembleia Nacional, a Câmara baixa do Parlamento, após a criação de um novo grupo parlamentar por alguns dissidentes da sigla da situação.

    O partido governista na França, a República em Marcha (LREM), perdeu sua maioria absoluta nesta terça-feira (19) na Assembleia Nacional, a Câmara baixa do Parlamento, após a criação de um novo grupo parlamentar por alguns dissidentes da sigla da situação.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 39/56   Fátima Bernardes diz que faltou ao Encontro por problemas de pele, e não por Covid-19
    WORLD TOPIC NEWS

    O 'encontro' desta terça-feira (19) foi apresentado por Patrícia Poeta e André Curvello

    O 'encontro' desta terça-feira (19) foi apresentado por Patrícia Poeta e André Curvello


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 40/56   UE pede ao novo governo de Israel que renuncie às anexações
    WORLD TOPIC NEWS

    A União Europeia (UE) pediu ao novo governo israelense, nesta terça-feira (19), que renuncie aos projetos de anexação na Cisjordânia e lembrou o Estado hebreu da necessidade de respeitar o direito internacional, em declaração aprovada por 25 dos 27 Estados-membros.

    A União Europeia (UE) pediu ao novo governo israelense, nesta terça-feira (19), que renuncie aos projetos de anexação na Cisjordânia e lembrou o Estado hebreu da necessidade de respeitar o direito internacional, em declaração aprovada por 25 dos 27 Estados-membros.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 41/56   Apurações desmontam a versão dos Bolsonaros para negar vazamento da PF
    WORLD TOPIC NEWS

    RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O policial militar aposentado Fabrício Queiroz, amigo de Jair Bolsonaro "‹e ex-assessor do hoje senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), era alvo de investigação no Ministério Público do Rio de Janeiro no momento em que foi exonerado do antigo gabinete do filho do presidente na Assembleia Legislativa do Rio, em outubro de 2018. Naquele momento, um relatório do Coaf (órgão federal de inteligência financeira) que apontava movimentação de recursos incompatível de Queiroz estava nas mãos da Polícia Federal, da Procuradoria da República e do Ministério Público do Rio. Na PF, seu nome constava de inquérito sobre pagamento de propina pelo ex-governador Sérgio Cabral a deputados da Assembleia do Rio. A investigação culminou na Operação Furna da Onça, deflagrada em novembro de 2018. Flávio e Queiroz não eram suspeitos nesse caso. Já no MP-RJ, o PM aposentado era tratado como investigado numa apuração sobre pagamento de "rachadinha" no gabinete de Flávio. Essas investigações e o relatório federal ajudam a desconstruir a versão que tem sido apresentada pela família Bolsonaro depois que o empresário Paulo Marinho, suplente de Flávio no Senado, afirmou à Folha de S.Paulo que o senador foi informado sobre a presença de Queiroz no relatório do Coaf por um delegado da PF. Por esse motivo, Flávio demitiu o assessor em 15 de outubro de 2018. "O delegado falou: 'Vai ser deflagrada a Operação Furna da Onça, que vai atingir em cheio a Assembleia Legislativa do Rio. E essa operação vai alcançar algumas pessoas do gabinete do Flávio [que era deputado estadual na época]. Uma delas é o Queiroz e a outra é a filha do Queiroz [Nathalia], que trabalha no gabinete do Jair Bolsonaro [que ainda era deputado federal] em Brasília'", disse Marinho. O senador nega ter sido informado e aponta o fato de o juiz federal Abel Gomes, relator da Furna da Onça, afirmar que nem ele nem Queiroz eram alvo da operação. O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), seu irmão, usa argumento semelhante para refutar as acusações de Marinho. Flávio, em suas redes sociais, afirmou: "Nem eu, nem meu ex-assessor, éramos alvo da operação da Polícia Federal denominada Furna da Onça. Mas, segundo meu suplente Paulo Marinho (agora assumidamente representante de Doria no Rio - PSDB), eu teria recebido informações de que a PF investigava meu ex-assessor". O relatório do Coaf sobre assessores de deputados da Alerj distribuído espontaneamente a diferentes órgãos de investigação, entre eles o MPF e o MP-RJ. No MPF, ele se tornou documento de consulta para aprofundar informações que os procuradores já tinham sobre o pagamento de propina a deputados. Por esse motivo, foi anexado na íntegra ao inquérito, ainda que contivesse dados de outros deputados. Além de Flávio, há outros 15 deputados mencionados no relatório que não foram alvo da Furna da Onça. Já no MP-RJ o documento se transformou em investigação formal no dia 31 de julho de 2018. Ainda que não fosse alvo da operação da PF, o documento do Coaf seria anexado na íntegra entre os documentos da investigação quando os pedidos de prisão fossem feitos. Após a deflagração da operação, advogados da defesa poderiam acessar o documento e ver a presença de Queiroz. A prisão dos deputados foi pedida pelo Ministério Público Federal em 16 de outubro de 2018, um dia após a exoneração de Queiroz. No dia 25, em sessão secreta, os membros da 1ª Turma do TRF-2 deferiram as medidas cautelares pedidas pela Procuradoria. Os mandados de prisão foram expedidos em 31 de outubro, dois dias após o segundo turno que selou a vitória de Bolsonaro. A operação foi deflagrada em 8 de novembro. O relatório do Coaf foi juntado a processo sigiloso ao qual só tinham acesso os advogados dos alvos da investigação. Além dos 10 deputados, outras 12 pessoas foram detidas. A presença de Queiroz no relatório da Furna da Onça foi divulgada no dia 6 de dezembro de 2018 pelo jornal O Estado de S. Paulo. A reportagem não mencionava a existência de apuração no MP-RJ, descoberta depois. O detalhamento do item do relatório sobre Queiroz já apontava indícios da prática de "rachadinha" no gabinete de Flávio. Havia depósitos em espécie e saques subsequentes em dias próximos do pagamento na Assembleia. Algumas transferências eram feitas por assessores do gabinete do filho do presidente. A divulgação da movimentação de R$ 1,2 milhão de Queiroz, entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017, provocou o primeiro desgaste da gestão Bolsonaro antes mesmo que ela começasse. Desde então, tem sido a maior dor de cabeça do presidente e de seu filho 01, como Flávio é chamado. Isso mostra que a mera existência do relatório, mesmo que fora do foco da PF, já era um problema potencial para a família do presidente. No MP-RJ, o relatório foi base para a apuração que levou à quebra de sigilo bancário e fiscal de 103 pessoas físicas e jurídicas, entre elas o próprio senador, sua mulher e ex-assessores. Promotores afirmam ter provas de que o senador lavou R$ 2,3 milhões com sua loja de chocolates e compra e venda de imóveis. O dinheiro foi, segundo a apuração da Promotoria, fruto do recolhimento de parte do salário de funcionários, alguns deles fantasmas. Queiroz seria o operador dessa prática, conhecida como "rachadinha". Desde a época da deflagração da Furna da Onça, há suspeita de vazamento. Alguns alvos foram encontrados sem computador em casa e com o histórico de aplicativos de mensagens completamente apagados. Um investigado vestia roupa social às 6h e tinha diploma separado quando os agentes chegaram à sua casa. Os indícios foram usados pela Procuradoria para converter a prisão temporária em preventiva de dez investigados, entre eles seis deputados. O juiz federal Abel Gomes concordou com a análise da PF e da Procuradoria Regional da República de que o cenário encontrado por agentes no momentos da prisão dos investigados indica um vazamento da operação. A PF afirma ter investigado o caso e concluído que não houve vazamento por membros da corporação. A polícia afirmou que, após o relato de Marinho, novo inquérito será aberto. O Ministério Público Federal também instaurou procedimento para analisar o caso.

    RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O policial militar aposentado Fabrício Queiroz, amigo de Jair Bolsonaro "‹e ex-assessor do hoje senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), era alvo de investigação no Ministério Público do Rio de Janeiro no momento em que foi exonerado do antigo gabinete do filho do presidente na Assembleia Legislativa do Rio, em outubro de 2018. Naquele momento, um relatório do Coaf (órgão federal de inteligência financeira) que apontava movimentação de recursos incompatível de Queiroz estava nas mãos da Polícia Federal, da Procuradoria da República e do Ministério Público do Rio. Na PF, seu nome constava de inquérito sobre pagamento de propina pelo ex-governador Sérgio Cabral a deputados da Assembleia do Rio. A investigação culminou na Operação Furna da Onça, deflagrada em novembro de 2018. Flávio e Queiroz não eram suspeitos nesse caso. Já no MP-RJ, o PM aposentado era tratado como investigado numa apuração sobre pagamento de "rachadinha" no gabinete de Flávio. Essas investigações e o relatório federal ajudam a desconstruir a versão que tem sido apresentada pela família Bolsonaro depois que o empresário Paulo Marinho, suplente de Flávio no Senado, afirmou à Folha de S.Paulo que o senador foi informado sobre a presença de Queiroz no relatório do Coaf por um delegado da PF. Por esse motivo, Flávio demitiu o assessor em 15 de outubro de 2018. "O delegado falou: 'Vai ser deflagrada a Operação Furna da Onça, que vai atingir em cheio a Assembleia Legislativa do Rio. E essa operação vai alcançar algumas pessoas do gabinete do Flávio [que era deputado estadual na época]. Uma delas é o Queiroz e a outra é a filha do Queiroz [Nathalia], que trabalha no gabinete do Jair Bolsonaro [que ainda era deputado federal] em Brasília'", disse Marinho. O senador nega ter sido informado e aponta o fato de o juiz federal Abel Gomes, relator da Furna da Onça, afirmar que nem ele nem Queiroz eram alvo da operação. O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), seu irmão, usa argumento semelhante para refutar as acusações de Marinho. Flávio, em suas redes sociais, afirmou: "Nem eu, nem meu ex-assessor, éramos alvo da operação da Polícia Federal denominada Furna da Onça. Mas, segundo meu suplente Paulo Marinho (agora assumidamente representante de Doria no Rio - PSDB), eu teria recebido informações de que a PF investigava meu ex-assessor". O relatório do Coaf sobre assessores de deputados da Alerj distribuído espontaneamente a diferentes órgãos de investigação, entre eles o MPF e o MP-RJ. No MPF, ele se tornou documento de consulta para aprofundar informações que os procuradores já tinham sobre o pagamento de propina a deputados. Por esse motivo, foi anexado na íntegra ao inquérito, ainda que contivesse dados de outros deputados. Além de Flávio, há outros 15 deputados mencionados no relatório que não foram alvo da Furna da Onça. Já no MP-RJ o documento se transformou em investigação formal no dia 31 de julho de 2018. Ainda que não fosse alvo da operação da PF, o documento do Coaf seria anexado na íntegra entre os documentos da investigação quando os pedidos de prisão fossem feitos. Após a deflagração da operação, advogados da defesa poderiam acessar o documento e ver a presença de Queiroz. A prisão dos deputados foi pedida pelo Ministério Público Federal em 16 de outubro de 2018, um dia após a exoneração de Queiroz. No dia 25, em sessão secreta, os membros da 1ª Turma do TRF-2 deferiram as medidas cautelares pedidas pela Procuradoria. Os mandados de prisão foram expedidos em 31 de outubro, dois dias após o segundo turno que selou a vitória de Bolsonaro. A operação foi deflagrada em 8 de novembro. O relatório do Coaf foi juntado a processo sigiloso ao qual só tinham acesso os advogados dos alvos da investigação. Além dos 10 deputados, outras 12 pessoas foram detidas. A presença de Queiroz no relatório da Furna da Onça foi divulgada no dia 6 de dezembro de 2018 pelo jornal O Estado de S. Paulo. A reportagem não mencionava a existência de apuração no MP-RJ, descoberta depois. O detalhamento do item do relatório sobre Queiroz já apontava indícios da prática de "rachadinha" no gabinete de Flávio. Havia depósitos em espécie e saques subsequentes em dias próximos do pagamento na Assembleia. Algumas transferências eram feitas por assessores do gabinete do filho do presidente. A divulgação da movimentação de R$ 1,2 milhão de Queiroz, entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017, provocou o primeiro desgaste da gestão Bolsonaro antes mesmo que ela começasse. Desde então, tem sido a maior dor de cabeça do presidente e de seu filho 01, como Flávio é chamado. Isso mostra que a mera existência do relatório, mesmo que fora do foco da PF, já era um problema potencial para a família do presidente. No MP-RJ, o relatório foi base para a apuração que levou à quebra de sigilo bancário e fiscal de 103 pessoas físicas e jurídicas, entre elas o próprio senador, sua mulher e ex-assessores. Promotores afirmam ter provas de que o senador lavou R$ 2,3 milhões com sua loja de chocolates e compra e venda de imóveis. O dinheiro foi, segundo a apuração da Promotoria, fruto do recolhimento de parte do salário de funcionários, alguns deles fantasmas. Queiroz seria o operador dessa prática, conhecida como "rachadinha". Desde a época da deflagração da Furna da Onça, há suspeita de vazamento. Alguns alvos foram encontrados sem computador em casa e com o histórico de aplicativos de mensagens completamente apagados. Um investigado vestia roupa social às 6h e tinha diploma separado quando os agentes chegaram à sua casa. Os indícios foram usados pela Procuradoria para converter a prisão temporária em preventiva de dez investigados, entre eles seis deputados. O juiz federal Abel Gomes concordou com a análise da PF e da Procuradoria Regional da República de que o cenário encontrado por agentes no momentos da prisão dos investigados indica um vazamento da operação. A PF afirma ter investigado o caso e concluído que não houve vazamento por membros da corporação. A polícia afirmou que, após o relato de Marinho, novo inquérito será aberto. O Ministério Público Federal também instaurou procedimento para analisar o caso.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 42/56   Forças afegãs repelem ofensiva dos talibãs contra Kunduz
    WORLD TOPIC NEWS

