Felipe Melo
Felipe Melo
 
Pesquisa
Felipe Melo
Pesquisa Personalizada
Felipe Melo
 
 
 
 
 
 
Voltar

Smartphone









Libertar a Animação VR / AR
Jogar para revelar imagens 3D e modelos 3D!
Android app on Google Play
 
vlrPhone / vlrFilter
Softphones projeto com baixo consumo de energia, velocidade e radiação / Filtro Multifuncional de Audio com Controle Remoto!



 

Imagens da Cidade, Imagens de Viagens, Imagens Seguros

HOWTO - Como Fazer - Respostas Ilustrado

 
Jurisdição Constitucional e Participação Popular
Jurisdição Constitucional e Participação Popular
O cenário jurídico brasileiro tem uma nova estrela: a TV Justiça. Ao longo da última década, de modo velado ou explícito, ela foi acusada de ser responsável pelos vícios e virtudes do STF. Afirmaram que ela teria causado a espetacularização da jurisdição constitucional, abalado a confiança na Corte ao transmitir, ao vivo e sem cortes, brigas ríspidas entre os Ministros, travado a pauta ao fomentar votos longos e, finalmente, seria responsável pelos julgamentos sem debates (a metáfora das “onze ilhas”). A obra busca enfrentar tais questões e oferecer respostas para contribuir ao aperfeiçoamento da jurisdição constitucional brasileira. Trata-se da primeira obra monográfica sobre a TV Justiça. O livro está dividido em três partes. Na primeira parte, analisa os argumentos contrários e favoráveis ao uso de câmeras em ambientais de tribunais. A partir dessas premissas, discute as práticas das cortes domésticas e internacionais que transmitem seus julgamentos e apresenta um inventário dos estudos sobre a reação das pessoas quando submetidas ao televisionamento em ambientes judiciais. A segunda parte trata da experiência brasileira de televisionamento de julgamentos, em especial dos impactos da TV Justiça sobre o STF. O estudo quantitativo testa as hipóteses de que os Ministros teriam passado a falar mais e decidir menos após o televisionamento. O estudo qualitativo debate as modificações na visão que o tribunal tem sobre sua própria missão institucional. A tese central é que o STF teria passado a incluir o público externo leigo como uma audiência relevante em seus julgamentos. A terceira parte tem por objeto a construção de argumentos jurídicos, filosóficos e metodológicos em defesa do modelo de julgamentos adotado pelo STF. O trabalho foi aprovado com nota dez, distinção e louvor, pela banca composta pelos professores doutores Min. Luís Roberto Barroso (presidente e orientador), Joaquim Falcão, Ana Paula de Barcellos, Jane Reis Gonçalves Pereira e Eduardo Mendonça.

Clique aqui para ver na realidade aumentada

R$ 73,71
-R$ 46,29(-39%)



MANUAL DE FILOSOFIA POLÍTICA
MANUAL DE FILOSOFIA POLÍTICA
O Manual de Filosofia Política apresenta ao leitor uma visão sobre os momentos mais impactantes da história dessa disciplina, apontando os desdobramentos ainda presentes no debate contemporâneo. Não se trata de mero resumo das principais correntes e pensadores, mas de uma exposição crítica dos recortes mais expressivos dessa história. Estruturado em doze capítulos, o livro percorre a obra de autores emblemáticos como Cícero, Platão, Aristóteles, Santo Agostinho, São Tomás de Aquino, Hobbes, Locke, Maquiavel, Marx, Hegel, Weber, Rousseau e Kant. A exposição de temas fundamentais para a formação humanística do leitor (republicanismo, contratualismo, liberalismo clássico e contemporâneo, socialismo, entre outros) contribui para uma compreensão global e participativa das mudanças enfrentadas pelo homem e, consequentemente, pelo mundo em que vive.

Clique aqui para ver na realidade aumentada



Políticas Públicas e Direitos Fundamentais
Políticas Públicas e Direitos Fundamentais
“As políticas públicas estão na interseção entre o Direito e a política, relevando, exatamente por isso, tema extremamente rico e complexo. Embora gestado para a comunidade acadêmica, o livro foi escrito em linguagem direta e clara, sempre buscando a ponte entre a teoria e a realidade, sem implicar menor densidade teórica. Como ressalta o autor, o texto é um ponto de partida essencial para reflexão maior sobre o assunto, que interessa não apenas a juízes e operadores do Direito, mas também aos cidadãos de modo geral.” Do Prefácio do Ministro Marco Aurélio Mello

Clique aqui para ver na realidade aumentada

R$ 83,61
-R$ 49,39(-37%)



Tensões Contemporâneas da Repressão Criminal: Tensões Contemporâneas da Repressão Criminal
Tensões Contemporâneas da Repressão Criminal: Tensões Contemporâneas da Repressão Criminal
A coletânea de artigos conseguiu condensar trabalhos que analisam as tensões contemporâneas da repressão criminal adotando diversos enfoques: dogmático jurídico, criminológico, processual, sociológico e da ciência política. E a despeito dessa multiplicidade de abordagens, uma mesma conclusão se apresentou como inegável: no Estado neoliberal, a resposta penal foi reafirmada e prodigalizada como dispositivo de controle das massas e de preservação e ampliação da exclusão social, tudo em nome do bom desenvolvimento do mercado. A prevalência do punitivismo sobre políticas públicas de bem-estar social ? ou, simplesmente, de afirmação de valores democráticos como a igualdade, a liberdade e a tolerância ? ganhou força.

Clique aqui para ver na realidade aumentada



Acredito que posso te escrever do meu jeito.
Acredito que posso te escrever do meu jeito.
Livro feito para você que é apaixonado por frases e sentimentos intensos de uma forma diferente ou até mesmo esquisitas.

Clique aqui para ver na realidade aumentada



Paixão
Paixão
O latido de cão reduziu o silêncio de meia-noite. Gabriel sentiu algo por meio das supercapacidades. Então foi à casa. Dentro de um segundo a fechadura de porta também virou uma porta, balanço, aberto. Gabriel sorriu. No interior houve quatro pessoas. Caitlyn foi um deles. Bela Caitlyn com o cabelo ruivo e dourado. Infelizmente, tem de ser morta como agora é o seu inimigo. Não pode dar-se ele (mesmo) o ponto débil. Agora trabalha para o Sr. Zits, e precisa de uma lasca do último na terra de um cristal limpo. Caitlyn tem-no... E Gabriel vai levá-lo. Tudo é simples. Se alguém tentar pará-lo, lutará. Mesmo com Caitlyn. Então esforçou-se. A sua cara endureceu-se, e furtivamente fez o caminho à casa sombria.

Clique aqui para ver na realidade aumentada



clara como a luz do sol
clara como a luz do sol
Sarah é uma estudante de Letras que se mudou com sua família para uma fazenda no interior da Paraíba.Na casa onde foi morar, encontra num baú velho , junto com outros livros ,um diário muito especial, com narrativas de tirar o fôlego.Começa então uma busca incansável pela autora desse diário,cujo pseudônimo é Clara.Sarah se entrega de corpo e alma,caminhando para um final surpreendente e muito emocionante.

Clique aqui para ver na realidade aumentada



O Mundo de Larissa Manoela
O Mundo de Larissa Manoela
O enorme sucesso de ''O diário de Larissa Manoela'' não causou espanto. Afinal, qual criança e adolescente não ama a estrela teen mais popular do Brasil? Depois de curtirem o livro infanto-juvenil mais vendido no país em 2016, os fãs querem mais! Querem conhecer o mundo de Larissa Manoela? O livro nasceu do desejo e dos pedidos desses milhões de fãs para que a Lari compartilhasse um pouco mais do seu mundo com eles. Se 2016 foi o ano de abrirmos o diário secreto de Larissa Manoela, 2017 será o ano de revelar o seu mundo. E que mundo é esse? Neste novo livro, ela nos mostra que, mais do que um fenômeno infanto-juvenil das novelas e dos palcos, ela é uma adolescente de 16 anos, com o mesmo gás e as mesmas angústias e dúvidas que uma adolescente comum. Para isso, ela dedica um grande espaço para contar tudo de suas amizades, sua vida escolar e o seu dia-a-dia. Revela o que gosta numa amizade e os conflitos que passou com amigos, do dia em que levou puxão de orelha da professora por usar o celular na sala de aula, da matéria preferida (não é nada que vocês imaginam!), que adora um salto alto e maquiagem. Lari ainda dedica um capítulo sobre seu mundo encantado em que revela que acredita em Papai Noel, adora o Mickey Mouse e escolhe a princesa que mais tem a ver com sua cara. Nunca a nossa estrela esteve tão próxima dos fãs como agora! O Mundo de Larissa Manoela está recheado de deliciosas surpresas! Com interior colorido, os fãs ainda poderão curtir vários looks incríveis da Lari para usar na escola, em casa e para arrasar na balada!

Clique aqui para ver na realidade aumentada

R$ 13,99
-R$ 15,91(-53%)