    As forças de segurança afegãs anunciaram nesta terça-feira (19) ter repelido uma ofensiva dos talibãs contra Kunduz, cidade estratégica do norte do Afeganistão, que os insurgentes chegaram a controlar brevemente no passado.

    As forças de segurança afegãs anunciaram nesta terça-feira (19) ter repelido uma ofensiva dos talibãs contra Kunduz, cidade estratégica do norte do Afeganistão, que os insurgentes chegaram a controlar brevemente no passado.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 43/56   Parlamento britânico aprova novo sistema migratório pós-Brexit
    WORLD TOPIC NEWS

    Os deputados britânicos aprovaram na noite de segunda-feira (18) a lei que põe fim à livre-circulação de trabalhadores da União Europeia (UE), em uma votação ofuscada pelo debate sobre trabalhadores de saúde estrangeiros e o coronavírus.

    Os deputados britânicos aprovaram na noite de segunda-feira (18) a lei que põe fim à livre-circulação de trabalhadores da União Europeia (UE), em uma votação ofuscada pelo debate sobre trabalhadores de saúde estrangeiros e o coronavírus.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 44/56   ONU comemora prisão do "tesoureiro" do genocídio de Ruanda
    WORLD TOPIC NEWS

    A alta comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, comemorou nesta terça-feira (19) a prisão na França de Félicien Kabuga, considerado o "tesoureiro do genocídio de Ruanda" de 1994, pedindo ao mundo que "localize os sete últimos acusados".

    A alta comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, comemorou nesta terça-feira (19) a prisão na França de Félicien Kabuga, considerado o "tesoureiro do genocídio de Ruanda" de 1994, pedindo ao mundo que "localize os sete últimos acusados".


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 45/56   Acordo EUA-Guatemala é implementado para que refugiados desistam, diz relatório
    WORLD TOPIC NEWS

    O acordo migratório entre Estados Unidos e Guatemala, para que os solicitantes de refúgio sejam enviados para este país enquanto seus pedidos estão sendo processados, foi implementado de modo a induzir as pessoas a abandonarem seus processos - denunciaram as organizações Refugees International e Human Right Watch.

    O acordo migratório entre Estados Unidos e Guatemala, para que os solicitantes de refúgio sejam enviados para este país enquanto seus pedidos estão sendo processados, foi implementado de modo a induzir as pessoas a abandonarem seus processos - denunciaram as organizações Refugees International e Human Right Watch.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 46/56   Esplanada das Mesquitas de Jerusalém reabrirá após festas do fim do Ramadã
    WORLD TOPIC NEWS

    A Esplanada das Mesquitas em Jerusalém reabrirá suas portas depois do Eid al-Fitr, as festividades que encerram o Ramadã - informou o Waqf, o corpo que administra este lugar sagrado.

    A Esplanada das Mesquitas em Jerusalém reabrirá suas portas depois do Eid al-Fitr, as festividades que encerram o Ramadã - informou o Waqf, o corpo que administra este lugar sagrado.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 47/56   Bolsonaro sanciona com vetos programa de apoio a crédito para micro e pequenas empresas
    BUSINESS TOPIC NEWS

    BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro sancionou, com vetos, lei que aprovou o Pronampe, programa emergencial de estímulo ao crédito para micro e pequenas empresas, setor particularmente abalado pela queda do consumo em meio à pandemia do coronavírus.O programa prevê um aporte de 15,9 bilhões de reais do Tesouro no Fundo de Garantia de Operações (FGO), administrado pelo Banco do Brasil, que dará respaldo a até 85% do valor dos empréstimos tomados pelas empresas participantes.

    BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro sancionou, com vetos, lei que aprovou o Pronampe, programa emergencial de estímulo ao crédito para micro e pequenas empresas, setor particularmente abalado pela queda do consumo em meio à pandemia do coronavírus.O programa prevê um aporte de 15,9 bilhões de reais do Tesouro no Fundo de Garantia de Operações (FGO), administrado pelo Banco do Brasil, que dará respaldo a até 85% do valor dos empréstimos tomados pelas empresas participantes.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 48/56   Clima volta a reduzir projeção para segunda safra de milho do Brasil, diz AgRural
    BUSINESS TOPIC NEWS

    SÃO PAULO (Reuters) - Condições climáticas mais secas que o normal no Brasil levaram a consultoria agrícola AgRural a reduzir suas projeções para a segunda safra de milho do país pela segunda vez desde fevereiro, de acordo com relatório nesta terça-feira.A AgRural agora projeta que agricultores no centro-sul do Brasil deverão produzir 66,7 milhões de toneladas na chamada safrinha, que é plantada depois da colheita de soja e responde por cerca de 75% da safra total do grão.