AS REGRAS COMPLETAS DA PRONÚNCIA DO INGLÊS - Inclui Testes Com 200 Questões Resolvidas - Fale Tudo Em Inglês Em 6 Meses Sem Recorrer Ao Dicionário
AS REGRAS COMPLETAS DA PRONÚNCIA DO INGLÊS - Inclui Testes Com 200 Questões Resolvidas - Fale Tudo Em Inglês Em 6 Meses Sem Recorrer Ao Dicionário
QUANTAS SÃO AS REGRAS DA FONOLOGIA INGLESA? - Cerca de mil. Parece muita coisa, mas é bem menos do que memorizar os sons de 500.000 palavras. Além disso, quando estamos lendo em inglês essas mesmas regras vão aparecer nos textos centenas de vezes por página. E é por causa das infinitas repetições que nós não nos esquecemos das REGRAS nem das suas Exceções ou suas Variações.POR ONDE COMEÇAR A ESTUDAR AS REGRAS DE PRONÚNCIA DO INGLÊS? - As Regras Completas da Pronúncia do Inglês dividem-se em sons de Letras em Destaque, em Grupos e em Sistemas. Começamos pela Fonologia das Letras Individualizadas. Exemplos: A vogal A no Alfabeto é chamada de ei de rei, como em CNA e ABC. Atuando como Prefixo de radicais ingleses, A soa a de mesa, átono, como em ABOUT, ASSIGN, AFAR e AWAY. Já como Prefixo de radicais latinos soa ei, como em AHISTORICAL, ACEPHALOUS e ASYMMETRICAL. Ainda estudando os sons das Letras, temos X no início com som z, como em XEROX, XYLOSE e XANADU. A Consoante R soa em todas as posições da palavra como o R do caipira do Estado de SP, como em carne e amor. A vogal U soa u após as consoantes J,L,R e S, como em JUNIOR, JUROR, JURY, JUPITER, LUCIFER, LUKEWORM, RUDE, PRUDENT, SUPER, desde que U não anteceda 2 consoantes. Se U suceder outras consoantes ou iniciar a palavra vai soar, por regra, iu de viu, como em UNION, MUSIC, FUTURE, desde que não anteceda 2 consoantes também. E DEPOIS DOS SONS DAS LETRAS EM DESTAQUE, DEVEMOS ESTUDAR OS GRUPOS OU OS SISTEMAS, OU AMBOS? - Ambos. Observe: A da palavra VARIOUS soa é de pé porque está no Sistema AEIOU + R + VOGAL, como em CHARIOT, MARRIAGE e CARRY. Mas na palavra VARIETY por haver a presença do Grupo IET, a sílaba tônica incide em I de IET com som ai de pai, como em ANXIETY, DIET e SOBRIETY. Sempre os sons dos Grupos têm a primazia na pronúncia das palavras em inglês. Outro exemplo. A de ASH soa ae, entre a e e, no Sistema AEIOU + CONS 2 ( NÃO R ), mas o Grupo QUA Soa kuó como em SQUASH, QUALITY e SQUAT. Porém no Sistema AEIOU + CONS 1 + E a vogal A de QUA e WA soa ei, como em EQUATE e WAVE. COMO CHAMAR AS VOGAIS TÔNICAS QUANDO ELAS NÃO SE ENCAIXAREM NOS SISTEMAS COMUNS? - Partimos então para o SISTEMA GERAL, A soa ae, como em CApital, Average, Animal e SAturday. E soa é, como em PREsent, Exit, MExican, PElican e Enemy. I ou Y soa i médio como em PHYsicist, Image, Italy, PYramid e CInema. O soa a como em POlitics, Olive, biOlogy, Operate e MOdern. U já estudamos, lembra?E AS PALAVRAS GRANDES COMO PRONUNCIÁ-LAS? - Basta observar a terminação delas. Com 3 sílabas, a tendência de palavras ficarem proparoxítonas incide exatamente em certas terminações. Exemplos: VOG(1) + CONS(1), como em ANIMAL, EXODUS, PYRAMID, AMERICAN, ANALYSIS e CABARET. No entanto alguns Grupos invertem essa situação. Ou seja, tornam as palavras paroxítonas, Exemplos: ITIS ( ai-tis) = BRONCHITIS, BURSITIS e MENINGITIS.ENTAL ( en-tal ) = ENVIRONMENTAL, CONTINENTAL E PARENTAL.OSIS ( ou-sis ) = HALITOSIS e DIAGNOSIS.TEM COMPLEMENTO DE REGRAS? - Ainda estudaremos detalhadamente as Transformações Fonêmicas por motivos de exceções, variações ou outras regras ( já vimos um pouco), Homógrafos, Homófonos, etc... TRANSFORMAÇÕES FONÊMICAS? - Sim, é quando a vogal tônica muda de regra. Exemplos: I de VICE soa ai em AEIOU + CONS 1 ( NÃO R ) + E ( FINAL ), de MINE e SITE. Mas em AEIOU + CONS 1 + E/i + VOG esse I soa i de rir, como em VICIOUS e LINEAR. E de GE de HOMOGENEOUS soa i de sim por conta do Sistema supracitado. Porém se a palavra de mesmo radical for HOMOGENEITY a sílaba tônica incide em E, som i de vir, do Grupo EITY de DEITY e HETEROGENEITY. É só conhecer bem cada Grupo para não fazer confusão.TEM EXERCÍCIOS NA OBRA? -Muitos, passam de 200, com todas as respostas no final. Toda a obra contou com o suporte do melhor site de dicionário do Inglês dos EUA - O Merriam-WebsterDúvidas e aulas on-line pelo e-mail do autor:fabiobragadealencar@gmail.com

Clique aqui para ver na realidade aumentada


Twitter
 
Facebook
 
LinkedIn
 
 

 
 

WhmSoft Moblog
Copyright (C) 2006-2018 WhmSoft
All Rights Reserved