    SÃO PAULO (Reuters) - Condições climáticas mais secas que o normal no Brasil levaram a consultoria agrícola AgRural a reduzir suas projeções para a segunda safra de milho do país pela segunda vez desde fevereiro, de acordo com relatório nesta terça-feira.A AgRural agora projeta que agricultores no centro-sul do Brasil deverão produzir 66,7 milhões de toneladas na chamada safrinha, que é plantada depois da colheita de soja e responde por cerca de 75% da safra total do grão.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 49/56   Brasil segue com exportação de carne aos EUA, mas há destinos melhores, diz Marfrig
    BUSINESS TOPIC NEWS

    SÃO PAULO (Reuters) - Os embarques de carne bovina do Brasil para os Estados Unidos seguem fluindo, porém devem ter menor volume, pois "há destinos melhores" para os exportadores, disse nesta terça-feira o CEO da Marfrig na América do Sul, Miguel Gularte.Em teleconferência para comentar resultados trimestrais, ele destacou que a exportação representa cerca de 70% da participação de mercado da companhia no país.

    SÃO PAULO (Reuters) - Os embarques de carne bovina do Brasil para os Estados Unidos seguem fluindo, porém devem ter menor volume, pois "há destinos melhores" para os exportadores, disse nesta terça-feira o CEO da Marfrig na América do Sul, Miguel Gularte.Em teleconferência para comentar resultados trimestrais, ele destacou que a exportação representa cerca de 70% da participação de mercado da companhia no país.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 50/56   Por que o Canal do Panamá está ficando sem água
    BUSINESS TOPIC NEWS

    Falta de chuvas em 2019 obrigou autoridades do canal a reduzir quantidade e calado máximo de navios que atravessam todos os dias a faixa de 77 km entre o Atlântico e o Pacífico.

    Falta de chuvas em 2019 obrigou autoridades do canal a reduzir quantidade e calado máximo de navios que atravessam todos os dias a faixa de 77 km entre o Atlântico e o Pacífico.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 51/56   Coronavírus: os 10 países que mais gastaram para enfrentar a pandemia de covid-19
    BUSINESS TOPIC NEWS

    Gastos fiscais para mitigar efeitos da crise econômica e de saúde aumentaram para níveis sem precedentes; veja resultado do trabalho de pesquisadores da Universidade de Columbia que acompanham medidas realizadas por 168 países.

    Gastos fiscais para mitigar efeitos da crise econômica e de saúde aumentaram para níveis sem precedentes; veja resultado do trabalho de pesquisadores da Universidade de Columbia que acompanham medidas realizadas por 168 países.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 52/56   Executivo da UE vai propor plano de recuperação de 1 tri de euros com subsídios e empréstimos
    BUSINESS TOPIC NEWS

    BRUXELAS (Reuters) - A Comissão Europeia apresentará na próxima semana um plano de recuperação que excederá 1 trilhão de euros numa combinação de subsídios e empréstimos, afirmou nesta terça-feira o vice-presidente executivo da Comissão, Valdis Dombrovskis.Mas ele disse que a Comissão será mais ousada.

    BRUXELAS (Reuters) - A Comissão Europeia apresentará na próxima semana um plano de recuperação que excederá 1 trilhão de euros numa combinação de subsídios e empréstimos, afirmou nesta terça-feira o vice-presidente executivo da Comissão, Valdis Dombrovskis.Mas ele disse que a Comissão será mais ousada.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 53/56   Vendas comparáveis do Walmart sobem 10% no 1° tri
    BUSINESS TOPIC NEWS

    (Reuters) - O Walmart divulgou nesta terça-feira que suas vendas comparáveis nos Estados Unidos aumentaram 10% e a receita das vendas online teve alta de 74% conforme clientes estocavam produtos e itens essenciais durante as paralisações causadas pela pandemia de coronavírus.O maior varejista físico do mundo, como muitas outras empresas essenciais, registrou um aumento sem precedentes na demanda no final de março e no início de abril, quando decretos de isolamento social fizeram com que os consumidores estocassem produtos enquanto limitavam suas idas ao mercado.

    (Reuters) - O Walmart divulgou nesta terça-feira que suas vendas comparáveis nos Estados Unidos aumentaram 10% e a receita das vendas online teve alta de 74% conforme clientes estocavam produtos e itens essenciais durante as paralisações causadas pela pandemia de coronavírus.O maior varejista físico do mundo, como muitas outras empresas essenciais, registrou um aumento sem precedentes na demanda no final de março e no início de abril, quando decretos de isolamento social fizeram com que os consumidores estocassem produtos enquanto limitavam suas idas ao mercado.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 54/56   Chefe do Banco Mundial diz estar frustrado com credores privados sobre alívio da dívida para países
    BUSINESS TOPIC NEWS

    Malpass disse a repórteres em uma teleconferência que 14 países pobres aceitaram ofertas de suspensão de pagamentos de dívidas bilaterais oficiais, e outros 23 devem pedir tolerância.Alguns dos países mais pobres do mundo estão relutantes em buscar alívio da dívida sob o programa apoiado pelo G20 por preocupação, pois isso pode prejudicar suas classificações de crédito e acesso futuro ao mercado.

    Malpass disse a repórteres em uma teleconferência que 14 países pobres aceitaram ofertas de suspensão de pagamentos de dívidas bilaterais oficiais, e outros 23 devem pedir tolerância.Alguns dos países mais pobres do mundo estão relutantes em buscar alívio da dívida sob o programa apoiado pelo G20 por preocupação, pois isso pode prejudicar suas classificações de crédito e acesso futuro ao mercado.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 55/56   Ibovespa busca se sustentar no azul, mas volátil com pandemia ainda no radar
    BUSINESS TOPIC NEWS

    SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa buscava se sustentar no azul nesta terça-feira, com as ações da Marfrig entre as maiores altas após resultado trimestral, mas mostrava volatilidade, enquanto investidores continuam atentos a desdobramentos relacionados à pandemia do novo coronavírus.Às 11:58, o Ibovespa subia 0,62 %, a 81.

    SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa buscava se sustentar no azul nesta terça-feira, com as ações da Marfrig entre as maiores altas após resultado trimestral, mas mostrava volatilidade, enquanto investidores continuam atentos a desdobramentos relacionados à pandemia do novo coronavírus.Às 11:58, o Ibovespa subia 0,62 %, a 81.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.
  • 56/56   EasyJet sofre ciberataque que afeta nove milhões de clientes
    BUSINESS TOPIC NEWS

    A companhia aérea britânica EasyJet anunciou nesta terça-feira (19) que foi vítima de um ataque cibernético "altamente sofisticado" que afetou os dados pessoais de cerca de nove milhões de clientes.

    A companhia aérea britânica EasyJet anunciou nesta terça-feira (19) que foi vítima de um ataque cibernético "altamente sofisticado" que afetou os dados pessoais de cerca de nove milhões de clientes.


    Clique na imagem para ver a página web.

    Clique aqui para mais descrição.

 
 


       

A Síntese de Voz
A Microsoft SAPI 5 objeto ActiveX é necessária.
Na opção de segurança do seu navegador, você não deve desabilitar a inicialização de controles ActiveX não assinados.
Você pode instalar e utilizar qualquer Inglês voz compatível com SAPI 5.
(tais como o discurso componente da Microsoft).
Não Voz Título Título e Documento
Voz e Audio Output



Velocidade

 

 
Volume

 

 

Velocidade Slideshow (Quick para Lento)
Zero Um Dois Três Quatro Cinco
Blog e RSS Feed URLs
http://moblog.whmsoft.net/pt
http://moblog.whmsoft.net/pt/?feed=rss2

Subscribe to Notícias Fotos Slideshows by Email
Subscrite para o RSS feed com Google Subscrite para o RSS feed com Yahoo! Subscrite para o RSS feed com AOL Subscrite para o RSS feed com Bloglines
Subscrite para o RSS feed com Netvibes Subscrite para o RSS feed com Newsgator Subscrite para o RSS feed com Pageflakes Subscrite para o RSS feed com Rojo

Slideshows - Fotos Noticias - Desde Yahoo! Noticias
Esporte



Encontros

Comentar